Mistério da Nissan

Publicado em Sem categoria
Mistério da Nissan, que promete para as próximas horas, quando da inauguração da nova sede de seu departamento de competições,a Nismo, próximo a Yokohama, apresentar uma mudança de foco (o slogan Performance Redefinida), com direito à presença do presidente mundial da marca, o brasileiro Carlos Ghosn. Muita gente palpitou, fez suas apostas, eu sinceramente acredito numa implicação em categorias de turismo (o WTCC ou mesmo o DTM, que terá regulamento aproximado ao do Super GT Series do Japão). O rali até seria uma possibilidade com o feioso Juke – para quem não se lembra a marca fez bonito no fim dos anos 1980 e começo dos 1990, com o Sunny e o 200SX, lançando inclusive para o estrelato um “certo” Tommi Makkinen.

Maior implicação na F-1 depois de dar à divisão Infiniti a condição de title sponsor da Red Bull não me parece plausível, assim como dar nome aos motores Renault V6. Um protótipo para desafiar Audi e Toyota como nos tempos áureos da IMSA e do australiano Geoff Brabham? Já teria vazado, sem contar que a fábrica hoje é a maior fornecedora de motores para a categoria LMP2. Se bem que a escolha de dois pilotos de GT (Ronnie Quintarelli e Tsugio Matsuda) e o som de um motor de alta performance (V6 ou V8) no “teaser” jogam a favor da hipótese. Onde será que veremos o 23 (para quem não sabe, Nissan, em japonês, é 23…)? Aliás, já que perguntar não ofende, quando é que veremos o 23 em ação nas pistas brasileiras? Não faltariam categorias (Stock, GT, Rali, Brasileiro de Marcas, uma Copa March não seria mau negócio).

Curta o vídeo feito pela fábrica japonesa para resumir sua trajetória nas pistas. É daqueles de arrepiar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *