A CONTA TÁ SUBINDO…

Publicado em Sem categoria

   Quem acompanhou os posts da semana passada deve se lembrar que eu comentei sobre a participação brasileira no Rali da Argentina que, este ano, valeu como terceira etapa do Intercontinental Rally Challenge (IRC) – só para esclarecer, Curitiba foi a segunda, depois de Montecarlo. Pois em meio à verdadeira hecatombe que levou ao abandono de 39 dos 69 carros que largaram, apenas uma das cinco duplas verde e amarelas terminaram o desafio, mas fez bonito. Rafael Túlio, o Pomerode, e César Valandro, levaram seu valente Peugeot 206 à primeira posição nas categorias N2 (carros com preparação limitada até 1.600cc) e tração 4×2. Muito rápido, o piloto catarinense se mostra a cada ano mais constante, o que é fundamental para lutar pelos títulos. Aliás, como a dupla tem nos planos participar de pelo menos mais duas etapas do IRC, desta vez na Europa, está em ótima situação para brigar pelo pódio final entre os carros com tração dianteira o que, numa competição com status de Mundial, é muita coisa para uma modalidade que luta para sobreviver por aqui.   E, já que é para falar de vitórias, o fim de semana teve mais duas que valem o registro. João Paulo de Oliveira dominou, em Suzuka, a primeira etapa do GT japonês, com um Nissan Skyline. O moleque é fera, só não foi mais longe na Europa por falta de combustível financeiro mas, na terra do Sol Nascente, é um talento reconhecido. Já o paranaense Jaime Melo Júnior, piloto oficial da Ferrari para provas de longa duração integrou o trio campeão da categoria GT2 nas tradicionais 12h de Sebring. Bom que a conta de bons resultados cresce a olhos vistos, e olha que nós estamos apenas no começo da temporada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *