Skip to main content
 -
Psicólogo graduado pela Universidade FUMEC, Pós-graduado em Psicologia Médica pelo departamento de Psiquiatria e Neurologia da Faculdade de Medicina da UFMG e Mestre em Educação, Cultura e Sociedade pela UEMG, tendo desenvolvido dissertação na área de Violência Contra a Mulher.

Meu marido perdeu o emprego e só quer ficar em casa. Estou revoltada.

“Olá, Dr. Douglas Amorim. Tenho 35 anos e sou casada há quase 10. Venho sofrendo uma crise no meu casamento. Meu marido perdeu o emprego e não apresenta nenhuma reação. Não procura se colocar no mercado novamente (02 anos desempregado). Agora, vive para cuidar da nossa filha. Leva até a escola, ao inglês etc e faz academia rigorosamente de 2 a 3 horas por dia. Faz as despesas de casa com o acerto de 20 anos trabalhados na mesma empresa. Eu trabalho fora, sou financeiramente independente e cumpro com 50% das despesas de casa. Todas as nossas conversas não terminam bem, sabe. Ele diz estar satisfeito em ficar em casa e não se importa com a minha opinião. Diz que se sente bem e que ainda não teve vontade de fazer nada em relação à vida profissional. Fala que na hora que quiser vai procurar um trabalho. Essa situação me incomoda profundamente. Não acho legal um homem ficar por conta de criança e academia. Infelizmente perdi a admiração. Estou sem motivação, sem planos e projetos. O que devo fazer? Aguardo ansiosamente uma direção. Obrigada”.

 

Envie sua dúvida para perguntaUAI@gmail.com   Não identificamos os autores das perguntas

 

Resposta no link logo abaixo:

 

Um abraço do

Douglas Amorim

Psicólogo clínico, pós-graduado em Psicologia Médica, mestre em Educação, Cultura e Sociedade

Instagram:@douglasamorimpsicologo

Consultório: (31)3234-3244

www.douglasamorim.com.br

 

Basta clicar para visualizar a resposta!

https://www.youtube.com/watch?v=eGiyUZlEZzM

 

 

23 comentários em “Meu marido perdeu o emprego e só quer ficar em casa. Estou revoltada.

  1. Percebo algumas esquisitices! Há coisas que não entendo…como pode ser ‘independente’ se cumpre com 50% da despesa?!? Está claro que ele arca com 50% também!Isto é casamento ou sociedade? Já estive desempregado e minha esposa arcou com toda a despesa por VÁRIOS anos sem a menor cobrança, por isto acho estranho!
    Ele vive para cuidar da filha. Leva até a escola, ao inglês etc e faz academia rigorosamente de 2 a 3 horas por dia. ..então ele não fica ‘só em casa’ !!!
    Tenho um projeto bacana pra vc: arque com 100% da despesa e deixe seu marido com a grana dele, aí vc vai entender que o que manda é a grana que ele tem e não se tem emprego pra manter-se pois ele pode viver com os juros do que ganhou em uma boa aplicação!
    Imagine se ele não arque com 50%…vc separaria dele?!?
    Mulher é um ser lindo mas muito ‘estranho’ às vezes: umas querem um cara rico pra mante-las, outras querem que o cara trabalhe mesmo tendo dinheiro., mas em casos raríssimos ela quer sustentar sozinha as despesas. Trabalho é para o sustento e progresso pois quem não precisa de trabalhar pra se manter, não trabalha ‘só pra se ocupar’.
    O seu esposo parece ser uma boa pessoa e você perdeu a admiração por ele. Que é isso?

  2. Preste atenção jlt na colocação da esposa. O casamento vai além das finanças.
    Se de comum acordo o marido poderia ser “dono de casa”, portanto a esposa não quer.
    Marido e mulher tem que caminhar juntos em constante evolução.

  3. Meu marido perdeu o emprego e investiu o acerto dele. Estamos vivendo com meu salário, mas meus filhos agora são outros… Antes nas mão de uma babá, boa pessoa, porém sem instrução, que não acrescentava muito em termos de crescimento. O pai agora leva pro inglês, natação, futebol, escola, etc. Além das tarefas domésticas, que convenhamos, é um saco pra qualquer um. Estamos felizes e o casamento vai de vento em popa graças a Deus.

  4. A principal queixa dessa esposa não é se o marido arca ou não com as despesas da casa, mas sim com a falta de sonhos, projetos e ideais dele.. isto vai além de estar levando dinheiro pra dentro de casa.
    Educar filhos requer mais cuidados do que levar ao inglês , escola e natação..
    Qualquer pessoa, de qualquer grau de instrução e me arrisco dizer de qualquer idade, sabe e entende a crise que TODOS estamos mergulhados. Não querer procurar um trabalho ou se aprimorar em alguma atividade, ou investir seu tempo e o dinheiro que lhe resta em algo que lhe dê retorno, é, ao meu ver, desistir de si. E se ele não acredita em si, por que essa esposa teria que acreditar?

  5. Infelizmente o mundo em que vivemos e assim , voce e o que voce tem para oferecer as pessoas se voce não oferece as pessoas o que elas necessitam voce não vale nada ,triste realidade ,o mundo da muitas voltas e amanhã essa pessoa que voce perdeu a admiração pode lhe estender as mãos pense nisso!Por isso acredito que nao devemos desfazer das pessoas ,principalmente nos momentoa difíceis!

  6. Gente que gosta de causar, ela deixou claro que a revolta dela é que ele não quer voltar para o mercado de trabalho. Uma coisa é não conseguir emprego e eoutra e não querer. Eu compreendo o que ela esta sentindo.

  7. Eu, se fosse essa esposa, ficaria de olho nessa assiduidade toda na academia… não pode trabalhar, mas malhar todo dia vai, né? Aí tem!!!

  8. Sai fora mulher ter que trabalhar sozinha pra sustentar macho, homem tem q ser homem honrar a cueca q veste ele tem q trabalhar e manter a o sustento da família é obrigação dele independente se a mulher trabalhe fora ou não. Esse ai é mais um dos filhinhos de mamãe mimado e acomodado.

  9. Inveja? Quem tem inveja de de um homem q não soma em nada e q não tem nenhum objetivo na vida é mais merda do q ele,até pq ela trabalha é independente e pode muito bem desfrutar de tudo oq esse acomodado faz,mais pra quem tem objetivo na vida e quer crescer a vida é muito mais q isso,desde de q o mundo é mundo sabemos q a mulher é ajudadora do homem, mais tem certos muleques q não entendem,a questão é o seguinte a mulher ela pode sim ajudar o marido quando o mesmo se encontra desempregado,mais tem uns q gostam tanto de viver as custas da mulher q se acomodam,e quer reverter a situação,por isso q toma chifre .

  10. Estou passando pelo mesmo:(
    Meu esposo está desempregado a 2 anos, desde la nunca mais trabalhou, nao fala em serviço, eu quem sustento a casa com o dinheiro da pensão do meu filho, ele sabe que o dinheiro e da pensão da crianca, pra tudo sou eu, gasolina, alimentos, passeios, construção, escola, tudo sou eu. E ainda tenho mais 2 sobrinhos adolescentes 13 e 14 anos que eu tenho a guarda, que fico mal em ver essa nossa situação. Vejo que eles vêem essa situacao e ficam so de olho no tio deles so em casa sem trabalhar. Tah que eke ajuda mt, leva meu filho na escola, busca, faz comida quase sempre, ajuda nas tarefas de casa, mas mesmo assim tudo isso e mt ruim trsite pra mim. Esses dias estavamos sem dinheiro e veio dizer que o gás tinha acabado, nao tinhamos dinheiro, e ele teve que ir fazer o almoco na lenha no quintal em uma fogueira improvisada, fiquei com mistura de raiva de vergonha, e n sei mais o que faço. Eu amo ele, sei q ele me ama, ama mt mesmo, mas nao consigo sair dessa situacao. Sem falar que meu filho ama ele e ja ate o chama de pai, que por sinal e um excelente pai. Estou triste e com vergonha da situacao que estou vivendo, meu parentes ficam falando de mim por trás que sustento marmanjo, q ele n trabalha, e sei q com ele assim nunca vou crescer, ou se crescer, sera do meu esforço do meu dinheiro pq o dele jamais terei.

    1. Nossa , estou passando pela mesma situação. O amor existe , mas para se manter uma família é preciso q ambos participem, família n vive só de amor. Momentos ruins todos nós passamos, mas tb n vejo ele correr atrás e qdo menciono a situação ele se ofende, se deprime e acaba q brigamos. Me sinto presa, não posso falar nada em relação a dinheiro ou ao incomodo q algumas situações me trazem, no final das contas me sinto refém da situação, pq tudo gera briga. Ele potencializa cada comentário. Sinceramente amo muito , mas estou cansada dessa situação

  11. Estou passando pela mesma situação já está 2 anos e 8 meses desempregado… fico pensando no futuro vivendo desse jeito e olha que nem tenho filho ainda, imagina quando eu ter, terei que sustentar o filho e marido… estou muito triste com raiva e depois fico pensando se eu não estou exagerando. É uma situação complicada.

  12. Meu marido também está desempregado à 2 anos e meio. Tenho arcado com todas as despesas sozinha (e são muitas), enquanto ele cuida da casa e da nossa filha. Ele acorda e vai dormir a hora que quer e continua praticando os seus hobbies, sinto que se acostumou com essa situação.
    Já me endividei com empréstimos e estou muito doente, sinto que essa situação ficou insustentável.
    Nas brigas, sinto uma falta de gratidão e reconhecimento por tudo.
    Amo muito ele, embora tenho crises de revolta. Também passo pelo julgamento de amigos e da família.
    Não necessito dele financeiramente, mas creio que emocionalmente sim.

  13. Estou desempregado a muito tempo também, estou desesperado! Tive que ver minha esposa sair de Dona de casa para trabalhar fora, pois ela arrumou emprego nesse período em que estou sem ocupação! Eu sempre a incentivei a trabalhar, ter a independência dela, mais nunca me imaginei nessa situação, estar em casa tomando conta de nossa filha para ela ir trabalhar! Não estou mais suportando isso, tenho vergonha, me sinto menos homem, nossas contas estão apertadas, e eu penso em procurar alguém para olhar nossa filha, já que não temos nenhum familiar que possa cuidar dela na nossa ausência, penso em sair na rua e vender qualquer coisa, trabalhar de qualquer coisa não importa, menos ficar em casa na solidão, faço de tudo lavo, cozinho, tudo mesmo, mais ainda assim me sinto em débito! As vezes penso em sumir no mundo, para me ver livre de tudo isso! Mais quando olho nossa filha me dói o coração, a amo muito! Me bate uma revolta comigo mesmo, por não conseguir enxergar uma saída. Me sinto fraco, impotente! Começo a buscar emprego desesperadamente mais a limitação de ter que cuidar da minha filha enquanto procuro é uma merda, sempre tenho que pedir para minha cunhada dar uma olhada nela(isso quando ela quer ou pode) para que eu saia em busca de algo!
    Eu sei que ser a um risco, mais penso em negociar com uma vizinha para que ela olhe minha filha e vou me aventurar vendendo algo na rua, mesmo que eu tire somente o suficiente para pagar a ela já será bom, não quero ficar em casa!

  14. Eu vivo a mesma situação,infelizmente. Meu marido está desempregado desde sempre,fomos morar juntos quando nossa filha nasceu. Hoje ela está prestes a completar 4 anos,temos mais um menino de 1 ano e 10 meses. Eu já tinha 3 filhos de um casamento anterior,são adolescentes e vêem essa minha situação. Sinto vergonha,raiva,revolta,não o admiro mais,mesmo ele sendo um excelente pai. Arco com todas as enormes despesas sozinha! Ele não tem um pingo de iniciativa e ainda é super grosso e mal agradecido comigo. Não vejo futuro pra nossa relação. Sou uma mulher independente,cansada de aturar gente folgada,sem iniciativa.

  15. Como você sei como é essa situação, sofro o mesmo em casa
    Meu marido perdeu o emprego há 5 meses e desde essa época a vida dele e só televisao e Netflix. Nao procura emprego vive as minhas custas e ainda reclama é grosso vive me acusando de estar com outra pessoa só por eu não enchergar nele um homem de verdade.
    O problema não é estar desempregado , mas não ter a iniciativa de procurar uma nova colocação e achar bom viver dépendendo de outra pessoa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *