NA MODALIDADE ERRADA?

Publicado em Sem categoria

Quem acompanha o blog há mais tempo já leu sobre as aventuras de Robert Kubica nos ralis em seus períodos de folga, e como o polonês se mostra à vontade na especialidade. Mais provas? Mesmo sem disputar a maioria das etapas devido aos “compromissos” com a Renault no Mundial de F-1, ele foi o vice-campeão italiano na categoria para carros com tração 4×2. No Rali de Antibes, penúltima etapa do Europeu, disputada nas estradas geladas da região francesa dos Alpes Marítimos, próximo a Mônaco, ficou em terceiro na classificação geral, superando várias duplas com carros Super 2000 (280cv de potência e tração 4×4 o que, neste tipo de desafio, faz toda a diferença). Pois no fim de semana o piloto de Cracóvia aprontou mais uma vez das suas: resolveu encarar o Rali do Var, última corrida do Francês. Terminou em quarto.

Aí é que vem o mais impressionante: nada menos que 170 duplas estavam inscritas, e quase uma dúzia com os WRC, os carros da categoria máxima do rali mundial, com seus motores turbo de 310cv, câmbio semi-automático no volante e fibra de carbono por todos os cantos – uma dessas raridades, mesmo usada, não é encontrada no mercado por menos de R$ 400 mil. Quer mais? O Clio Super 1600 do polonês foi fabricado há quase uma década e, embora não esteja ultrapassado, não é a melhor arma para brigar pelos primeiros lugares. E quando eu digo Clio do polonês, é no sentido literal mesmo. Embora a montadora francesa tenha oferecido outros modelos mais novos, ele prefere andar com o carro que comprou faz tempo, e é assistido pela pequena e competente equipe italiana Erreffe. Não será surpresa se ele voltar a aprontar entre 19 e 22 de janeiro, na edição centenária do Rali de Montecarlo. Este ano, quebrou ainda no primeiro trecho cronometrado e prometeu que voltaria com tudo. Claro que é brincadeira, mas fica parecendo que Kubica encontrou na F-1 seu ganha-pão, mas se diverte mesmo é nos ralis. Piloto bom é assim mesmo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *