As consequências de mais um clássico

Publicado em Sem categoria

Impressionante como o resultado do clássico muda o humor dos torcedores. Depois dos 3 a 1 de domingo, no Independência, os atleticanos voltaram a confiar no time, pararam de criticar Roger Machado, estão muito animados para a sequência da temporada, inclusive no próprio Campeonato Brasileiro, no qual o time chegou a figurar na zona de rebaixamento. Já muitos cruzeirenses perderam de vez a paciência com o time, que não consegue engrenar em 2017, e pedem a cabeça de Mano Menezes.

É preciso cuidado de ambos os lados. Nem o Atlético virou um supertime por ter vencido o clássico, nem o Cruzeiro é uma porcaria. O time alvinegro continua desequilibrado, como muita qualidade do meio para frente e algumas carências no sistema defensivo. E também ainda sofre com a irregularidade e com a contusões de seus atletas. Já a equipe celeste sofre com a fragilidade de sua defesa, que não tem conseguido atuar em alto nível, sofrendo gols demais – foram 14 nos últimos 10 jogos.

O Galo não tem nem tempo para comemorar, pois embarca nesta segunda-feira para Cochabamba, na Bolívia, onde fará o jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores, contra o Jorge Wilsterman, na quarta-feira. É favorito, mas precisará provar em campo o favoritismo. Derrota na altitude poderá transformar o jogo de volta em muito perigoso.

Já o Cruzeiro tem a semana inteira para refletir sobre os erros. Mano Menezes já disse que o time precisa se manter ligado o jogo todo, o que não vem ocorrendo. No domingo foi justamente o que se viu: depois de começar bem, abrir o placar e ter chance de ampliar a vantagem, caiu de produção e acabou tomando a virada. Se apenas alguns dias de treino serão suficientes para corrigir os erros só os próximos jogos nos dirão. O certo é que o primeiro passo para melhorar é admitir os defeitos e isso parece que os cruzeirenses fizeram.

Agora, vamos esperar até a segunda quinzena de outubro para assistir um novo embate entre os tradicionais rivais. Até lá, muita coisa vai acontecer. Mas esperamos que seja tão bom quanto foi o deste fim de semana.

Um comentário para “As consequências de mais um clássico

  1. Gostaria de apenas dois registros. Primeiro: tenho notado que parte da imprensa vive torcendo para jogos as duas torcidas presentes. Vejam no que deu com alguns gatos pingados da torcida adversária arremessando “coisas” na torcida do Galo. Segundo: A polícia nem sequer teve capacidade de identificar os autores no meio de tão pouca gente para puni-los.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *