O PROBLEMA DE SER O MELHOR

Publicado em Sem categoria

Já viram um piloto que é o atual hexacampeão mundial de rali, dispõe do melhor carro e é o Schumacher (ou o Pelé) das corridas em estradas abertas iniciar uma prova dizendo que não tem a menor chance de vencer? Poderia parecer falsa modéstia, mas é uma mostra do que ocorre quando os engravatados que bolam os regulamentos não pensam em suas consequências. Estou falando de Sebastien Loeb, no Rali da Nova Zelândia. Como o líder do campeonato é obrigado a largar primeiro, paga por pegar os caminhos de terra em pior condição, e acaba dando uma de limpa-trilhos para quem vem atrás, e encontra piso em melhores condições. Já aconteceu de Loeb desmentir as próprias palavras e ganhar mesmo assim mas, cá pra nós: não seria bem mais justo se ele tivesse a vida facilitada em vez de pagar pelo fato de ser melhor do que os outros? É como a história de inverter as oito primeiras posições nos grids de várias categorias. Até aceitável, enquanto não pensarem em decidir a ordem de largada por sorteio, ou trocarem o primeiro pelo último. Automobilismo tem muito de espetáculo, mas não deve ter nada de circo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *