O RALI DE LUTO

Publicado em Sem categoria

         “Então, quando é que você vai repetir a experiência de navegador?”, perguntei, em meio à correria dos preparativos para a abertura do Campeonato Paulista, em Bragança. “Um dia, quem sabe”, ele me respondeu, com o jeito tranquilo de sempre. Infelizmente, não deu tempo. A notícia de sua partida veio tão rápida quanto a experiência no rali (em primeira pessoa, já que era presença constante nos parques de apoio, torcendo pela namorada, Roberta, e fazendo parte de uma equipe que é,. na verdade, uma grande família). Quando o navegador do campeão mineiro Fábio Sacioto foi obrigado a desistir da participação no Rali de Nova Lima, ele aceitou o convite na correria. E ainda houve quem brincasse com a situação inusitada.”Quer uns comprimidos contra o enjoo?”era o que mais se ouvia. Mas ele encarou a missão sem titubear, e desceu do carro inteiro. Do carro para o pódio, receber, das mãos do pai, o troféu pelo terceiro lugar. Marco Porporato, que todos conhecíamos pelo apelido de Salsicha, não está mais entre nós. Doi a perda de alguém que por tantas ocasiões esteve próximo, que nutria a mesma paixão pela velocidade. Aos pais, demais familiares e a Roberta, ficam meus sentimentos. E a certeza de que ele fará falta nos próximos ralis. Descanse em paz, caro Marco…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *