Boa parte da popularidade de Jair Bolsonaro é ‘culpa’ da imprensa e suas babaquices

Bolsonaro é tão ruim, mas tão ruim, que não é preciso a imprensa ficar de picuinha. Basta lhe cobrar aquilo que não fez, e não inventar o que ele não é

(Deputado Jair Bolsonaro / Divulgação)

Desconheço governo e presidente piores que o atual, salvo, é claro, o da doidivanas estoquista de vento, Dilma Rousseff. Afinal, atirar o País, por três anos seguidos, na pior recessão das últimas décadas, mandando quase 15 milhões de brasileiros para o olho da rua, ao mesmo tempo em que assistia, de camarote, seu padrinho e criador, o corrupto e lavador de dinheiro Lula da Silva, chefiar – segundo o MPF – a maior e mais organizada quadrilha de assalto a cofres públicos que se tem notícia na história democrática mundial, é obra difícil de ser superada, saudando-se ou não a mandioca, hehe.

Bolsonaro e seu governo são péssimos em praticamente tudo. Excetuando-se dois ou três ministros que, de fato, mostram algum trabalho (falo de Tarcísio de Freitas, Tereza Cristina e, vá lá, Paulo Guedes, tadinho), o resto é um ajuntamento de incapazes e lunáticos sem a menor noção do que fazer – e de como fazer. O resultado é um país desgovernado, sem rumo, com as contas em frangalhos, em meio a uma pandemia sem dia nem hora para acabar, entregue ao que há de pior no Congresso Nacional e redes sociais, enxovalhado e isolado no exterior, com um presidente de joelhos rezando para o amigão Queiroz não abrir o bico ou os filhos não se meterem em mais confusão com a Justiça.

Diante de algo assim, como empobrecidos, desempregados, desamparados nos hospitais, endividados até as tampas, assolados pelo vírus e pela violência urbana podem considerar Jair Bolsonaro e seu (des)governo como ótimo ou bom, na razão de 40% do eleitorado? Bem, fora o auxílio emergencial de R$ 600 – medida mais que acertada proposta pelo Congresso, diga-se, e não pelo governo federal -, não enxergo absolutamente nada que justifique tal patamar de aprovação. Ah, sim, é verdade! Não há escândalos de corrupção, e ainda que isso não deva ser considerado como favor ou mérito, diante do passado recente não deixa de ser uma grande novidade.

Bom, falei, falei e até agora não disse nada, eu sei. Mania feia essa minha: fazer uma introdução interminável até “atingir o ponto G da questão” (essa não foi da Dilma, hein! Foi do presidiário temporariamente em liberdade). É o seguinte: ontem, quinta-feira (29), em suas irresponsáveis andanças sem máscara e causando aglomerações por aí, o maridão da Micheque – ops! Michelle – ao tomar um refrigerante cor de rosa mandou mais uma de suas piadas de menino bobo da 5a série: “Virei boiola, igual maranhense, ha ha ha ha”. Ele estava passeando pelo Maranhão, por isso a referência.

Pronto! Uma bobagem destas, ainda que dita por um presidente da República – e não deixa de ser uma piada inocente, sem qualquer intenção homofóbica ou preconceituosa – logo ganhou as homepages de todos os portais de notícia do País, e transformou-se em manchetes sensacionalistas, quase histéricas, tornando a brincadeira (de mau gosto, é verdade) em um quase crime de Estado. Na boa: Bolsonaro foi eleito, em grande medida, por causa dessa babaquice da imprensa nacional. Eu mesmo sempre me irritei profundamente com essa perseguição barata e desnecessária, afinal, motivos é que não faltam para “bater” neste senhor. Ele os fornece, com extrema fartura, todos os dias ao sair para trabalhar.

Eis, portanto, uma das razões que mantém o vendedor de cloroquina às emas do Alvorada com aprovação tão alta e imerecida. É praticamente impossível não se solidarizar – e abominar a conduta da imprensa – diante desse tipo de guerrinha infantil. Bolsonaro deve amar, soltar foguetes quando uma treta assim toma conta do noticiário. Em vez de ser cobrado pelo dólar a R$ 6, pelos 13 milhões de desempregados, por mais de 160 mil mortos por Covid, enfim, por ser um presidente tão medíocre quanto é, acaba sendo criticado por se comportar como um bobão, e acusado daquilo que claramente não fez.

Se, em 2022, a toada continuar sendo essa, ou seja, adversários e imprensa insistindo em questões “menores” como homofobia, preconceito, tortura, pena de morte, golpe militar etc, etc, etc, Bolsonaro nadará de braçada e será eleito com folga e sobras. Já passou da hora de o debate se dar no nível e na realidade que o Brasil merece. Do contrário, repito, não só teremos que continuar a ouvir piadinhas idiotas, como assistiremos, cada vez mais, a espetáculos grotescos de má gestão, proteção a filhos suspeitos, pregação autoritária, subordinação ao Centrão e outras coisas realmente muito mais sérias. Fica o alerta.

Leia mais artigos meus em: IstoÉEstado de Minas e Facebook

** Atenção: Este texto não reflete a opinião do Portal UAI, e é de responsabilidade exclusiva do seu autor

22 thoughts to “Boa parte da popularidade de Jair Bolsonaro é ‘culpa’ da imprensa e suas babaquices”

  1. “As indicações até agora divulgadas são excelentes. Paulo Guedes é um craque. O General Heleno, um homem brilhante. E o astronauta Pontes possui um currículo ímpar, espetacular.

    A cereja do bolo desta primeira semana ficou com a indicação de Sérgio Moro para o Ministério da Justiça. Uma escolha irrepreensível, que nos traz uma esperança gigantesca.

    Além disso, as últimas entrevistas do Presidente Bolsonaro mostraram alguém bem mais calmo, equilibrado e consciente do que é agora: o comandante de toda a nação.

    Humildade jamais me pareceu um traço do caráter do ex-capitão, mas é o seguinte: trazer uma personalidade como Sérgio Moro para compor sua equipe, é um gesto enorme neste sentido.

    Bolsonaro sabe que o juiz é muito maior que ele; que goza de uma reputação e prestígio imensas; que, no limite, Moro rivalizará com o próprio presidente a luz dos holofotes.

    [Não são poucos os líderes, na iniciativa pública ou privada, que jamais admitem membros na equipe que possam lhes ser uma ameaça competitiva. Vi isso dezenas de vezes, aliás].

    Esse foi um tremendo gesto de humildade e desprendimento em prol do Brasil. Mais uma vez, meus parabéns, Presidente! Até agora, nota 10 para o senhor. Continue assim!!”

    Ricardo Kertzman

    1. Cara,

      Você foi de uma perspicácia ímpar! É bom rememorar ao escriba deste blog o que ele defende e as coisas boçais que ele vem descarregando nas mentes dos incautos que acreditam em conto de fadas.

  2. Olá Inundado, a equipe do IBAMA não sai para fiscalizar, quando sai não aplica a multa, quando aplica a sua própria chefia derruba a cobrança, ai, rapaz, o infrator gosta e, sendo grande anunciante faz os órgãos da imprensa publicar notas favoráveis ao atual governo. (De modo análogo os demais segmentos) É um troglodita, mas como atua para destruir o pouco que o país tem em prol da coletividade é com ele que a elitizinha rapinosa, extrativista e predadora conta para o desmonte e condução do país ao nível do Haiti. É claro como um lago de água cristalina. Mas, para ver tem de olhar de forma percuciente, pois muita vez a manifestação não vem junto a essência da coisa.

  3. Auxilio Emergencial de R$ 600,00 com dinheiro retirado dos cofres dos outros é refresco.
    Qual a contribuição dada pelos congressistas? Suspensão de auxilio correio, gasolina, moradia, da remuneração, do jatinho ou auxílio paletó?
    Mas para gastar verbas fazendo palanque em cima dos caixões dos mortos do Covid-19, os congressistas podem né, Maia?
    Falar de guaraná não pode, mas a tal de “homofobia de brinquedo” feita pelo Lula dizendo que Pelotas era exportadora de viados, pode, né?
    Ora! O que os políticos mais querem é manter a balbúrdia e roubalheira com amparo do judiciário, criadas a partir das diretas já!
    Acorda, Brasil!

    1. Outra pegadinha do Bolsonaro localizou uma nova geração de quadrilheiros.
      A transparência do Tribunal de Contas da União (TCU) aponta que 10.724 candidatos a prefeito e vereador em 2020, com patrimônio de mais R$ 300 mil, receberam várias parcelas do Auxílio Emergencial de 600 a 1.200 reais por mês.
      Imagine a nova leva de podridão que vem por aí. Isso é uma afronta para o Bolso dos Brasileiros.
      Cabe ao Bolsonaro que distribuiu o auxilio covid-19 pedir imediatamente para o TRE cancelar ou suspender de ofício essas candidaturas.

  4. Nada como um dia depois do outro. A mim político nunca enganou. É verdade que tem uns extremamente idiotas, boçais, abaixo da crítica, é o caso deste que aí está. Já você, com esta aura de “entendido” e esta tendenciosidade assumida já foi enganado algumas vezes. Mas é assim mesmo. Com o tempo você aprende.
    Tem gente sem noção mesmo, um comentário recente no seu blog lhe chamou de “esquerdopata” quando você fez crítica ao Bozo. Foram estes, aos milhões, que elegeram esta excrescência acéfala.

  5. Antes o Presidente Bolsonaro, que conseguiu através do voto, tirar do poder a quadrilha que destruiu o nosso País, do que a Sandra Rosa Madalena, vulgo poste, indicado pelo carniça, conhecido mundialmente como sendo o maior ladrão do mundo !!!

  6. A questão é: Quem é que tem condições, capacidade e moral para substituir hoje o Bolsonaro?
    Lula? Tatto? Jose Genoíno? Martaxa? Luiz Marinho? Renan, Jose Dirceu? Maia? Alcolumbre? Doria? Ciro? Algum ministro do governo anterior? Algum ministro do STF? Flavio Dino? Sarney? Paulo Bernardo? Joice? Gleisi? Paulinho da Força? Boulo? Benedita da Silva? Algum processado ou condenado pela Lava Jato? Algum alto executivo da Odebrecht ou da OAS? algum Diretor(a) nomeado por Lula para ocupar a Petrobrás, Itaipu, Sebrae, Sistema S, Algum presidente da CAIXA Econômica ou de outra Estatal? Algum Anão do Orçamento? Algum governador ou governadora de Estado do governo atual ou anteriores? Algum prefeito do governo atual ou anteriores? FHC? Mandetta? Moro? Joaquim Barbosa? Alguém que ocupou cargo de presidente de ONG, MST, CUT ou qualquer outro parasita de cofres públicos? Algum presidente ou membro do judiciário trabalhista de primeira instância, TRT ou TST? Presidente do INSS? Algum outro membro do Petrolão, Mensalão, Quadrilhão? Alguma sumidade esquecida que ocupou cargo público nos últimos 18 anos?
    Perguntando de novo? Queeem?
    Ninguém, né? Então, parem de encher o saco do Bolsonaro, por favor!

    1. Ernesto, acrescentando à sua lista:
      Algum campeão ou campeã nacional escolhido a dedo pelo Lula, por pura bondade e sem nenhuma contrapartida (rsrs), foram criados e generosamente bancados para desestabilizarem e quebraram os concorrentes e se enriqueceram com empréstimos bilionários feitos com verbas públicas a juros baixíssimos, via BNDES?
      Aliás, o que de bom esses espertalhões, cuja maioria tem mais de 90% do seu capital emprestado pelo governo já deram em troca para o país?
      Algum beneficiário de concessão da mídia impressa, digital e televisiva? Algum dos presidentes de clubes de futebol com as impagáveis dívidas bilionárias que agora se candidatam a cuidar dos cofres públicos? Algum humorista? Algum ator, Algum jornalista? Algum cantor, Algum Influencer virtual? O Greenhald do Intercept? O Wyllys Cuspidor ou algum Mc do Funk, não sei do quê e de onde?
      Como se vê, candidatos malandros é que não faltam para manter o país e os brasileiros na merda.

  7. Muito bem lembrado Evandro.

    Não vejo problema algum em o Sr Ricardo Kertzman se arrepender ou coisa semelhante a isso, mas, fingir que além de Apoiador não era um tremendo Entusiasta do lunático do planalto é de cair o queixo. Paulo Guedes era outro que era alçado a gênio da raça pelo blogueiro. Ambos, Paulo Guedes e Jair, já em 2018 por mais desculpas que qualquer Bos taurus tente dar já tinham fama e comprovações de serem dois idiotas completos, não só em questões da 5ª série mas também em questões digamos assim “empresáriais”. Sendo assim resta pouquissímo espaço para se fingir de bobo ou vir com aquela história da carochinha do menos pior. E pelo amor de qualquer entidade divida não me venha com o PT, em 2018 essa outra turma de defenestrados já era cão que não latia e não mordia… Talvez reste falar que foi para impedir o “comunismo” (hahahaha)

  8. Desisti de ler o texto logo na primeira linha , quando insinua que o sujeito so não é pior que a Dilma Roussef. Prefiro perder esse tempo criticando um Idiota somente comparável ao sub humano do planalto. O País em ruínas e o Idiota ainda afirmando “O negócio é tirar o PT !!!!

    1. Ele não é idiota. Só aproveita todas as oportunidades para falar mal de quem considera a causa de todos os males do país. Até mesmo a eleição do Jair.
      Ou vc não reparou que vivemos 500 anos surfando num mar de rosas?

  9. É muito engraçado ver a mídia opositora subsidiada pela esquerda mundial aproveitar-se da democracia vigente nos EUA para atacar o Trump e não escrever uma só linha criticando o regime de comunismo secular vigente na China, Rússia e as demais ditaduras escravagistas espalhadas pelos diversos continentes para mostrar sua isenção.
    Não há dúvida de que essa crescente pandemia midiática a favor do comunismo financiada pela indústria de bugigangas da China está se tornando uma grande ameaça ao futuro dos terráqueos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.