Paul Rudd vira cuidador no Netflix

por Marcelo Seabra

The Fundamentals of Caring posterMais uma produção original Netflix está disponível para o público. E é curioso que The Fundamentals of Caring (2016) tenha sido lançado enquanto Como Eu Era Antes de Você (Me Before You, 2016) ainda está nos cinemas. Trata-se de uma outra história sobre um cuidador de uma pessoa paralisada, mas com um elenco bem mais afiado e sem as armadilhas fáceis, como pender para o romance. E o humor ácido ajuda muito no resultado.

Paul Rudd, agora mais lembrado como o Homem-Formiga da Marvel, é um sujeito extremamente carismático que traz uma simpatia natural para os projetos dos quais participa. Mesmo que seu personagem esteja num momento bem sombrio, sem rumo, torcemos por seu restabelecimento. Ben, o sujeito em questão, está se separando e não se vê escrevendo um novo livro. Por isso, faz um curso e vira cuidador de pessoas com necessidades especiais. A primeira vaga à qual se inscreve o leva à casa de Elsa (Jennifer Ehle, de Cinquenta Tons de Cinza, 2015), onde ele conhece o filho dela, Trevor (Craig Roberts, de Anjos da Lei 2, 2014), acometido por uma distrofia muscular rara. Ben e o jovem parecem se entender e ele é contratado. Trevor tem um humor peculiar que envolve piadas de cunho sexual e outras relacionadas à sua condição.

The Fundamentals of Caring scene

Como Ben não transmite pena e nem trata Trevor como coitado, os dois logo se aproximam, e o rapaz topa sair do seu marasmo e viajar por pontos turísticos esdrúxulos, visitando por exemplo o maior boi do mundo e o poço mais fundo. Seguindo a tradicional linha dos road movies, eles vão conhecer algumas figuras interessantes, como a andarilha de Selena Gomez (de Vizinhos 2, 2016), e acabar chegando a algum tipo de conclusão/redenção. Um grupo de pessoas problemáticas reunidas e nem por isso um filme chato ou cansativo. Pelo contrário, há tiradas bem engraçadas que se alternam de forma fluída com momentos mais sensíveis. Se algumas situações beiram a pieguice, não chega a causar problema.

Misturando com competência grandes produções com indies como esse, Rudd se consolida como um ator versátil, hábil ao demonstrar diferentes emoções e ao tirar um sorriso do rosto do espectador. O experiente produtor Rob Burnett (do Late Show de David Letterman) fez de The Fundamentals of Caring seu segundo filme como diretor, além de assinar o roteiro, e acertou em cheio também ao escalar o ótimo Roberts, inglês que já havia mostrado talento em produções anteriores e não foi diferente aqui. Chamado pelo IMDb de Amizades Improváveis, o longa é uma ótima opção para aproveitar esse frio debaixo das cobertas.

É um choque descobrir que o rapaz não tem o problema muscular de verdade

É um choque descobrir que o rapaz não tem o problema muscular de verdade

Sobre opipoqueiro

Marcelo Seabra - Jornalista e especialista em História da Cultura e da Arte, é o criador de O Pipoqueiro. Tem matérias publicadas esporadicamente em sites, revistas e jornais. Foi redator e colunista do site Cinema em Cena por dois anos e colaborador de sites como O Binóculo, Cronópios e Cinema de Buteco, escrevendo sobre cultura em geral. Pode ser ouvido no Programa do Pipoqueiro e nos arquivos do podcast da equipe do Cinema em Cena. Twitter - @SeabraM
Esta entrada foi publicada em Adaptação, Estréias, Filmes, Homevideo, Indicações e marcada com a tag , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *