A IMPORTÂNCIA DA DANÇA NA SAÚDE MENTAL!

A saúde mental e a dança
Foto: Pixabay- A IMPORTÂNCIA DA DANÇA NA SAÚDE MENTAL!

A IMPORTÂNCIA DA DANÇA NA SAÚDE MENTAL!

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a saúde mental é caracterizada por um estado de bem-estar no qual uma pessoa é capaz de apreciar a vida, trabalhar e contribuir para o meio em que vive ao mesmo tempo em que administra suas próprias emoções por isso a importância da dança na saúde mental.

Em palavras simples, isso quer dizer conseguir lidar tanto com sentimentos positivos, como alegria, amor e coragem, como com os negativos, como tristeza, ciúmes e frustrações.

O que percebemos

Quando percebemos uma queda no humor, os neurotransmissores no cérebro estão em plena troca, influenciando na sua saúde física.

Atualmente tem crescido significativamente os casos de transtornos mentais, com predominância aos quadros ansiosos e depressivos.

Maneiras de Melhorar a saúde mental

A dança é uma atividade física que contribui significativamente à saúde mental, sendo uma das atividades mais completas pois além de melhorar a sua socialização com outras pessoas, te proporciona momentos alegres, divertidos te conectando ao princípio do prazer.

Também alivia o estresse, libera um neurotransmissor chamado serotonina, que sua ausência é um dos pilares do quadro depressivo, dando sensação de alívio, relaxamento e bem-estar, melhorando sua qualidade de vida e do seu sono.

O que a dança faz ?

Alguns estudos identificaram que a dança diminuiu o quadro depressivo, da ansiedade, melhora no relaxamento e a canalização da adrenalina, que em excesso, traz transtornos mentais e ansiedade.

Agora vamos pensar: É possível dançar sem sorrir? Não. Dançar além de ser saudável e muito divertido, auxilia no estabelecimento de novas conexões sociais, aumento do círculo de amigos e ao se concentrar na dança, você esquece por um tempo dos seus problemas, dando um alívio ao seu cérebro das suas preocupações.

Como vale dançar

Vale dançar acompanhado, sozinho, tentar aprender aquela coreografia da música da moda de hoje, se inspirar nos seus dançarinos preferidos e o melhor de tudo, que é possível fazer tudo isso de graça!

Escolha a sua música preferida, aumente o som e aproveite dos benefícios que a dança pode te proporcionar, afinal, cuidar da saúde mental, além de outros cuidados, e dançando é um grande privilégio.

Caso tenha dificuldades de administrar suas emoções, ou perceba que nada disso está te ajudando, é hora de encontrar um psicólogo para chamar de seu! Procure ajuda!

Simone Nunes de Freitas

Psicóloga

Leia também

Izabela Cardoso

Sou Izabela Cardoso Praça, tenho 25 anos, cristã, jornalista, produtora de conteúdo e blogueira. Amo ajudar e inspirar pessoas com a minha história, onde busco superar a depressão e a ansiedade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *