Um balanço da Primeira fase da Liga dos Campeões

Publicado em

Terminada a primeira fase da Liga dos Campeões, eis algumas considerações. Nada de Paris Saint-Germain, Real Madrid ou Barcelona. A melhor campanha nesta etapa inicial é do Tottenham, com 88,9% de aproveitamento e um ataque que marcou 15 gols e sofreu apenas quatro em seis jogos. Graças ao belo trabalho do argentino Maurício Pochenttino, o time soube encarar Real e Borussia de igual para igual. A vitória sobre os merengues por 3 a 1, em Londres, com show de Dele Alli, autor de dois gols, foi o ápice da bela campanha, coroada com o primeiro lugar do Grupo H.

Mas o Tottenham pode encontrar pedreiras logo nas oitavas. Isso porque poderá encontrar Juventus ou Chelsea ou Bayern de Munique, times que teoricamente estão à frente em termos de qualidade. O que chama a atenção no time inglês é o forte poderio defensivo e a capacidade de jogar com marcação adiantada, uma das maiores contribuições de Pochenttino.

E o PSG de Neymar? Reinou absoluto no grupo que teve Bayern, Celtic e Anderlecht. Foram 25 gols na primeira fase, com goleadas expressivas, como os 5 a 0 e 7 a 1 sobre o Celtic e os 3 a 0 sobre o próprio Bayern. Mas a imprensa francesa já vê a queda de rendimento da equipe com certa preocupação. A derrota para os bávaros por 3 a 1 pouco inferiu na classificação, mas deu mostras de que o time de Unai Emery ainda tem de evoluir em muitos quesitos para sonhar com o título continental. E saber jogar como visitante, defendendo-se bem contra equipes com ataques de qualidade.

O Barcelona fez uma primeira fase consistente, mas não empolgou. O que mais chamou a atenção foram os números defensivos – levou apenas um gol em seis jogos. Há de se destacar o empate sem gols com a Juventus, em Turim, minimizando a chuva de críticas da equipe depois de ser goleada por 3 a 0 na última edição e ser eliminado nas quartas de final. Mesmo sem Neymar, Messi foi às redes três vezes. Mas ainda está longe do artilheiro, Cristiano Ronaldo, que marcou oito.

A decepção na fase inicial foi o Benfica. Favorito à segunda vaga, o time português não conseguiu somar nenhum ponto, sendo derrotado em todos os seis jogos. E o atacante Jonas, que fez gols decisivos recentemente, vive má fase e tem sido reserva na equipe dirigida por Rui Vitoria.

O sorteio das oitavas de final será na segunda-feira, 11 de dezembro, na Suíça.

NÚMEROS DA PRIMEIRA FASE

Melhor campanha
Tottenham (5 vitórias e 1 empate) – 88,9% de aproveitamento

Pior campanha (entre os segundos colocados)
Sevilla (2 vitórias, 3 empates e 1 derrota) – 50% de aproveitamento

Melhor ataque
PSG (25 gols)

Melhor defesa
Barcelona (1 gol sofrido)

Artilheiro
Cristiano Ronaldo (Real Madrid) – 8 gols

Decepção
Benfica (nenhum ponto na fase de classificação)

Zebra
Basel (segundo classificado no Grupo A)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *