Skip to main content
 -
Sou jornalista e meu gosto por aventuras já me levou a lugares extremos! Com vontade e estratégia superei desafios artificiais e selvagens que se interpunham às histórias que buscava, acumulando experiência e técnicas. No Rotas do Explorador mostro expedições e dicas outdoor.

Top 5 absurdos das trilhas perto da minha casa. Quais são os seus pesares em trilhas?

Vista do Parque das Mangabeiras, com o Pico Belo Horizonte e o Chapéu de Bruxa ao fundo (Foto: Mateus Parreiras)

Nas minhas andanças pelas trilhas mais próximas da minha casa, em Belo Horizonte, já me levaram a lugares muito belos. Isso é inegável. Mas, por esses caminhos, não posso deixar de expressar as minhas tristezas. Então, hoje, resolvi elencar um top 5 das coisas de Belo Horizonte e região que mais me atrapalham nas trilhas. Diga aqui, nos comentários, quais são as que te aborrecem na sua cidade!

  • Primeira – Não poder atravessar a Serra do Curral até o Parque dos Mangabeiras. Dizem que é para preservar e por segurança. Acho inadmissível. Se tem termo de responsabilidade para entrar na mata por causa da Febre Amarela, façam um para a travessia! Isso, para mim, é economia dessa prefeitura inerte. O mesmo ocorre com as trilhas do Parque das mangabeiras que estão fechadas até hoje! Difícil conscientizar jovens para que respeitem e amem espaços onde não são bem-vindos.

Assista ao vídeo sobre a proibição da travessia no meu Canal do YouTube, o Missão Carcará e se inscreva se curtir 😉

00

  • Segunda –  A cava concretada da mina de Águas Claras. Um rombo na Serra do Curral, do lado de Nova Lima. Não conheço quem passe por lá e não suspire de pesar ao ver essa devastação. Passou da hora de reconformar e reintegrar à natureza não, heim? Concessão já passou há tempos e o minério acabou, né?
Pequena escalaminhada ao Pico Belo Horizonte que escolhemos fazer para dar um pouco mais de emoção (Foto: Leonardo Francia)
  • Terceira – Pico Belo Horizonte devastado de cima a baixo. Não há trilhas oficiais. Motos de trilha esburacam a formação montanhosa por inteiro. Voçorocas se formam nas trilhas e na cava abandonada da mina que fica abaixo, no sopé. Em cima, sem uma unidade ou parque o cume da Serra do Curral, que atinge 1.390 metros, teve seu marco geodésico destruído, roubado e transformado em suporte de fogueiras e acaba enterrado no meio de lixo.
Barragem da Anglogold em Nova Lima retém produtos extremamente tóxicos e parece sangue (Foto: Mateus Parreiras)
  • Quarta – Barragem da Anglogold que minera ouro e retém produtos tóxicos. Parece uma barragem de sangue, vermelha escura, um impacto terrível para quem faz trilhas, como a consagrada BH-Nova Lima.

Assista ao vídeo da visão da barragem pela trilha da travessia no meu canal do YouTube, o Missão Carcará e se inscreva lá!

  • Quinta – Fecharam a trilha da Praça Alasca para o Mirante do Belvedere! Foi a primeira trilha que pedi para meu pai fazer comigo, aos 7 anos, quando via o alto das montanha da minha casa. Para mim, mais uma vez culpa da galera das motos de trilha em terrenos que não são para isso. Vai lá para o Chefão ou para Sabará em vez de escavar as montanhas e resultar em fechamento das trilhas para todo mundo. Brigado! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *