Skip to main content
 -
Denyse Lage Fonseca é formada em Letras e especialista em educação a distância. É autora de artigos enciclopédicos (InfoEscola.com) e de materiais didáticos (Portal Acessaber) que tratam de diversificados conteúdos relativos à Língua Portuguesa, da qual gosta desde criança. Como professora, atuou em diferentes níveis de ensino.

“Espectador” ou “expectador”?

Share this...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Estamos diante de duas palavras que apresentam a mesma pronúncia, mas escrita e significado diferentes… E aí? Com “s” ou “com “x”? Ficou na dúvida ou quer testar os seus conhecimentos? Então, convido você a observar a fotografia a seguir:

Observando a foto, precisamos considerar o fato de que o show ainda não começou… O pessoal no palco está fazendo os últimos testes… Nesse contexto, lanço a pergunta:

 

Na foto acima, os jovens são “espectadores” do show.

ou

Na foto acima, os jovens são “expectadores” do show.

 

Se você escolheu a segunda opção, você acertou! Parabéns! Mas se você escolheu a primeira, não fique triste, viu? Você vai entender agora o porquê de “expectadores” se encaixar na frase acima! “Expectador” (com “x”) é aquele que espera algo acontecer, ou seja, aquele que fica na expectativa. Na foto acima, os jovens são expectadores do show, já que estão esperando o show começar!

 

E se os jovens já estivessem assistindo ao show?

Aí, sim, eles seriam espectadores do show. O que é um espectador? É aquele que assiste a um espetáculo ou que presencia alguma coisa.

 

Para concluir:

“Espectador” (com “s”): aquele que assiste a algo.

“Expectador” (com “x”): aquele que fica esperando algo acontecer.

 

Veja mais:

“Vende-se ovos” ou “Vendem-se ovos”?

“Perca de tempo” ou “Perda de tempo”?

“Fui eu que fiz” ou “Fui eu quem fez”?

Share this...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

22 thoughts to ““Espectador” ou “expectador”?”

    1. Olá, Francisco!

      Fico imensamente lisonjeada com a suas palavras!

      É muito gratificante saber que o meu blog acrescenta!

      Muito bom, mesmo, é o seu retorno aqui!

      Muito obrigada!

      Volte sempre!

      Denyse

      1. O Denyse , moro fora do Brasil , e sempre procuro me informar e me atualizar no que se refere a lingua portuguesa … estou sempre lendo suas dicas … sempre somando … parabens pelo trabalho .

        1. Oi, Nilson!

          Fico muito lisonjeada por saber que você está sempre atualizando os seus conhecimentos linguísticos, por meio do meu blog!

          Muito gratificantes as suas palavras!

          Agradeço-lhe demais por interagir comigo, algo que soma muito!

          Fica o meu convite para que volte constantemente!

          Denyse

  1. Parabéns pelo conteúdo. Precisamos mais de pessoas dispostas e interessadas em ensinar algo de bom. Serei sempre um EXPECTADOR e leitor de suas postagens.

    Abraço.

    1. Oi, Jota!

      Fico extremamente feliz com a sua mensagem tão motivadora!

      Adorei adorei a aplicação da regra e, sobretudo, o seu interesse em acompanhar as minhas postagens!

      Muito obrigada!

      Aguardarei a sua presença sempre aqui, viu?

      Muito obrigada!

      Abraço,

      Denyse

    1. Oi, Francisco!

      Fico muito emocionada com as suas palavras dirigidas ao meu blog! Muito gratificante!

      Excelente é a sua presença aqui!

      Muito obrigada por interagir comigo novamente!

      Volte sempre!

      Denyse

  2. Nossa! Como é valioso o conteúdo deste artigo. Acredito que muitos, assim como eu, nao sabiam da diferença entre as palavras mencionadas, principalmente no contexto descrito.
    Fico impressionado com a sua capacidade de expor tão facilmente o assunto em pouco espaço e com tanta clareza.
    Obrigado, Professora Denyse, pelos ensinamentos.

    1. Olá, Júlio!

      Nossa! Como é valiosa a sua presença em meu blog!

      Trata-se de duas palavras bem parecidas… Por isso, realmente é muito comum a dúvida quanto a diferença entre elas.

      Fico muito contente com a avaliação que você faz da minha abordagem do assunto!

      Muito obrigada pela presença contínua em meu blog!

      Volte sempre!

      Denyse

    1. Oi, Robson!

      Alegra-me demais o seu cumprimento pelo meu trabalho e a sua valiosa opinião sobre as minhas dicas!

      Muito obrigada pela sua presença em meu blog, algo muito importante para mim!

      Fica o meu convite para que você volte sempre!

      At.

      Denyse

    1. Oi, Bil!

      Que maravilha saber que conheceu o meu blog e, principalmente, que gostou dele!

      Agradeço-lhe por partilhar conosco a sua observação sobre a Língua Portuguesa!

      Muito legal é o registro de seu comentário!

      Então, vou aguardar a sua presença, viu?

      Denyse

  3. Parabéns Denyse!
    Seu blog é essencial pra nos expressarmos e difundirmos nossa língua com mais exatidão.
    Foi-me fácil resolver a questão que você enfocou porque sou bilingue. ( expect=esperar, ter expectativa). Entretanto, que foi uma questão oportuna e interessante.
    Curto muito seu blog
    ‘keep doing the good job”.
    Ps gostaria de lhe pedir e sugerir que você enfoque algum contexto baseado em pontuações.
    Um grande abraço!

  4. OLá Denyse,

    Parabéns pelo blog, útil e necessário.
    Gostaria que comentasse o que escutei na rádio Band FM um dias desses, falado por locutores diferentes: um se referiu ao estado de Pernambuco, ao comentar algo que acontecia por lá como “no” Pernambuco.
    Hoje, domingo, escutei pela manhã o locutor dizer as “capitães”.
    Grata

    1. Olá, Ana Maria!

      Fico muito contente com a exposição de sua opinião sobre o meu blog!

      Muito obrigada pelo cumprimento ao meu trabalho!

      Realmente, é comum o emprego de “no Pernambuco”. Mas, esse nome não admite o artigo definido “o”. Por isso, devemos dizer: “Pernambuco tem belas praias!”, “Chegou a Pernambuco.”, “Mora em Pernambuco”…

      “Capitães” é o plural do substantivo masculino “capitão”. Já “capitãs” é o plural do substantivo feminino “capitã”. Trata-se de um erro comum, posto que muitas vezes essa palavra ainda é associada apenas ao meio masculino.

      Grata por interagir comigo!

      Volte sempre!

      Denyse

    1. Olá, Fernando!

      Realmente, é comum as pessoas não distinguirem “espectador” de “expectador”…

      Quanto entusiamo sinto por saber que você está sempre aprendendo com o meu blog!

      Muito obrigada por se fazer continuamente presente!

      Volte sempre!

      Denyse

    1. Oi, Magelo!

      Alegra-me demais o registro de sua opinião sobre a minha explicação!

      Excelente é ter a sua contínua participação aqui!

      Volte sempre!

      Denyse

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *