E a Stock europeia vai emplacar…

Publicado em Sem categoria
Você já leu aqui sobre a Nascar Whelen Euro Series, que começou por iniciativa do ex-piloto de rali francês Jerôme Galpin de forma até despretenciosa, com a ideia de proporcionar diversão aos pilotos por baixos custos e com um equipamento mais do que testado e confiável, sem assistências à direção ou outras modernidades. Um carro de corrida “puro e duro”, tal e qual os das várias categorias da ladeira da Stock Car norte-americano – chassi tubular, V8 de 470cv e carroceria igual para todos – os detalhes dos vários modelos são reproduzidos com adesivos. Além do ineditismo de criar um oval provisório, em Tours, a série começou a reunir alguns botas conhecidos em participações esporádicas, como Yvan Muller e Max Papis. E um fim de semana de treinos e corrida sai por razoáveis 8 mil euros, algo em torno dos R$ 25 mil, sempre lembrando que cada máquina deve ser conduzida por um Elite (profissional) e um Open (gentleman driver).

          Nascar Whelen Euro Series/divulgação

Galpin não só conseguiu a chancela técnica da Nascar, que inclui o campeonato no seu guarda-chuva de competições, como foi ganhando respeito no panorama europeu e, na contramão da cara GT e do elitista DTM, começa a ganhar reforços de peso no grid para a terceira temporada: primeiro foi a dupla belga Anthony Kumpen e Bert Longin, habitué das provas de Gran Turismo com o Corvette da equipe PK Carsport. Outro belga bom de braço confirmado é Bas Leinders. Agora é a vez de Eddie Cheever Junior que, depois de penar na F-3 Europeia, resolveu seguir o caminho paterno e mira os EUA, onde pode chegar mais longe. Papis terá um time e aposta no compatriota Kevin Gilardoni, de bom passado nos monopostos. E a visita da turma da terra do Tio Sam está prevista pelo menos para a etapa de Tours. Tudo bem que Galpin prefere, por enquanto, deixar de fora os ovais de verdade do continente – Rockingham, que recebeu a Ascar (uma tentativa de Nascar britânica no começo da década) e Lausitzring – mas o cardápio se mostra suculento do mesmo jeito. A se acompanhar sem moderação…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *