Tite, a Seleção e o Galo

Publicado em Sem categoria

Que Tite é o técnico mais capacitado para comandar a Seleção Brasileira parecia óbvio já há algum tempo. Excelente trabalho no Corinthians, onde conquistou praticamente todos os títulos possíveis, conhecimento de futebol, capacidade para gerenciar pessoas, boa relação com a imprensa, currículo é o que não falta ao gaúcho de Caxias do Sul.

A aprovação dos torcedores foi quase unânime, até pela antipatia gerada pelo antecessor, Dunga, quase sempre mal-humorado e com certa mania de perseguição. Tite tem personalidade inversa, costuma ser sereno nas declarações, é agregador, não foge das responsabilidades, tem conceitos modernos de futebol. Ou seja, é o treinador dos sonhos de todos os torcedores.

 

 

 

Tite21062016

 

Mas será que ele seria bem aceito no Atlético atualmente? Me parece que a má campanha à frente da equipe ainda pesa na avaliação de muitos atleticanos passados quase 11 anos da passagem do gaúcho pela Cidade do Galo. Há os que o culpam diretamente pela queda da equipe para a Série B do Campeonato Brasileiro, mancha terrível na história do clube.

Creio que o tanto o Galo quanto o treinador subiram de patamar desde então. Enquanto o time alvinegro foi campeão da Copa Libertadores e da Copa do Brasil, além de brigar sempre em cima nos Campeonatos Brasileiros dos últimos anos, Tite levou outro time de massa, o Corinthians, ao paraíso com as conquistas da Libertadores e também do Mundial de Clubes, além de dois Brasileiros.

Um reencontro dos dois poderia render muitos frutos. Só acredito que isso não ocorrerá tão cedo. Ao menos se as coisas transcorrerem dentro da normalidade. Tite tem tudo para fazer grande trabalho na Seleção Brasileiro. Assim como Marcelo Oliveira no Atlético. No futuro, quem sabe?

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *