Criopreservação: o que é isso?

Publicado em fertilização, Infertilidade feminina

A criopreservação, nada mais é que o congelamento de embriões para que seja feita uma tentativa de gravidez em outro momento. A técnica mais utilizada hoje é a Vitrificação que conserva a qualidade embrionária e garante o índice de gravidez igual ou até maior ao índice das transferências de embriões a fresco.

O procedimento é indicado para mulheres que precisam preservar a fertilidade por algum problema de saúde como o câncer. Também é utilizado para mulheres que desejam adiar a maternidade para investir na carreira ou por ainda não terem encontrado o par ideal.

A idade mínima para fazer o procedimento é após o amadurecimento do eixo hormonal da mulher, que normalmente, acontece aos 16 anos, mas nessa idade ou abaixo dela o indicado é apenas em caso de alguma doença grave. Em relação à idade máxima, o recomendado é realizar até os 40 anos, já que acima desta idade existe uma queda na qualidade dos óvulos e os índices de doenças aumentam.

 

Gostou das informações desse post? Quer saber mais sobre assuntos relacionados à fertilidade, gravidez e medicina reprodutiva? Então entre em contato conosco: https://origen.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *