HAJA BRAÇO…

Publicado em Sem categoria

   Me faz lembrar o comentário de Cristiano da Matta em seu segundo ano na Indy, mas vale praticamente para todos os pilotos de categorias de ponta, que pensam mais ou menos da mesma forma: “acelerar um carro de 600, 700, 800 cavalos de potência é fácil. Difícil é tudo o que temos de fazer fora da pista”. Pois então, para mostrar que vida de estrela do circo não é fácil: o novato alemão Nico Hulkenberg visitou a sede da Williams para treinar, no simulador, para os circuitos de Melbourne e Sepang. Essa parte ele deve ter adorado. Mas teve de autografar a bagatela de 1.000 cards para os fãs. Essa parte não deve ter agradado tanto, além de deixar o braço doendo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *