Duelo de opostos

Publicado em

     MARTIN BERNETT/AFP

Um é considerado o papa-títulos da América do Sul. O outro ainda não havia chegado a uma decisão de torneio continental, mas certamente merece o respeito dos adversários. Boca Juniors e Corinthians deixaram seus rivais pelo meio do caminho e farão a final da Copa Libertadores. Se depender do retrospecto na competição, os argentinos começam a decisão em vantagem, pois foram campeões seis vezes, quatro deles sobre equipes brasileiras. O Timão havia chegado apenas às seminais em 2000, sendo eliminado pelo arquirrival (Palmeiras).

O alvinegro paulista está invicto na competição (sete vitórias e cinco empates), enquanto o Boca foi derrotado pelo Fluminense (2 a 1), na fase de grupos, na Bombonera – ainda conseguiu oito vitórias três empates. Será a chance de a equipe de Parque São Jorge se vingar pela eliminação nas oitavas de final de 1991. Se o Boca aposta na experiência de Riquelme (foto), de 34 anos, ainda simplesmente brilhante, o time do técnico Tite não tem uma estrela principal e confia na base liderada pelo volante Paulinho (foto), pelos armadores Alex e Danilo e pelo atacante Emerson Sheik.

As finais serão nos dias 27 de junho, na Bombonera, em Buenos Aires, e 4 de julho, no Pacaembu. O campeão da Libertadores representará a América no Mundial de Clubes, em dezembro, no Japão.

NELSON ALMEIDA/AFP

DESEMPENHOS ANTERIORES

CORINTHIANS

1977 – primeira fase

1991 – oitavas de final

1996 – quartas de final

1999 – quartas de final

2000 – semifinais

2003 – oitavas de final

2006 – oitavas de final

2010 – oitavas de final

2011 – fase eliminatória

BOCA JUNIORS

1963 – segundo lugar

1965 – semifinais

1966 – semfinais

1970 – quartas de final

1971 – primeira fase

1977 – campeão (sobre o Cruzeiro)
1978 – campeão
1979 – segundo lugar

1982 – primeira fase

1986 – primeira fase

1989 – oitavas de final

1991 – semifinais

1994 – primeira fase

2000 – campeão (sobre o Palmeiras)
2001 – campeão
2002 – quartas de final

2003 – campeão (sobre o Santos)
2004 – segundo lugar

2005 – quartas de final

2007 – campeão (sobre o Grêmio)
2008 – semifinais

2009 – oitavas de final

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *