O macacão de US$ 1 milhão

Publicado em Sem categoria

Quanto pode valer um macacão antichama com quatro décadas de existência, ou seja, mais do que ultrapassado em termos de proteção? Se ele for impregnado de história e tradição, vale US$ 984 mil, o que, no câmbio atual, daria algo como R$ 1,81 milhão. Trata-se do valor pago em leilão feito na Califórnia ao “uniforme” usado em Le Mans por um certo Michael Delaney.

Sim, você talvez nunca tenha ouvido falar dele, a não ser que tenha paixão pelo automobilismo e cinema. Michael Delaney é ninguém menos do que o personagem encarnado por Steve McQueen em “Le Mans”, filme dirigido por Lee H.Katzin em 1971, com cenas de tirar o fôlego mesmo vendo com olhos de quatro décadas de distância. Uma película à moda antiga, com longas cenas em plano aberto, ou gravadas em meio à verdadeira movimentação no templo da velocidade. E que envolve dramas e questionamentos de um piloto chamado a defender o time da Porsche contra o esquadrão da Ferrari, envolto por seus fantasmas e culpas – não vou contar o desfecho porque merece ser visto (tenho inclusive o DVD caso alguém se interesse).

O mais interessante é que o macacão em questão, com o inconfundível patrocínio da Gulf e suas cores azul e laranja sob fundo branco não estava no museu de uma produtora. Naquele mesmo ano, o diário inglês The Observer fez um concurso entre os leitores e premiou um menino de 12 anos que morava em Wolverhampton. O tal Timothy Davies, por sua vez, já havia vendido a preciosidade, certamente por bem menos do que o valor pago agora…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *