Dois artilheiros nas mãos de Tite

Publicado em

O técnico Tite está certo de que conta com dois atacantes de ótimo nível e que viveram grande fase na Europa na atual temporada. Astros de seus times no Campeonato Inglês, Gabriel Jesus (Manchester United) e Roberto Firmino (Liverpool) chegam à Copa do Mundo com números bem expressivos. Se suas capacidades fizerem a diferença na Rússia, A Seleção Brasileira novamente pode novamente escrever história de sucesso.

Apesar de sofrer lesão no ligamento do joelho direito, Gabriel Jesus ganhou espaço com Pep Guardiola e se tornou campeão inglês em sua segunda temporada no Citizens. Pela equipe, marcou 17 gols em 42 jogos (média de 0,40 por jogo). Foram 2.595 minutos em campo. É sabido que ele teve evolução desde os tempos que jogava no Palmeiras. Hoje, sabe se posicionar melhor entre os zagueiros, adquiriu forma física para disputar com zagueiros teoricamente mais fortes e finaliza melhor. Camisa 9 da Seleção, tem a confiança de Tite, que o convoca desde os primeiros jogos pelas Eliminatórias Sul-Americanas. Com a camisa verde-amarela, foram 2 gols, o mais importante no amistoso contra a Alemanha, em Berlim.

Roberto Firmino foi uma grata surpresa no badalado ataque do Liverpool, que também conta com o egípcio Salah e com o senegalês Sadio Mané. Mas o brasileiro ganhou enorme status nos clubes europeus ao anotar 11 gols na Liga dos Campeões. No total, ele balançou as redes 27 vezes em 54 jogos pelos Red’s (média de 0,47 por jogo) em sua melhor temporada da carreira. Em três jogos pela Seleção, conseguiu deixar sua marca em um (no amistoso contra a Croácia).

Com a boa cotação de seus atacantes, o Brasil pode ter pela quarta vez o artilheiro em uma Copa do Mundo. Em 1938, Leônidas da Silva surpreendeu o mundo ao marcar sete vezes em gramados franceses, levando o Brasil ao terceiro lugar. Doze anos depois, foi a vez do pernambucano Ademir de Menezes marcar nove vezes e se tornar o artilheiro do Mundial no Brasil. Por fim, Ronaldo foi o maior goleador na Copa da Coreia e do Japão em 2002, marcando oito vezes e sendo o destaque do pentacampeonato mundial.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *