Como fazer yoga e meditação em casa

Yoga e meditação são práticas recomendadas em tempos de isolamento. Foto – Arquivo Pessoal

 

Por: Fran Parameshvarii, instrutora de Yoga e de Meditação, terapeuta Reiki e Ginecologia Natural

 

O que é yoga e meditação?

 

O yoga é uma prática que movimenta o corpo, promovendo bem estar e saúde, pois libera as tensões e a energia acumulada nos nossos músculos e articulações. O yoga estimula a produção de hormônios pelo nosso corpo, aumentando a imunidade e nos conectando com o aqui e o agora.

Já a meditação é uma prática que ativa o nosso cérebro de uma forma positiva, afastando os pensamentos ansiosos e repetitivos, promovendo saúde, liberando as tensões e nos conectando com o amor Divino (independentemente da religião).

 

E qual a importância do yoga e da meditação nesse momento?

 

O momento de quarentena que vivemos nos faz refletir sobre a forma como estamos vivendo nesse planeta e como nos relacionamos uns com os outros e com o nosso próprio ser.

Cortar o contato físico com as pessoas é difícil, deixar de fazer as nossas atividades do dia a dia e movimentar o nosso corpo traz angústia e ansiedade, porque fomos feitos para o movimento, para a vida em comunidade e o isolamento nos traz um sentimento de solidão.

Mas esse mesmo isolamento pode nos trazer muitos ensinamentos! Pode nos mostrar novas formas de contato e conexão, novas formas de relacionamento, novas formas de movimentar o nosso corpo e também de transformar a solidão em solitude, de forma que possamos movimentar uma conexão interna conosco, reaprendendo a apreciar nossa própria companhia.

No meio de tudo isso, os movimentos do yoga e da meditação são essenciais para que possamos passar por esse período com mais empatia, amor e conexão.

 

Dicas para a prática de yoga e meditação:

 

  1. Escolha um local tranquilo e arejado e estenda no chão um tapetinho de yoga, uma toalha ou uma canga. Pegue também almofadas para ficar bem confortável. Se for difícil para você ficar sentado (a) no chão, pode usar também uma cadeira onde os teus pés toquem totalmente o chão para não haver dores na coluna

 

  1. Escolha uma trilha sonora calma e tranquila, como por exemplo, sons da natureza (água corrente, vento, folhas caindo) ou simplesmente ouça o som dos pássaros, da chuva ou do vento. Outra dica é o aplicativo Insight Timer, que você pode baixar no seu celular. Lá pode selecionar a música e o tempo de meditação, assim como acompanhar meditações guiadas

 

  1. Se quiser, borrife algum aroma ou acenda um incenso

 

  1. Depois de organizado o local, sente-se de maneira confortável e com a coluna ereta. Em seguida, repouse as suas mãos sobre os joelhos

 

  1. Feche os olhos e faça três respirações bem profundas, soltando o ar pela boca num suspiro

 

  1. Sentindo o seu corpo relaxado, mantenha os olhos fechados e inicie respirações nasais e profundas.

 

  1. Perceba o ar entrando e saindo pelas suas narinas, perceba as suas costelas se expandindo a cada inspiração e retornando a cada exalação. Vá trazendo a sua concentração para o seu corpo e para os movimentos da sua respiração.

 

  1. Inicie uma contagem na sua respiração: conte de um até quatro para inspirar e de seis até um para exalar, tornando a exalação mais profunda que a inspiração.

 

  1. Faça esse movimento de contagem por até 10 ciclos e depois pare de contar, mantendo a sua atenção no seu corpo e na sua respiração.

 

  1. Observe seus pensamentos e se eles estiverem muito acelerados, retome o ciclo de contagem. Assim que perceber a mente mais vazia, pare de contar novamente e assim sucessivamente

 

  1. Comece com 5 minutos diários e vá aumentando o tempo conforme for se sentindo confortável

 

  1. Não se preocupe se uma enxurrada de pensamentos vier na sua mente. É natural, a nossa mente foi feita para pensar. Procure se desligar desses pensamentos como se estivesse assistindo eles passarem na sua tela mental

 

  1. Meditar não é não pensar em nada, mas sim observar os pensamentos que surgem sem se deixar levar por eles, retornando a sua atenção para o seu corpo e a sua respiração.

 

  1. Use e abuse desse tempo livre para se conectar com você e com o seu corpo, porque afinal, é isso que importa, não é mesmo?

 

Você pode acompanhar outras dicas, aulas e meditações pelos meus canais no Facebook e Instagram: franparameshvarii.

 

Muito amor e luz para todos!

Namastê!

Hari Om!

 

Veja também: 10 dicas para controlar a ansiedade em tempos de coronavírus

Izabela Cardoso

Sou Izabela Cardoso Praça, tenho 25 anos, cristã, jornalista, produtora de conteúdo e blogueira. Amo ajudar e inspirar pessoas com a minha história, onde busco superar a depressão e a ansiedade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *