Falhas na sobrancelha? Transplante é opção para acabamento natural

Publicado em Autoestima

Os recentes desfiles de moda internacionais já mostraram: a tendência para 2019 é investir na beleza natural. Na última São Paulo Fashion Week, por exemplo, ficou claro que as fluffybrows estão em voga, ou seja, sobrancelhas naturais e volumosas. Chega de preenchimento artificial! Mas, e quem possui falhas nas sobrancelhas, como se sentir confortável para aderir à moda?

 A dermatologista, especialista em Tricologia Médica, Luiza Ottoni, dá a dica: transplante de sobrancelha! Através das técnicas FUE ou FUT, é possível transferir fios mais finos do couro cabeludo, um a um, para o local na sobrancelha. Eles são retirados da parte lateral ou posterior da cabeça. “Fica com aspecto muito natural, já que são utilizados fios da própria pessoa”, afirma a médica.

 A solução está ganhando, aos poucos, espaço no mercado. Muitas pessoas já aderiram, de acordo com Luiza Ottoni. “Toda semana recebo algum paciente que busca fazer o transplante de sobrancelha. A procura tem crescido. Muitas pessoas, a maioria mulheres, me procuram porque não tiveram um resultado satisfatório com a micropigmentação ou não aguentam mais preencher as falhas com maquiagem”, comenta a médica.

 A sessão dura cerca de 3 horas e meia a 4 horas, o paciente recebe anestesia local e, em alguns casos, pode ser necessária a sedação. O pós-operatório é bem tranquilo, e é recomendado apenas evitar atividades físicas que possam impactar o local, como lutas e natação.

Há apenas um cuidado especial a se tomar com a nova sobrancelha: aparar para evitar o crescimento. “Assim como a sobrancelha natural, que precisa ser feita com certa frequência, a sobrancelha transplantada precisa ser aparada a cada semana, ou de 15 em 15 dias. Como a gente utiliza fios retirados do couro cabeludo, eles apresentam maior crescimento que os originais. Acredito que esse é um detalhe bem tranquilo”, orienta Luiza Ottoni.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *