APENAS UM PALPITE…

Publicado em Sem categoria

Querer arriscar resultados nas atuais condições do Mundial de F-1 é tarefa das mais complicadas, ainda que a Red Bull seja a dona do melhor carro. Especialmente se tratando de Bélgica, com a chuva normalmente ajudando a embolar as coisas. Ainda assim, vou dar meus palpites e fazer as devidas considerações. Parece uma corrida desenhada para Mark Webber ou Sebastian Vettel (mais para o primeiro do que para o segundo), especialmente porque o motor que faltou em 2009 deve responder presente a partir de amanhã. A provável ameaça das McLarens depende, acima de tudo, da qualificação, já que em termos de mecânica e aerodinâmica as Flechas de Prata não ficam muito a dever à dupla do touro vermelho.

A verdadeira incógnita responde pelo nome de Ferrari. Bem verdade que, mesmo numa temporada encardida como a passada, Raikkonen levou o carro vermelho à primeira posição, mas o F10 ainda não foi testado em condições como as de Spa – longas retas, curvas velozes e downforce menor. Silverstone, que era referência, mudou o traçado este ano e perdeu boa parte das características. Em Hockenheim veio a dobradinha de tristes lembranças, mas lá também a pista é outra em relação ao que foi nos tempos áureos. Por fim, não será nenhuma surpresa apostar em bons resultados das Force India. Basta lembrar que Giancarlo Fisichella foi pole na edição passada e terminou em segundo, por total mérito de carro e piloto. Em outros tempos, ver Michael Schumacher largando no fundo do grid era emoção certa. Agora, provavelmente não, um pouco pelo piloto, muito pelo carro… É esperar para ver. O bom das previsões é que elas podem até se confirmar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *