O que é Gestação Heterotópica?

Publicado em fertilização, FIV, gravidez

A gestação heterotópica é um caso raro de duas gestações simultâneas: uma ectópica (quando a gravidez acontece fora do útero) e uma intrauterina (quando o neném é gerado dentro do útero). O fato de haver uma gestação ectópica em andamento pode não ser prejudicial para o bebê que se desenvolve dentro do útero.  No entanto, não há chances de a gestação fora do útero evoluir. Uma vez que feto em crescimento pode destruir várias estruturas maternas.

O diagnóstico precoce desse tipo de gravidez é difícil, uma vez que os marcadores bioquímicos como BHCG e Progesterona, que ajudam a diagnosticar a gestação ectópica, não fazem o diagnóstico da gravidez heterotópica, já que nesse caso a produção dos hormônios é normal.

Embora seja um caso raro, existem alguns fatores que podem aumentar a possibilidade desse tipo de gravidez como: doença inflamatória pélvica, efeitos de dietilestilbestrol (DES) no trato genital, doença tubária induzida por antibióticos, a utilização de dispositivos intrauterinos de contracepção, curetagem iatrogênica de gravidez intrauterina durante a cirurgia para uma gravidez ectópica, histórico do paciente de cirurgia no tratamento da infertilidade.

Em mulheres submetidas a tratamento com Fertilização In Vitro (FIV), o risco é ainda menor, mas ainda assim, a possibilidade de gravidez heterotópica deve ser lembrada. Aqui na Clínica Origen, tivemos dois casos de gravidez heterotópica em 23 anos e aproximadamente 10.000 gestações. Isso mostra uma probabilidade de 1 a cada 5.000 gestações.

Gostou das informações desse post? Quer saber mais sobre assuntos relacionados à fertilidade, gravidez e medicina reprodutiva? Então entre em contato conosco: https://origen.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *