Stallone e De Niro acertam o tom em Ajuste de Contas

por Rodrigo “Piolho” Monteiro

Grudge Match poster

No começo dos anos 1980, Billy “The Kid” McDonnen (Robert DeNiro, de Última Viagem a Vegas, 2013) e Henry “Razor” Sharp (Sylvester Stallone, de Rota de Fuga, 2013) eram os maiores nomes na categoria meio-pesado do boxe nos Estados Unidos. Os dois travaram duas lutas naquele período, com cada um vencendo uma. O “tira-teima”, como costumamos dizer por aqui – nunca aconteceu. O vencedor da segunda luta, Razor, resolve se aposentar logo após o segundo combate com The Kid, o que causa a fúria do segundo. É daí que parte Ajuste de Contas (Grudge Match, 2013), longa que reúne dois grandes nomes do Cinema que haviam se encontrado em Cop Land (1997), em outro contexto.

Trinta anos depois, os dois lutadores se encontram em lados completamente opostos da vida – e ainda nutrem um ódio mútuo entre si. Razor perdeu todo o seu dinheiro, trabalha na indústria de ferro e aço e se esforça para pagar o asilo de seu ex-treinador Louis “Lightning” Conlon (Alan Arkin, de Argo, 2012). The Kid soube investir melhor os frutos de sua carreira e mantém um restaurante e uma concessionária de carros usados em Pittsburgh, Pensilvânia.

Grudge Match scene

As vidas dos dois veteranos voltam a se cruzar quando o empresário Dante Slate, Jr. (Kevin Hart, de É o Fim, 2013) propõe que tanto Razor quanto The Kid se submetam a um processo de captura de movimentos para que possam ser transformados em personagens digitais em um jogo de boxe. Razor hesita, mas, como precisa do dinheiro, acaba topando, com a condição de que ele e seu antigo rival estejam no estúdio em horários diferentes, para que não se cruzem por lá. The Kid aceita na hora e aparece no estúdio justamente no meio da sessão de Razor pois vê, aí, a chance de ter sua tão aguardada terceira luta e provar ao mundo que só fora derrotado trinta anos antes por não estar preparado para o confronto. Em uma era de celulares equipados com câmeras potentes e de Youtube, não demora para que o vídeo da pancadaria entre os dois se torne viral e o que era uma luta de videogame se torne algo real.

Ajuste de Contas – apesar do título genérico em português – é um filme bastante divertido. Stallone não sai de sua zona de conforto e vive um boxeador pela sétima vez em sua carreira, o que gera até uma ou outra piada com Rocky Balboa. DeNiro deixa de atuar no automático e dá uma certa profundidade ao personagem que lhe é reservado, relembrando seus dias de glória como Touro Indomável (Raging Bull, 1980). Cabe a Alan Arkin o papel de velho sem limites que não se importa com o que diz ou faz, porque sabe que não tem muito tempo restante nesse mundo. Stallone e DeNiro, especialmente, fazem com que o espectador se importe com aqueles personagens e chegue mesmo a tomar lados na luta que virá. Kim Basinger (de Informers, 2008) e Jon Bernthal (de O Acordo, 2013) completam o elenco em papéis importantes com performances razoáveis.

Ajuste de Contas deve ser avaliado como realmente é, ou seja, uma comédia com uma pequena – quase nula – carga de drama que, apesar de não trazer nada de novo, tem seus momentos divertidos e serve como uma boa diversão. E ainda guarda pelo menos uma surpresa hilária para fãs de MMA.

Quem diria que estes dois se enfrentariam nos ringues...

Quem diria que estes dois se enfrentariam nos ringues…

Sobre opipoqueiro

Marcelo Seabra - Jornalista e especialista em História da Cultura e da Arte, é o criador de O Pipoqueiro. Tem matérias publicadas esporadicamente em sites, revistas e jornais. Foi redator e colunista do site Cinema em Cena por dois anos e colaborador de sites como O Binóculo, Cronópios e Cinema de Buteco, escrevendo sobre cultura em geral. Pode ser ouvido no Programa do Pipoqueiro e nos arquivos do podcast da equipe do Cinema em Cena. Twitter - @SeabraM
Esta entrada foi publicada em Estréias, Filmes, Indicações, Personalidades e marcada com a tag , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *