Oscar 2021 – Indicados e Previsões

É chegada mais uma vez a hora de conhecermos os escolhidos pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas (AMPAS) como os melhores do ano. Depois de uma série de outras premiações, não é tão difícil prever os vencedores em algumas categorias. Em outras, no entanto, os premiados variaram, deixando as previsões um tanto nebulosas.

Em sua 93ª edição, a cerimônia promete maior diversidade entre seus vencedores. Há mais mulheres, negros e orientais indicados, fugindo um pouco do habitual. Há grandes chances de os quatro prêmios de atuação irem para intérpretes não brancos, o que é um bom sinal para o futuro. E a provável grande vencedora da noite, além de ser uma mulher, tem origem chinesa: Chloé Zhao pode levar os Oscars de Melhor Filme, Melhor Diretora, Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Montagem. Seria outro recorde: uma só pessoa levar quatro prêmios por um mesmo filme.

A pandemia fez com que a entrega dos Oscars ficasse para 25 de abril, um mês depois do que costuma acontecer. E, mais uma vez, sem um apresentador, mas um grupo de convidados célebres (como esses abaixo) que vão se revezar. Como de costume, o canal a cabo TNT vai exibir no Brasil, assim como o streaming TNT Go e o site G1. Haverá um pré-Oscar, chamado Into the Spotlight, uma festa de 90 minutos com a apresentação dos indicados a Melhor Canção.

Pelo fato de os cinemas brasileiros estarem fechados (ou reabrindo agora), muitos dos indicados podem ser encontrados em serviços de streaming, principalmente Netflix e Amazon Prime Video. O recordista de indicações, por exemplo, é uma produção da Netflix: Mank, lembrado em dez categorias, que pode também ser o maior esnobado da noite. Seis longas foram indicados em seis categorias, entre eles Nomadland, de Chloé Zhao.

Com a junção das duas categorias de som, o número total caiu para 23. Abaixo, você confere a lista de indicados por categoria, com links para as críticas disponíveis no Pipoqueiro. O número 1 em frente indica o meu palpite para o vencedor e o número 2 indica aquele que eu gostaria que ganhasse. Se os dois coincidirem, terá apenas um X.

Melhor Filme

Meu Pai

Judas e o Messias Negro

Mank

Minari

Nomadland – X

Bela Vingança

O Som do Silêncio

Os 7 de Chicago

 

Melhor Atriz

Viola Davis – A Voz Suprema do Blues – X

Andra Day – Estados Unidos vs. Billie Holiday

Vanessa Kirby – Pieces of a Woman

Frances McDormand – Nomadland

Carey Mulligan – Bela Vingança

 

Melhor Ator

Riz Ahmed – O Som do Silêncio

Chadwick Boseman – A Voz Suprema do Blues – 1

Anthony Hopkins – Meu Pai – 2

Gary Oldman – Mank

Steve Yeun – Minari

 

Melhor Direção

Thomas Vinterberg – Druk – Mais Uma Rodada

David Fincher – Mank

Lee Isaac Chung – Minari

Chloé Zhao – Nomadland – X

Emerald Fennell – Bela Vingança

 

Melhor Atriz Coadjuvante

Maria Bakalova – Borat: Fita de Cinema Seguinte

Glenn Close – Era Uma Vez Um Sonho

Olivia Colman – Meu Pai – 2

Amanda Seyfried – Mank

Youn Yuh-Jung – Minari – 1

 

Melhor Ator Coadjuvante

Sacha Baron Cohen – Os 7 de Chicago

Daniel Kaluuya – Judas e o Messias Negro – X

Leslie Odom Jr. – Uma Noite em Miami

Paul Raci – O Som do Silêncio

Lakeith Stanfield – Judas e o Messias Negro

 

Melhor Filme Internacional

Druk – Mais Uma Rodada (Dinamarca) – 1

Shaonian De Ni (Hong Kong)

Colectiv (Romênia)

O Homem Que Vendeu Sua Pele (Tunísia)

Quo Vadis, Aida? (Bósnia e Herzegovina) – 2

 

Melhor Roteiro Adaptado

Borat: Fita de Cinema Seguinte

Meu Pai – 2

Nomadland – 1

Uma Noite em Miami

O Tigre Branco

 

Melhor Roteiro Original

Judas e o Messias Negro

Minari

Bela Vingança – X

O Som do Silêncio

Os 7 de Chicago

 

Melhor Figurino

Emma

A Voz Suprema do Blues – 1

Mank – 2

Mulan

Pinóquio

 

Melhor Trilha Sonora

Destacamento Blood

Mank

Minari

Relatos do Mundo

Soul – X

 

Melhor Animação

Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica

A Caminho da Lua

Shaun, o Carneiro: O Filme – A Fazenda Contra-Ataca

Soul – X

Wolfwalkers

 

Melhor Curta de Animação

Burrow

Genius Loci

If Anything Happens I Love You – X

Opera

Yes People

 

Melhor Curta-Metragem em Live Action

Feeling Through

The Letter Room – 2

The Present

Two Distant Strangers – 1

White Eye

 

Melhor Documentário

Colectiv

Crip Camp: Revolução Pela Inclusão – 2

Agente Duplo

Professor Polvo – 1

Time

 

Melhor Documentário de Curta-Metragem

Collete – X

A Concerto Is a Conversation

Do Not Split

Hunger Ward

Uma Canção Para Natasha

 

Melhor Som

Greyhound: Na Mira do Inimigo

Mank

Relatos do Mundo

Soul

O Som do Silêncio – X

 

Canção Original

Fight For You – Judas e o Messias Negro

Hear My Voice – Os 7 de Chicago

Husa’vik – Festival Eurovision da Canção: A Saga de Sigrit e Lars

Io Sì – Rosa e Momo

Speak Now – Uma Noite em Miami – X

 

Maquiagem e Cabelo

Emma

Era Uma Vez Um Sonho

A Voz Suprema do Blues – X

Mank

Pinóquio

 

Efeitos Visuais

Amor e Monstros

O Céu da Meia-Noite

Mulan

O Grande Ivan

Tenet – X

 

Melhor Fotografia

Judas e o Messias Negro

Mank

Relatos do Mundo – 2

Nomadland – 1

Os 7 de Chicago

 

Melhor Montagem

Meu Pai – 2

Nomadland

Bela Vingança

O Som do Silêncio

Os 7 de Chicago – 1

 

Melhor Design de Produção

Meu Pai

A Voz Suprema do Blues

Mank – X

Relatos do Mundo

Tenet

Esse ano não vai ter aglomeração

Sobre Marcelo Seabra

Marcelo Seabra - Jornalista e especialista em História da Cultura e da Arte, é o criador de O Pipoqueiro. Tem matérias publicadas esporadicamente em sites, revistas e jornais. Foi redator e colunista do site Cinema em Cena por dois anos e colaborador de sites como O Binóculo, Cronópios e Cinema de Buteco, escrevendo sobre cultura em geral. Pode ser ouvido no Programa do Pipoqueiro e nos arquivos do podcast da equipe do Cinema em Cena. Twitter - @SeabraM | Instagram - @opipoqueiroseabra
Esta entrada foi publicada em Filmes, Indicações, Listas, Premiações e marcada com a tag , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *