Aventuras na China

Publicado em

George Sanders/Reuters

Ele não ficou. Pelo contrário. Preferiu desfrutar os dólares que o futebol chinês (ou melhor, o clube Shanghai Shenhua) o pagará em duas temporadas e meia. Drogba, de 34 anos, deixa a ambição de ser campeão mundial com o Chelsea para se aventurar pelo mundo asiático. Creio que sua missão com os Blues já estava cumprida: o título da Liga dos Campeões. A conquista mundial, no Japão, é outra história. Muitas vezes, a própria competição europeia é mais valorizada do que a internacional. Basta ver o Barcelona sofrer, no ano passado, para vencer a Liga dos Campeões, e ganhar facilmente do Santos no território japonês.

Voltando a Drogba, seu salário será aproximadamente R$ 630 mil por semana. Ele reencontra o francês Anelka, com quem formou parceiria no Chelsea recentemente. O jogador marfinense tornou-se ídolo na equipe da Inglaterra, superando em popularidade craques como o goleiro Peter Cech, o zagueiro John Terry e o armador Lampard. Prova de que os ingleses esqueceram um preconceito inútil com um menino pobre que veio da África para brilhar na Terra da Rainha. Em oito temporadas no clube inglês, Drogba atuou 308 vezes e marcou 150 gols.

Mesmo em circunstâncias bem menores, a trajetória de Drogba me lembra a do argentino Dario Conca, que deixou o Fluminense como herói do título do Campeonato Brasileiro para defender o Guangzhou Evergrande, também da China. O que faria um jogador técnico e habilidoso no Campeonato Chinês se não fosse para receber mais? E o armador chegou a ganhar R$ 6 milhões de luvas, além de um salário de R$ 2 milhões. O dinheiro em certas vezes é mais valorizado do que pretensões individuais. No caso de Drogba, ser campeão de tudo pelo Chelsea. No caso de Conca, chegar à Seleção Argentina e disputar uma Copa do Mundo. Certamente, no Oriente, ambos serão reis e virarão ídolos, mas ficarão esquecidos por aqui.

TÍTULOS DE DROGBA PELO CHELSEA

– Liga dos Campeões

2011/2012

– Campeonato Inglês

2004/2005, 2005/2006 e 2009/2010

– Copa da Inglaterra

2006/2007, 2008/2009, 2009/2010 e 2011/2012

– Carling Cup

2004/2005 e 2006/2007

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *