Instituto de Radioterapia São Francisco é reinaugurado

Publicado em câncer, oncologia, saúde

Após ampla reestruturação, Instituto de Radioterapia São Francisco é reinaugurado com salas, consultórios e equipamentos totalmente novos

Com ambiente mais iluminado, acessível e moderno, o Instituto de Radioterapia São Francisco, localizado no bairro Concórdia, em Belo Horizonte, acaba de ser reinaugurado. O projeto foi pensado para promover o bem-estar e a melhor experiência do paciente oncológico. E teve como resultado uma clínica completamente renovada, com o corpo médico ampliado e a aquisição de equipamentos de ponta.

Segundo Miguel Torres, presidente do instituto, a clínica aumentou em 25% sua capacidade de atendimento. O investimento total para a reforma girou em torno de R$ 9 milhões. “Grande parte desse investimento se deve aos equipamentos, que são de fabricação inglesa. São eles: o acelerador linear habilitado para as técnicas mais modernas de radioterapia, como a IMRT – radioterapia com intensidade modulada, e um aparelho de braquiterapia de alta taxa de dose, habilitado para braquiterapia guiada por imagens”, exemplifica. “Algumas técnicas que implementamos pode oferecer chance de cura maior que a convencional”, complementa Miguel.

O Instituto também apostou no uso de tecnologias para melhorar o acolhimento do paciente visando o que é percebido como valor por ele. Por exemplo, a organização do plano de tratamento, no qual o paciente recebe, no celular pessoal, mensagens informativas com todas as etapas do tratamento. “Essas mensagens ajudam a diminuir a ansiedade e fazem parte do projeto de atendimento humanizado e mais cuidadoso. Ou seja, atende necessidades que os pacientes nem sabem que tem”, explica Torres.

A clínica atende tanto pacientes da rede particular quanto do SUS. “Estamos fazendo de tudo para que o novo instituto ofereça a todos os pacientes a melhor experiência possível diante de um momento tão complicado como o enfrentamento de um câncer”, afirma o médico. “Nossa meta é oferecer um tratamento de excelência para todos, sem exceção”.

Arquitetura

Sabendo que o ambiente de acolhimento influencia diretamente na experiência do paciente, o instituto também investiu na arquitetura. “Na parte visual, por exemplo, investimos em projeto luminotécnico e na harmonia entre cores para transformar recepção e consultórios em lugares mais acolhedores”, comenta Miguel Torres.

Fugindo do tradicional, o projeto incluiu cores mais vibrantes, como detalhes em laranja e azul, que contrastam com os tons neutros da parede e do piso. Além disso, o instituto também investiu na funcionalidade dos elementos, como a climatização dos ambientes e utilização de piso em vinílico, ideal para  ambientes hospitalares, que evita quedas e é de fácil higienização. Quadros que remetem a paisagens tranqüilizadoras e motivacionais foram inseridos em locais muito bem planejados com base na cromoterapia.

“Temos um novo Instituto, com equipamentos novos e modernos e novo layout pensado totalmente para o conforto e qualidade do atendimento ao paciente. Queremos que ele se sinta em casa”, comenta Miguel Torres. O próximo passo será a construção de uma área verde de convivência: com projeto paisagístico e flores de cores diversas, como uma opção de descanso e relaxamento dentro da própria clínica. “Nossa missão é tratar os pacientes como gostaríamos de sermos tratados”, finaliza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *