Skip to main content
 -
Psicólogo graduado pela Universidade FUMEC, Pós-graduado em Psicologia Médica pelo departamento de Psiquiatria e Neurologia da Faculdade de Medicina da UFMG e Mestre em Educação, Cultura e Sociedade pela UEMG, tendo desenvolvido dissertação na área de Violência Contra a Mulher.

Pergunta de leitor sobre casamento, separação e filhos

damas e pajens

Bom dia Dr. Douglas. Gostaria de fazer uma pergunta. Sou divorciado e meu divórcio infelizmente não foi muito tranquilo. Descobri uma traição da minha ex- esposa. Já se passaram mais de 3 anos, estou em outro relacionamento com uma pessoa solteira e pretendemos nos casar. Tenho 2 filhos do primeiro casamento com 8 e 10 anos e eles se dão bem com minha atual noiva. Minha dúvida é: quando nos casarmos devo levar meus filhos na cerimônia? Isso pode constrangê-los? Sou de BH mas vamos nos casar em Natal, terra da minha noiva. Minha relação com minha antiga esposa não é muito boa, mais por parte dela. Sempre que conversamos ela é muito agressiva. Atualmente ela reside com seus pais e continua na relação com o amante que possuía quando nos separamos.

Desde já agradeço e parabenizo pela iniciativa do seu blog no Portal UAI. Muito obrigado.

Resposta:

Querido leitor, antes de mais nada, muito obrigado pelos elogios. A ideia desta iniciativa, junto ao Portal UAI é exatamente essa: dar voz a vocês, leitores! Qualquer um pode escrever para pergunteaodouglas@hotmail.com. Todos serão respondidos, de acordo com a ordem de chegada das perguntas.

Geralmente, rupturas como essas não são tranquilas. Quando se descobre uma traição do parceiro ou da parceira, o mundo desmorona e a desorientação toma conta. Uma imensidão de sentimentos emerge como um vulcão em erupção e não há como sair ileso de uma situação como essa. Costumo dizer que traição não é solução para nada. Se a relação não está boa, tenta-se melhorá-la. Caso contrário, é melhor encerrar a relação porque, relacionamentos paralelos, tendem a ser descobertos com o passar do tempo e aí a coisa pode ficar feia.

Felizmente você decidiu reconstruir a sua vida e conseguiu. Começou a se relacionar com uma pessoa que não era comprometida e estão em vias de se casar. No seu caso, o amor que você sentia por sua ex-mulher não foi o suficiente para que o seu casamento pudesse ser reestruturado após um episódio de traição. Isso Varia de pessoa para pessoa e não há regra definida pra isso. Perdoar ou não perdoar, seguir ou não com um casamento após traição, é uma decisão específica de cada casal. O que não é correto é permanecer com alguém, se violentando diariamente.

Agora veja bem que situação: ela voltou para a casa dos pais após ter sido deixada por você. O ex-amante, que é atual namorado (ou sei lá o quê), não teve estrutura financeira, emocional, ou ambos, para assumi-la e passar a viver com ela. Daí, ela fica sabendo que você está tocando a vida em frente, vai se casar, ainda por cima em Natal, uma cidade praiana, linda. O que sobra dela em relação a você? Agressividade, como você mesmo disse.

Dica pra você: em primeiro lugar, passe a separar uma coisa da outra. Ela pra você é simplesmente a mãe dos seus filhos e ponto final. Não entre em provocações, não aceite chantagens, principalmente se ela tentar usar as crianças para isso. Seus filhos se dão super bem com a sua atual esposa e a compreensão de que seu casamento não deu certo com a mãe deles já foi adquirida. O maior sinal disso é a relação boa que eles têm com a sua noiva! Portanto, se for do desejo de vocês e eles também quiserem ir, é claro, não vejo o menor impedimento. Não consigo identificar nenhum dano psicológico a eles, nem a você, nem à sua futura esposa. O que posso cogitar, aí sim, é a possibilidade da mãe deles ter uma baita dor de cotovelo, mas, isso aí é problema dela, não seu. Converse com as crianças na maior simplicidade possível e pergunte se eles querem ir. Caso a resposta seja positiva, que vocês sejam muito felizes na cerimônia em Natal e em todos os dias após o casamento! Sucesso pra vocês!

Um abraço,

Douglas Amorim

2 thoughts to “Pergunta de leitor sobre casamento, separação e filhos”

  1. Douglas, sempre com comentários inteligentes, análise muito particular e bem prática aplicável!!!! Amei esta iniciativa, já virei fã! inda sinto falta da Patrícia. Um abraço!

  2. Ah Douglas! Sempre tão pertinente e analítico… destrinchando os detalhes e analisando cada ação de forma brilhante! rs Excelente iniciativa!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.