AOS MINEIROS, AS VITÓRIAS

Publicado em Sem categoria

 Os leitores dos outros estados que me perdoem, já que o blog agora se propõe a falar do automobilismo em todos os lugares para todos os públicos, mas como o foco, nos tempos da coluna (a antiga, já que agora a Sexta Marcha está de volta no papel no Correio Braziliense, sempre às segundas-feiras depois dos GPs de F-1), era Minas Gerais, não podia deixar o fim de semana passar em branco. Embora mineiro “adotivo”, acompanho há umas boas duas décadas a luta de quem nasceu por estas bandas para vingar nas pistas, quando nem autódromo há. Desde os tempos de Alex Dias Ribeiro, Toninho da Matta, Clemente Faria, José Junqueira, sem contar os que não foram adiante por terem muito talento e pouco apoio (Flávio Tito, por exemplo), passando pela fase de Cristiano da Matta, Bruno Junqueira, Clemente Jr., Rafa Matos, Alberto Valério, Victor Corrêa – esses, muitas vezes, eu pude presenciar correndo e fazendo bonito.

Mas não podia passar batido. Primeira etapa do Brasileiro de Spyder Race (aqueles protótipos econômicos com mecânica VW fabricados pelo ex-piloto de motovelocidade Almir Donato), em Curitiba e, quem vence? O veterano Ivan Mendes, largando do último posto. Rodada tripla do Sul-Americano de F-3, em Brasília, e o estreante Fernando Resende Filho, o Kid, domina a categoria Light (para chassis fabricados antes de 2009). Terceira corrida de Bruno Junqueira na F-Truck e um sétimo lugar em Caruaru que poderia ter sido pódio. E, na etapa do Sul-Brasileiro de Kart em Florianópolis, Jean Claude Paturle foi o quarto entre os 26 inscritos na Graduados, ficando muito próximo de uma vaga no FIA Karting Academy. É ou não motivo de destaque?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *