Como o acesso a múltiplas telas pode afetar a visão?

Publicado em Sem categoria

Especialista alerta para as consequências do esforço da visão por período prolongado

Seu filho passa o dia inteiro conectado a várias telas ao mesmo tempo, como TV, celular, tablet e computador? Esse hábito é extremamente comum e, segundo uma pesquisa italiana, realizada pelas agências ZooCom e Havas, os jovens da Geração Z (nascidos entre 2000 e 2010) utilizam todas essas opções porque necessitam de uma ampla experiência de entretenimento. Entretanto, do ponto de vista oftalmológico, passar muito tempo olhando para telas pode ser prejudicial à visão?

O recente Relatório McKinsey&Company aponta que o brasileiro passa, em média, nove horas online, todos os dias. E dois terços dos brasileiros têm smartphone. Para Cláudio Trindade, doutor em Oftalmologia pela Universidade de São Paulo (USP), a exposição prolongada a telas luminosas, por si só, não causa dano imediato ou grave à estrutura do olho. Contudo, ele alerta que o esforço da visão de perto, ou seja, o esforço de se olhar para curtas distâncias, e a contração da musculatura do interior do olho, por períodos prolongados, pode promover o aumento de miopia. “A miopia acarreta a necessidade de uso de óculos, e pode tornar algumas estruturas do olho mais frágeis”, afirma.

A Organização Mundial da Saúde – OMS não recomenda o contato com telas para bebês com menos de um ano. Já para crianças acima de dois anos, o tempo máximo de contato visual deve ser de uma hora.

O médico ainda destaca que a exposição às telas pode gerar uma frequência de piscar reduzida, ou seja, o olho fica mais tempo aberto, recebendo menos lubrificação. “Isso pode causar sintomas de ardência e sensação de olho seco que, apesar de não serem graves, são bastante incômodos”, destaca Cláudio Trindade.

A orientação, tanto para jovens, quanto adultos, é a ponderação. Fazer intervalos durante a exposição, segundo Cláudio Trindade, pode ser muito importante. “A cada 15 minutos de visualização de alguma tela, um telefone, e até mesmo um livro, deve-se acrescer um período de descanso de cinco minutos, com a visão mais dedicada à longa distância, como visualização de alguma paisagem, ou atividade ao ar livre”, orienta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *