Skip to main content
 -
Psicólogo graduado pela Universidade FUMEC, Pós-graduado em Psicologia Médica pelo departamento de Psiquiatria e Neurologia da Faculdade de Medicina da UFMG e Mestre em Educação, Cultura e Sociedade pela UEMG, tendo desenvolvido dissertação na área de Violência Contra a Mulher.

Meu marido vive em sites de relacionamento. Não aguento mais lidar com isso

***** A pergunta na íntegra está disponível no próprio vídeo, logo abaixo *****

 

Envie sua dúvida para perguntaUAI@gmail.com   Não identificamos os autores das perguntas

Instagram: @douglasamorimpsicologo

Inscreva-se no nosso canal do youtube:

youtube.com/douglasamorimpergunteaopsicologo

                       

Resposta no link logo abaixo:

Um abraço do

Douglas Amorim

Psicólogo clínico, pós-graduado em Psicologia Médica, mestre em Educação, Cultura e Sociedade, Doutor em Psicologia Cognitiva

Instagram:@douglasamorimpsicologo

Consultório: (31)3234-3244

www.douglasamorim.com.br

Basta clicar no link abaixo para assistir ao vídeo com a resposta!

2 thoughts to “Meu marido vive em sites de relacionamento. Não aguento mais lidar com isso”

  1. Pelo tempo de casados e se ele já tiver passado dos 40 anos, ele está naquele estereótipo de se “autoafirmar”: que pode estar “podendo” e, como no vídeo fez menção de sair com “pessoas” da empresa, quem é familiarizado com o tema Sexualidade, sabe quando essa “expressão” é aplicada! No mais, se presume relacionamento desgastado e nesse caso: você usa seu direito de recomeçar e se valorizar ou entra naquela máxima: “ele sempre volta” e nessa pode voltar como doente e você ser “cuidadora de (marido) idoso”!

  2. Nunca passei por essa situação que eu saiba. Masssss, primeiramente!!!
    O quanto o ama?
    Você tem interesse em manter-se nesse relacionamento?
    O que te faz desejar seu marido?
    Como está sua confiança?

    Avalie tudo isso!

    Avaliou, e chegou à conclusão que o ama, deseja “salvar” o casamento e a confiança está ok.
    1- Converse. Questione o porque disso? Seja breve. Proponha um acordo. Não enrola muito, não. Deixando claro que essa situação te incomoda.
    2- Repita na segunda vez.
    3- Na terceira vez, faça um ensaio sensual, linda e fina. E no título do aplicativo escreva: Os mesmos argumentos que ele te justificou quando questionado. Saia linda, deslumbrante. Ocupe seu tempo. Ocupe e encontrará a si mesma. A tal ponto que ele não será sua preocupação.
    1000000000000000 x 0 = 0
    Então se cuide e deixa esse desrespeitoso mental e emocional de lado.

    Uma coisa. Não existe certo e errado.
    Só que existe o combinado de vocês. As conversas para alinhar o que é saudável ou não para a sua relação. E se ele não respeita. Cabe a você se respeitar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.