Agulha é a grande aliada da pele

Publicado em cirurgia plástica, Dermatologia

Inimiga da nossa infância, a agulha hoje é uma das principais aliadas da saúde da pele. As técnicas de indução de colágeno por agulhas – mais conhecidas como microagulhamento –, desenvolvidas e aperfeiçoadas por especialistas brasileiros, hoje são usadas para tratar cicatrizes, queimaduras, melasma, flacidez, rugas, estrias, celulite, entre muitas outras necessidades.

Inimiga da nossa infância, a agulha hoje é uma das principais aliadas da saúde da pele

Referência mundial em pesquisas e resultados com Indução Percutânea de Colágeno com Agulhas (IPCA), o dermatologista Emerson Lima destaca que o diferencial das agulhas é a ação superficial, mas efetiva, ao contrário de intervenções cirúrgicas e outros procedimentos. “A característica da agulha é de não estimular uma nova pele, destruir ou cortar a pele danificada. As agulhas perfuram a pele, causando uma inflamação e, consequentemente, estimulam o colágeno. E isso leva a resultados extraordinários”, explica.

Aperfeiçoando o uso das agulhas, o especialista desenvolveu uma técnica que combina microagulhamento com radiofreqüência. “A radiofrequência é um adicional ao estímulo de produção de colágeno. Ela é uma energia randômica, que tem potencial de estimular colágeno. Sendo operada de forma fracionada, mensurada e com responsabilidade, ela gera uma cascata inflamatória, estimulando o colágeno por via transcutânea”, explica.

Congresso vai apresentar inovações

De acordo com Lima, hoje algumas aplicações das microagulhas merecem destaque por seus resultados: cicatrizes, estrias, flacidez facial e corporal, tratamentos capilares como calvície masculina e feminina, plástica nas pálpebras (blefaroplastia) sem cortes e drug delivery (técnica que administra ativos e medicamentos na pele por meio das agulhas, tratando rugas, flacidez etc.).

As novidades desses procedimentos serão debatidas no 30º Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatológica, entre os dias 27 e 30 de abril, no Expominas, em Belo Horizonte. Segundo Lima, a atenção especial das microagulhas é justificada por ser uma técnica que virou referência na qualidade de vida dos pacientes, seja saúde ou estética. “As microagulhas permitem o ganho funcional dos pacientes. Alguns deles tinham cicatrizes que os impediam de abrir os olhos, abrir a boca, isso foi solucionado com a técnica”, exemplifica.

Cicatrizes como as de acne, pós-queimaduras graves e pós-acidentes de carro, que afetam consideravelmente a autoestima, também apresentam excelentes resultados. “Temos, ainda, pacientes com queimaduras que carregaram por anos as marcas de um acidente. O tratamento com as agulhas tem um efeito de superação de traumas, também”, ressalta Lima.

Um comentário para “Agulha é a grande aliada da pele

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *