Mais uma de Neymar

Publicado em

As imagens do atacante Neymar agredindo um torcedor francês com um soco correram o mundo e ajudaram a acentuar as críticas sobre o brasileiro. Em uma temporada marcada por nova lesão no tornozelo, o jogador arranha sua imagem e não consegue repetir em campo as grandes atuações que o levaram ao rol dos craques do planeta.

Todo torcedor tem de respeitar o jogador e vice-versa. O que vem faltando na bola para o atacante de 27 anos sobra em declarações polêmicas, atitudes inusitadas e uma vida agitada fora dos gramados. É evidente que qualquer atleta de alto nível poderá ter um hobby quando não estiver em campo. Mas é preciso que a responsabilidade esteja acima da diversão. E que o comprometimento profissional supere a indisciplina.

Neymar já não fez uma Copa do Mundo tão positiva. Esperava-se que ele, no período pós-Mundial, pudesse amadurecer com erros e refletisse sobre tudo o que se passou em território russo. Durante a participação brasileira, o camisa 10 virou chacota de todo o mundo por simular faltas com exagero e reclamar demais com a arbitragem.

O atacante é o único jogador diferenciado no Brasil e precisa conservar isso para que possa levar o Brasil futuramente a um possível hexacampeonato mundial. Mas será que ele tem condições de assumir um protagonismo sem chamar a atenção por outros aspectos? O jogador tem condições de rever os erros para dedicar somente à preparação? Essas perguntas dominam as rodas de discussões esportivas. As respostas, por enquanto, são mistério.

Cabe ressaltar que Neymar não atua em um grande centro do futebol europeu e é sempre lembrado como possível reforço do poderoso Real Madrid. Mas, caso esses episódios persistam, seu nome pode se tornar esquecido. Com isso, o sonho de um dia o jogador ser o melhor do mundo fica mais distante.

5 comentários para “Mais uma de Neymar

  1. parece que seu reinado está por um fio, basta não ser convocado para a próxima copa que a seleção se ajeita e não teremos um jogador mas onze em campo, e teremos vida na seleção e não o garoto confusão.

  2. Não é atoa que os caras do petróleo já estão querendo tirar o patrocínio do PSG. Lá fora não funciona como aqui no terceiro mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *