Deixem a terra em paz

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

Sei que precisamos seguir a vida, mas desde 25 de janeiro, quando uma barragem de rejeitos da Vale se rompeu na comunidade de Córrego do Feijão, em Brumadinho, está difícil falar de futebol. Estive algumas vezes no município da Região Metropolitana de Belo Horizonte nos dias que se seguiram à tragédia participando da cobertura para o jornal Estado de Minas/portal […]