Amor Garantido é nova atração na Netflix

 

Trago de volta a pessoa amada em 03 dias.” “Envie a palavra amor para 482**.” “It’s a match!” O amor pode não ser um produto, mas que existe toda uma indústria à sua volta, existe! E é algo nessa linha que vemos em Amor Garantido (Love, Guaranteed, 2020), a nova comédia romântica original da Netflix, que inclusive está atualmente no Top 10 filmes no Brasil.

Nick Evans (Damon Wayans Jr., de séries como Harry Quebert e New Girl) é um charmoso solteirão que se inscreve em um site de encontros que promete a seus assinantes “amor garantido”. Se sentindo enganado após 986 encontros que não lhe trouxeram amor algum, Nick procura uma advogada, Susan Whitaker (Rachael Leigh Cook, do “clássico” Ela É Demais, 1999), para processar a empresa que enganou não apenas ele, mas centenas de outras pessoas. Inicialmente, Susan reluta em pegar o caso, pois acredita que Nick seja um cafajeste oportunista, mas acaba cedendo devido a suas finanças, que não vão nada bem, apesar de ser uma excelente advogada.

Trata-se de uma comédia romântica nos moldes mais tradicionais, ou seja, recheada de clichês. A trama reúne dois personagens que inicialmente não se dão muito bem, mas que durante caminhadas pelo parque, ou até o carro, descobrem que são mais parecidos do que imaginavam. O cenário da história é a cidade de Seattle, com lindas paisagens e folhagens de outono para criar um clima bem romântico. A trilha sonora com Tiffany parece referenciar a comédias românticas das décadas de 90 e 2000.

Os protagonistas são simpáticos, atraentes e possuem aquelas inseguranças de quem tem medo de se entregar no amor e se machucar. Os coadjuvantes são estereotipados e sem muita profundidade, estão ali apenas como escadinha para as piadas e sacadas dos protagonistas. Tudo é construído para que o público torça pelo casal em destaque e desgoste dos vilões. Eles são obviamente a dona do site, Tamara Taylor (Heather Graham, de Law & Order: True Crime), uma life coach bilionária e totalmente exagerada, e seu advogado, Bill Jones (Jed Reeves, de Feito na América, 2017), que tem nome e risada de vilão de filmes da sessão da tarde.

Nem tudo é problema. Alguns acertos são as referências à aclamada série Friends, a montagem com os encontros fracassados de Nick e o protagonismo de Leigh Cook, que também é produtora do longa. Cook ficou famosa ao estrelar Ela é Demais, mas não havia emplacado nenhum outro grande sucesso após. A direção fica por conta de Mark Steven Johnson, responsável pelos medonhos Demolidor e Motoqueiro Fantasma.

Amor Garantido vai surpreender um total de zero pessoas com sua trama e mesmo com seu desfecho. Desde o começo, a proposta não é contar uma história que ainda não conhecemos. O objetivo é fazer o espectador se identificar com os encontros malsucedidos via aplicativos e com as piadas leves. Assim como no amor, não há garantias, mas não faz mal dar uma chance a essa despretensiosa obra de apenas 90 minutos.

A linda Graham é uma life coach desvairada

Esta entrada foi publicada em Estréias, Filmes, Homevideo, Indicações e marcada com a tag , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *