Mais cuidado com nossos circuitos…

Publicado em Sem categoria

So frisar que é lamentável a situação de Tarumã. Um circuito maravilhoso que faz parte da história do automobilismo merece melhores cuidados.

A frase acima foi postada no Twitter por Thiago Camilo, piloto com uma certa (muita) autoridade para falar do estado de nossas pistas. E se é verdade que quem vive o automobilismo corre em qualquer lugar, desde que haja segurança, chega um ponto em que este tipo de alerta merece ser analisado com cuidado. Não é só a estrutura de boxes que parou no tempo, lembra as fotos das pistas europeias… das décadas de 1970 e 1980. Quando se tem referências como Interlagos, o Velopark, o renovado Cascavel ou Curitiba – olha que nem estamos falando de circuitos faraônicos como os que se vê por aí – fica complicado oferecer uma pista interessante sem que a embalagem favoreça quem faz o espetáculo. E pior ainda foi saber que os capacetes de Rafa Matos, Wellington Justino e Diego Nunes foram roubados, já que não havia segurança própria nos boxes no momento. Sim, pode acontecer em qualquer lugar, mas não deveria ocorrer em lugar algum.

Sei que administrar essa massa de asfalto, concreto, grama e brita não é tarefa fácil e, em termos de eventos e utilização, só posso tirar o chapéu para o Automóvel Clube do Rio Grande do Sul, mas é necessário avançar no tempo. E o mesmo vale para Goiânia, Brasília (Jacarepaguá morreu antes que a situação ficasse insustentável, já que os boxes eram pré-históricos…). Não é porque não há um Bernie Ecclestone cobrando mudanças e reformas todo o ano que elas não se fazem necessárias. De nada adianta nossas categorias e pilotos ficarem cada vez mais profissionais; o espetáculo cada vez mais bonito, se as condições de trabalho nos autódromos se tornarem a cada dia mais precárias. É para se pensar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *