Dia do Professor

 

 

 

Professor e alunos em sala
Foto: Pixabay

Dia do Professor

 

 

 

No dia 15 de outubro comemoramos o Dia do Professor. Mas nem todos eles têm motivos para comemorar, principalmente neste ano que com a pandemia suspenderam as aulas, trazendo estresse tanto aos professores, alunos e pais.

Portanto para auxiliar os professores a enfrentarem esses problemas, conversei com a psiquiatra Kelly Pereira Robis, professora do curso de Medicina   da UFMG e da PUC/Minas.

Há alguns pontos importantes a serem tratados. “A saúde mental dos professores é um conjunto de fatores relacionados ao estresse que precisam ser considerados, não só do aluno”.

O professor tem um conjunto de ferramentas para o ensino que estão totalmente prejudicadas, que é o próprio feedback social do aluno. É olhar para o aluno e entender se ele compreendeu ou não a matéria. Quando o ensino torna-se virtual, o professor simplesmente perde esse parâmetro de feedback social. Esse é um dos grandes causadores de estresse, avalia a médica.

       Outro Problema

Outro problema é o regime em home office que traz prejuízos na condução dos casos e das disciplinas de modo geral, “e acredito que está relacionado com um nível de frustração maior, porque o nível de engajamento dos alunos tende a cair com o regime remoto, o nível desempenho também, e o  nível de cobrança também é modificado com o regime remoto”.

A psiquiatra diz que o trabalho em si mudou de perspectiva, e rápido, e sem um conjunto de medidas que precisariam ser tomadas para o ensino EAD (Ensino a Distância). “Outro ponto gerador de ansiedade é a imprevisibilidade, pois os professores tinham um cronograma e precisa modificar, sabendo que nos próximos meses e anos todo o cronograma precisaria ser modificado, então vai ter se iniciar um processo de readaptação do fato”.

A pandemia trouxe uma realidade, que na avaliação da psiquiatra Kelly Robis proporcionou o surgimento de sintomas ligados a ansiedade. Considero que nós temos um conjunto de muitos fatores relacionados a uma chance maior de surgimento de sintomas de ansiedade e frustração, diante dessa atual realidade.

 

Izabela Cardoso

Sou Izabela Cardoso Praça, tenho 25 anos, cristã, jornalista, produtora de conteúdo e blogueira. Amo ajudar e inspirar pessoas com a minha história, onde busco superar a depressão e a ansiedade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *