Skip to main content
 -
Psicólogo graduado pela Universidade FUMEC, Pós-graduado em Psicologia Médica pelo departamento de Psiquiatria e Neurologia da Faculdade de Medicina da UFMG e Mestre em Educação, Cultura e Sociedade pela UEMG, tendo desenvolvido dissertação na área de Violência Contra a Mulher.

Meu marido me obrigava a transar com outros homens

voyer

“Bom dia, Dr. Douglas Amorim. Sou casada há 41 anos e nunca tinha estado com outro homem. No início, meu marido fazia sexo comigo. Só que, depois de certo tempo, ele achou que eu deveria ter relação com outros homens para melhorar nosso casamento. Eu não queria mas, não consegui escapar, pois ele me ameaçava caso eu não concordasse. Acabei tendo relação com muitos outros para satisfazer seu desejo. No entanto, isso foi passando e hoje ele já não insiste mais. Ele já não tem mais ereção como antes. Mesmo assim, quer fazer sexo e chega a ejacular. Eu não tenho orgasmo e não sinto mais desejo por ele. Não digo nada para não constrangê-lo, porque já sofri demais com essas coisas. Tenho um primo que foi criado junto comigo. Depois de certo tempo, acabamos nos distanciando, só que, agora, começamos a conversar pela internet e ele revelou que era apaixonado por mim desde criança. Disse que nunca tinha me contado, porque tinha vergonha. Fomos conversando, fizemos sexo virtual e assim eu consegui chegar ao orgasmo. Apesar disso, eu disse que não gostaria de continuar com essa prática. Ele falou que sente muito tesão por mim e que pensa em contar pro meu marido. Não sei o que devo fazer. Preciso de um conselho. Por favor, me diga algo. Muito agradecida”.

 

Envie sua dúvida para perguntaUAI@gmail.com   Não identificamos os autores das perguntas

 

Resposta:

Querida leitora, estou aqui tentando fazer umas contas. Se você está com seu marid há 41 anos e, supondo que tenha se casado com 18 ou 19, sua idade atual deve estar próxima dos 60 anos. Possivelmente seu marido seja um pouco mais velho ou da mesma idade. A primeira coisa que me chamou a atenção foi o fato dele desejar que você tivesse relações sexuais com outros homens. Geralmente, nesse tipo de situação, o parceiro pode sentir prazer apenas em ver a esposa fazendo sexo com outro, ou então, participar do ato. Cada um tem suas fantasias sexuais e, procurar realizá-las, desde que não seja nocivo para ele, nem para a parceira, não tem problema algum. Este é o segundo ponto que gostaria de destacar, ponto este, que me causou estranheza. Você não queria atender a esse desejo e ele te ameaçava, alegando que, se você transasse com outros homens, a consequência, seria a melhoria do casamento.

Eu te pergunto: desde quando, fazer sexo forçado com outras pessoas, melhora o casamento de alguém? Confesso que nunca vi uma proposta como essa, assentada em tal justificativa. Existem casais que são praticantes de swing e outros que, às vezes, curtem sexo a três, de forma consensual. Esse não foi o seu caso. Ainda por cima, existe um elemento criminoso por trás disso, que é o ato de ameaçar. Ou seja, você coagida a este tipo de prática e acabou cedendo. É bom que outras mulheres leiam este relato e que, ao menor sinal de comportamentos semelhantes, não façam o mesmo que você fez. Você foi violentada. O certo seria você ter negado, uma vez que não queria fazê-lo e, se fosse ameaçada, dizer que o denunciaria da Delegacia Especializada de Crimes Contra a Mulher, caso insistisse. O que você fez consigo mesma não foi certo. Não digo isso para culpá-la mas, sim, para mostrar que nada justifica esse violência.

Você mencionou que ele não insiste mais para que transe com outros e que, além disso, tem dificuldades de ereção. O fato do seu desejo por ele ter diminuído é, simplesmente, o resultado de tudo o que ele te fez passar, do ponto de vista sexual. Dentro de um casamento, não tem como dissociarmos sexo de amor. Amor tem a ver com companheirismo, carinho, admiração, respeito etc. Se essas coisas vão se perdendo, a falta do desejo sexual pelo parceiro, torna-se apenas uma consequência. É neste estágio que as coisas estão. No entanto, você não é um ser inanimado e, logicamente, tem desejo sexual. Desejo este que, de repente, começou a ser suprido por uma relação de sexual virtual com seu primo. Muitas pessoas fazem sexo assim, gostam e chegam a ter orgasmo. Quanto a isso, não creio que se tenha alguma restrição. O problema é que, inesperadamente, você começou a ser ameaçada, mais uma vez, mediante um tipo de prática sexual que não deseja. Percebe como existe uma espécie de repetição?

Dicas pra você: querida leitora, na minha humilde opinião, você precisa imediatamente fazer duas coisas. A primeira é parar de repetir este tipo de ciclo de auto-violência, o qual mencionei logo acima. Em segundo lugar, é necessário que se faça uma reavaliação honesta consigo mesma, sobre a continuidade desse casamento. Não estou aqui dizendo que você deva se separar. O que é preciso se entendido é que, pra permanecer casada, uma nova postura tem de ser adotada. Essa postura tem de ser baseada em auto-respeito, por meio da qual você não mais fará coisas que não quer, muito menos, baseadas em ameaça. Quanto ao seu primo, creio que você, ao fazer sexo virtual, despertou sentimentos que, conforme ele mesmo disse, existiam desde a infância. Infelizmente, não tenho como prever o que ele fará e acho que, o máximo que você possa, fazer é pedir para que ele não conte para seu marido. Penso que, o que irá nortear seus passos daqui em diante, seja a resposta de continuar ou não essa relação conjugal e em quais bases. Chega de ameaças, contrariedades e violências. Boa sorte e procure cuidar bem de si mesma.

Um abraço do

Douglas Amorim

Psicólogo clínico, pós-graduado em Psicologia Médica, mestre em Educação, Cultura e Sociedade

Consultório: (31)3234-3244

www.douglasamorim.com.br

Instagram:@douglasamorimpsicologo

Canal no youtube: https://www.youtube.com/user/douglasdanielamorim

12 thoughts to “Meu marido me obrigava a transar com outros homens”

  1. Dr. Douglas Amorim Sou casado a Seis anos minha esposa hoje tem 21 e eu 34, eu sempre tive essa fantasia de fazermos relação a três, minha esposa nunca queria, Pois eu fui o primeiro homem em que ela teve relação sexual. Agora ela decidiu fazer sexo comigo e outro homem ao mesmo tempo. Estou preocupado, Estou arrependido de ter criado esse pensamento sobre esse tipo de relação. O que devo fazer diante dessa difícil situação?

  2. Me casei com 15 ano com meu primeiro namorado ,um médico 13 anos mas velho, somos felizes mas ele levou dois anos tentando me convencer a fazer sexo com um negão de programa bem dotado, certo dia fomos em uma festa, bebi um pouquinho e acabei concordando com meu marido, uma semana depois chegou o garoto de programa, um moreno de 1.90 de altura, eu tenho 1.50 altura 46 Kg, rsrsrs. Quando fomos para cama, meu marido sentou ao lado se masturbando e filmando,quando vi o pênis do negãonzinho, me assustei a cabeça do pau não cabia na minha boca, mas comprido que meu antebraço, mas o danado foi me chupando, quando eu ir gozar ele dava uma diminuída, foi ate que não aguentei e implorei para ser penetrada, o garoto um profissional, não me machucou, me vez ver estrelas por quase 3 horas, só que acho que meu marido ficou com ciúmes e não quer mas, eu as vezes toco no assunto, mas ele não concorda mas, diz que só era uma fantasia

  3. Primeiro o marido a ameaçava. Agora o primo a ameaça também e ela aceitando de boa…Me parece que ela está procurando desculpas para realizar suas próprias fantasias. Então vejamos se o marido gosta de ve-la trasando com outros porque se importaria em saber do primo dela, no mínimo ele iria estimular.

  4. Alan, vc foi muito infeliz na sua colocação.
    Dr. Douglas Amorim, de uma maneira simples somente orientou a paciente de que maneira deve agir e pontuou onde ela errou.
    Todos temos fantasias, mais ninguém é obrigado a nada só para satisfazer o desejo do outro.
    Como o Dr. Douglas bem disse, o blog está aí para ajudar, se não serve para vc, não vejo a necessidade de vc entrar.
    Parabéns Dr. Douglas.

  5. História para boi dormir… A narrativa é bem fantasiosa e o psicólogo acreditou. Talvez seja de propósito para ganhar mais audiência.

  6. Não acabe com seu casamento por causa de Prazer sexual. Sexo é reprodução. O prazer do homemm e da mulher são bem diferentes. Não se fruste por causa de sexo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.