INVEJA DA ESPANHA…

Publicado em Sem categoria

Uma pausa no automobilismo sul-africano para falar de uma realidade que impressiona. Na década de 1970, Jarama era o único grande autódromo espanhol (já existiam Calafat e Albacete), muito embora já na época pilotos como Ángel Nieto dessem as cartas na motovelocidade. A F-1 se apresentou algumas vezes no Parque Montjuich, em Barcelona, até que a falta de segurança forçasse a suspensão da prova. Vieram Jerez de La Frontera, na Andalusía; Montmeló, em Barcelona, mas foi apenas com a explosão provocada pelos títulos de Fernando Alonso e a descoberta do automobilismo por seus compatriotas que a coisa tomou proporções desmesuradas. Só para entender, uma festa marcou a inauguração, no fim de semana, do Circuito de Navarra, homologação 2 da FIA (só não pode receber a F-1), 3.993m de um traçado desafiador e campeonatos como a F-Superliga e o GT Open Europeu confirmados no calendário. Lá, como as coletividades e os “ayuntamientos” (as províncias) são praticamente autônomas, cada uma quer ter uma pista melhor. Com isso, Navarra já é a 12ª – nos últimos anos foram abertas Valencia (o Circuito Ricardo Tormo, não a pista de rua que receberá a F-1 domingo); Guadix, Cartagena, Motorland Aragón, Almería e Monteblanco. E olha que tem caixa para mais… Felizes, esses espanhóis…

Crédito: Circuit de Navarra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *