Dentadura mal ajustada é fator de risco para câncer bucal

Publicado em cancer
Inca estima 14.700 novos casos de câncer bucal em 2018

Certamente, você conhece pelo menos uma pessoa que faz uso de prótese dentária, a famosa dentadura. O que muita gente nem imagina é que a prótese, quando mal ajustada, torna-se um fator de risco para o surgimento do câncer bucal. “A dentadura mal ajustada machuca a região da boca e o corpo inicia um processo de cicatrização. Se isso acontece frequentemente, pode surgir um tumor na região devido ao trauma repetitivo”, explica Thiago Jardim Arruda, radio-oncologista do Instituto de Radioterapia São Francisco. O Instituto Nacional de Câncer (INCA) estima que vão surgir aproximadamente 15 mil novos casos da doença só neste ano e os homens são os principais afetados: 11.200 casos, contra 3.500 envolvendo mulheres.

Segundo o especialista, o principal sintoma é uma ferida que não cicatriza por um período de duas semanas ou mais. “Além disso, geralmente há sangramento associado a essa ferida e dor local. É importante não confundir esses sintomas com sangramentos relacionados à escovação e a problemas dentários, que dizem respeito a outras questões”, diz.

Caso o paciente identifique algum desses sintomas, deve procurar um médico o quanto antes. “O diagnóstico definitivo é feito através da biopsia da área suspeita. Só um especialista poderá identificar se realmente se trata de um câncer bucal”, orienta. Segundo o médico, a abordagem inicial geralmente é cirúrgica, mas existem casos onde a cura pode ser atingida utilizando somente a Radioterapia. “Normalmente, após a retirada do tumor, avaliamos se há necessidade de radioterapia ou quimioterapia. Cada caso deve ser avaliado individualmente”, diz Thiago Jardim Arruda.

Para evitar o problema, o especialista recomenda que o paciente procure bons profissionais, que vão confeccionar próteses de qualidade e orientar sobre higiene adequada.

Cigarro e álcool

O radio-oncologista explica que, apesar da prótese mal ajustada ser um fator de risco, o que leva a grande maioria das pessoas a terem um câncer bucal ainda são os maus hábitos. “O consumo de álcool e o tabagismo são os maiores causadores da doença. É importante frisar isso para que a população tenha consciência dos riscos que podem ser evitados”, diz.

Um comentário para “Dentadura mal ajustada é fator de risco para câncer bucal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *