Os riscos dos recipientes plásticos para a saúde

Publicado em Sem categoria

Especialista em clínica médica e nutrição funcional esclarece as principais dúvidas sobre armazenamento correto de alimentos e bebidas

A correria do dia a dia é um dos fatores que impedem muitas pessoas de cozinhar as próprias refeições. Mesmo assim, para se alimentar bem, há quem separe um tempinho para preparar tudo e deixar congelado. Porém, dependendo de como for armazenada, até essa comida caseira pode fazer mal à saúde. O uso de recipientes de plástico pode afetar a composição dos alimentos, causando alterações no organismo. Para conhecer melhor sobre os tipos seguros de armazenamento, a médica Sarina Occhipinti, especialista em clínica médica e nutrição funcional, do Instituto Sari (Nova Lima/MG), responde dúvidas comuns das pessoas.

  1. Posso guardar alimentos na geladeira em recipientes de plástico?

Melhor não. O plástico tem muitos elementos químicos em sua composição, e isso pode afetar nosso corpo. Prefira recipientes de vidro ou de aço inox, pois até mesmo o tipo de plástico conhecido como BPA Free, livre de bisfenol A, contém bisfenol S e bisfenol F, que são bastante prejudiciais, mas ainda não estão regulamentados. Esses compostos são perigosos para a saúde, e é muito comum eles estarem presentes em embalagens de comida.

  1. Posso usar vasilhas de plástico apenas para esquentar comida no micro-ondas?

Evite! O bisfenol é liberado no alimento, especialmente se for aquecido. O melhor jeito de evitar o bisfenol A, o S ou o F é usar recipientes de outros materiais, sem ser de plástico – o vidro é sempre uma opção, mas, cuidado com a temperatura na hora de retirar a vasilha do micro-ondas. Além disso, se você usar recipientes de vidro, cuidado com a tampa, se for de plástico. Nesse caso, sua comida não vai estar livre dos compostos, pois pode encostar na  tampa.

  1. Como faço para saber se o plástico é livre de BPA?

Se na embalagem plástica, na parte em que é possível encontrar aquele símbolo de reciclagem, houver os números 3 ou 7, é porque contem o bisfenol A. Mesmo assim, o plástico livre de BPA não significa que é seguro, como disse. Contém outros elementos químicos e, portanto, não devem ser utilizados junto com alimentos. As pessoas devem ficar atentas a isso e utilizar outros tipos de recipientes, como os de vidro.

  1. E por que o plástico faz mal à saúde?

O plástico contém, além de bisfenois que alteram nossos hormônios, outros produtos tóxicos, como o estireno, que é altamente cancerígeno. Esses hormônios anômalos que estão presentes nos plásticos podem causar puberdade precoce em crianças, infertilidade, vários tipos de cânceres e são fatores determinantes de obesidade. Podem até existir plásticos que não causam mal algum, mas, enquanto as entidades governamentais não regulamentarem uma forma de nos informar sobre produtos intoxicantes que cada tipo de plástico pode liberar, o melhor é evitar.

  1. Então, aquele copinho de plástico que usamos para tomar café depois de almoçar, pode nos fazer mal?

Exatamente. Esses copos de plástico podem conter os bisfenois e estirenos e liberar os compostos na bebida e, especialmente quando aquecidos, como no caso do café, na mamadeira do bebê com leite quente, com chá, entre outras bebidas. Estudos demonstram que, após um copo de café em recipiente plástico, o nível de hormônios anômalos pode aumentar absurdamente.

 

2 comentários para “Os riscos dos recipientes plásticos para a saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *