Gravidez independente: como funciona?

Publicado em fertilização, FIV, gravidez

Você já deve ter escutado alguma história de pessoas que optaram por uma gravidez independente. Essa é uma decisão madura tomada por mulheres que desejam ser mães e não estão vinculadas a um relacionamento sério ou estável.  Segundo pesquisa do Instituto Data Popular de 2015, das 67 milhões de mães brasileiras, 31% não são casadas, e em muitos casos existe o cenário da gravidez independente.

Para realizar esse desejo da maternidade, a técnica de Fertilização In Vitro (FIV) é uma grande aliada. Neste caso, a fecundação é feita em laboratório e o embrião é transferido para o útero.

O sêmen deve ser obtido em banco de sêmen e a doação é anônima. As características do doador podem ser conhecidas, mas não sua identidade.

Antes de tomar a decisão, o mais importante é procurar um médico de confiança para conversar e avaliar qual opção é mais viável para você.

Gostou das informações desse post? Quer saber mais sobre assuntos relacionados à fertilidade, gravidez e medicina reprodutiva? Então entre em contato conosco: https://origen.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *