Faca nos dentes: a crise na Ferrari…

Publicado em Sem categoria
Diz o texto divulgado pela assessoria de imprensa da Ferrari sobre o pós-GP da Hungria que a tradicional reunião das segundas-feiras em Maranello foi aberta com o presidente Luca di Montezemolo entregando uma faca a cada participante que, metaforicamente (ainda bem…), deve ser posta entre os dentes para que o grupo consiga encontrar o caminho da reação na segunda metade da temporada da F-1. A descompostura pública em Fernando Alonso mostra que a paciência começou a se esgotar também do lado de cá do muro. O espanhol adora “motivar” a equipe cobrando evoluções constantes, dizendo que é preciso trabalhar 24 horas por dia; postando fotos de seus treinos intermináveis de bicicleta no calor de Dubai, e é bem verdade que ano passado tinha razão.

Agora, no entanto, mostra que não é capaz de tirar o algo mais para o qual é fartamente pago. Tanto assim que costuma largar pouco à frente de Felipe Massa, a diferença entre os dois nos treinos oficiais nunca foi tão pequena e, nos primeiros metros dos GPs, por vezes o brasileiro consegue ser mais eficiente. Mesmo com carros piores Alonso conseguia lugar cativo nas duas primeiras filas. Desde os primeiros treinos do ano ficou claro que o F138 é muito mais rápido que o F2012, mas que o calcanhar de Aquiles era o desempenho no sábado à tarde. Do jeito que o asturiano fala, fica parecendo que ninguém tem feito nada para corrigir a situação, o que está longe de ser a verdade. Seu empresário ainda foi passear no motorhome da Red Bull… Pelo visto, o bicampeão mundial começa a se desesperar com mais um ano de frustração e a perspectiva de não ser o Messias esperado pelo time de Maranello – e a experiência de 2007 na McLaren mostra que ele não é um primor em termos de cumprir a palavra, e a história de encerrar sua carreira no circo vestido de vermelho pode se transformar em quimera…Que ele abra o olho, pois a chefia agora está armada, e não é no sentido figurado…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *