O show de bola vai começar

Publicado em

Mané, Salah , Firmino, Shaqiri, Origi e Oxlade-Chamberlain. Esse sexteto que dominou o futebol europeu na última temporada torna-se o centro das atenções na Liga dos Campeões, cuja fase de grupos começa nesta terça-feira. O poderoso ataque do Liverpool, comandado por Jurgen Klöpp, foi o responsável por dar ao clube inglês uma conquista que não vinha desde 2005 e que mostrou ao mundo um estilo de jogo diferente e ousado: com ênfase na marcação forte com linhas mais à frente e intensa troca de passes no ataque.

É incrível como o nível de futebol da Liga dos Campeões é muito superior ao da maioria dos campeonatos do mundo. Jogos com muitos gols, lances de genialidade, emoção e viradas inesperadas fazem parte de uma competição cujo lema é o show de bola.

Mas não é apenas o Liverpool quem chega como favorito. Sob o comando de Zinedine Zidane, o Real Madrid, que teve interrompida na última edição a hegemonia de títulos europeus, desponta como candidato ao título. O clube fez uma das melhores contratações no Velho Continente: o belga Hazard, que será o ponto de equilíbrio do time. Com Vinícius Júnior e Lucas Vazquez pelos lados e Benzema à frente, o setor de ataque torna-se a principal ameaça aos adversários.

Na mesma chave do Real está o PSG. Não se sabe se a equipe de Neymar terá força para lutar contra os grandes. É uma equipe que ainda tem carências no meio-campo e necessita de acerto para que possa vencer. Neymar também precisará pensar somente na bola e deixar os holofotes externos de fora para começar a brilhar e a tentar levar os franceses a um título inédito.

Sempre candidato ao caneco, o Barcelona agora terá vida difícil, já que caiu em chave com Internazionale e Borussia Dortmund. Ainda assim, o time de Messi e Suárez deve passar em primeiro, apostando alto na habilidade individuais de seus jogadores de frente. Desta vez, a equipe não conta com Philippe Coutinho, que defenderá o sempre grande Bayern de Munique.

Sempre temos de lembrar também da Juventus, um time de tradição. O clube começa uma nova era com Maurizio Sarri no comando. O treinador tem como trunfo Cristiano Ronaldo, que fracassou em seu primeiro ano no projeto de dar o título à Juve. Outros pontos fortes são Douglas Costa , o colombiano Cuadrad e o argentino Dybala. A equipe também terá a atração da volta de Buffon, de 41 anos, depois de uma temporada fraca no PSG.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *