Skip to main content
 -
Psicólogo graduado pela Universidade FUMEC, Pós-graduado em Psicologia Médica pelo departamento de Psiquiatria e Neurologia da Faculdade de Medicina da UFMG e Mestre em Educação, Cultura e Sociedade pela UEMG, tendo desenvolvido dissertação na área de Violência Contra a Mulher.

Sou deficiente visual e minha mãe quer que eu termine meu namoro. O que eu faço?

”Olá, Dr. Conheci seu blog por meio do Youtube e gostei muito do formato dos seus vídeos. Desde então, tenho assistido a todos. Gostaria de ajuda com um problema: tenho vinte e cinco anos, sou deficiente visual e namoro há 2 anos um rapaz que também é. Ele é um amor de pessoa: muito educado, ajuda os outros, ajuda a mãe em casa, me chama para sair, me dá presentes até sem motivo, manda mensagem todos os dias dizendo que me ama, perguntando como estou, se dormi bem, etc. Queremos morar juntos em breve, mas minha mãe é contra porque hoje sou funcionária pública concursada e ele, como a maioria dos deficientes que conheço, não trabalha. Vive de um salário mínimo que o governo paga por causa da deficiência. Eu não me importo muito, porque, afinal de contas, é uma fonte de renda e é vitalício. E também porque não queremos ter filhos. No lugar onde nos conhecemos todos gostavam muito e falavam bem dele, mas minha mãe diz que ele é preguiçoso e que eu terei que sustentá-lo. Mas eu penso que não será assim, pois não nos casaremos “no papel”, então ele não perderá o benefício. E se ele fosse tão preguiçoso como ela diz, não ajudaria a mãe com os afazeres de casa. Agora ela quer a todo custo que nós terminemos o namoro. Fala até em fazer pressão psicológica sobre ele. Não sei de que lado ficar, pois ela tem razão em querer que ele trabalhe e tenha uma renda um pouco maior, como eu tenho. E, ao mesmo tempo, não acho que isso seja motivo para terminar, pelas razões acima explicadas. Não sei o que fazer. Estou muito triste, pois gosto muito dele e não quero ter que ficar dividida entre ele e minha mãe. Agradeço desde já qualquer resposta.”

Envie sua dúvida para perguntaUAI@gmail.com   Não identificamos os autores das perguntas

Instagram: @douglasamorimpsicologo

Inscreva-se no nosso canal do youtube:

youtube.com/douglasamorimpergunteaopsicologo

 

 

Resposta no link logo abaixo:

Um abraço do

Douglas Amorim

Psicólogo clínico, pós-graduado em Psicologia Médica, mestre em Educação, Cultura e Sociedade

Instagram:@douglasamorimpsicologo

Consultório: (31)3234-3244

www.douglasamorim.com.br

 

Basta copiar o link abaixo e colar no seu navegador para assistir ao vídeo

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.