Um 7 de setembro para ficar marcado na história; veja aqui o porquê e opine

Independência ou morte? Ainda que pareçamos vivos, a verdade é que o Brasil morreu faz tempo. Só esqueceu de deitar

Imagem: Google

Em meio aos mais de 4 milhões de contaminados pelo novo coronavírus, e chegando próximo dos 150 mil mortos por Covid-19, o Brasil celebra (?) seu centésimo nonagésimo oitavo ano como nação independente.

Eu disse nação? Eu disse independente? Sorry. Erro meu.

Lendo agora, num lindo fim de tarde as notícias do dia, me peguei refletindo sobre o velho axioma: quem surgiu primeiro: o ovo ou a galinha? Afinal, temos o país que merecemos ou merecemos o país que temos? Senão vejamos:

  1. Lula critica Bolsonaro em entrevista coletiva no diretório do PT

O líder do maior esquema de corrupção já descoberto no mundo, corrupto e lavador de dinheiro condenado a quase 30 anos de prisão, presidiário provisoriamente em liberdade graças aos afilhados políticos aboletados no STF, o ex-presidente criticou – com absoluta razão, diga-se – a conduta genocida de Jair Bolsonaro frente ao combate da pandemia do novo coronavírus. Além disso, o chefe de quadrilha (segundo palavras do MPF) criticou o governo, as políticas econômica e externa, e se colocou à disposição do povo e dos mais pobres. Resta saber se para roubar mais.

  1. A deputada Flordelis emprega em seu gabinete o filho que deveria se manter afastada

A mandante do assassinato do próprio marido, em plena liberdade graças à excrescência do foro privilegiado, cuja existência é garantida por Rodrigo Maia, presidente da Câmara sentado há mais de dois anos sobre um Projeto de Lei que pede o fim dessa nojeira, emprega um dos filhos, com salário superior a 15 mil reais, pagos por mim e por você, leitor otário (como eu!), em seu gabinete parlamentar, mesmo tendo a Justiça determinado o afastamento entre ambos. Ou seja: a moça manda matar; não é presa por ser deputada; é obrigada a não manter contato com o filhote; mantém o pimpolho trabalhando no próprio gabinete; e vida que segue.

  1. Praias, praças, parques e bares ficam lotados neste sete de setembro

Pandemia? Que pandemia? Coronavírus? Que diabo é isso? O feriado prolongado levou milhões de brasileiros à ruas, praças, parques e praias por todo o País. A Índia ultrapassou, hoje, o Brasil em número de casos. Ruma para nos ultrapassar também em número de mortes. Sem levar em consideração, é claro, que sua população é seis vezes maior que a nossa. Daí, os brasucas resolveram mostrar que “brasileiro não desiste nunca”. Sem medo de ser feliz – e de morrer – a tigrada ligou de vez o “foda-se” e se jogou. Enfiou o pé na jaca. Lotou praias e calçadões; ruas e bares; parques e praças. Como bem disse o mito da Bolsolândia: “um dia todo mundo vai pegar esse vírus”. A vovó vai morrer? Morreu, ué. O pai diabético vai morrer? Um dia todos morrem. Médicos, enfermeiros e profissionais da saúde vão morrer? Coisas da vida. O importante é ser feliz. Aqui e agora. E colocar os indianos novamente no terceiro lugar. É nóis!

  1. Congresso concede perdão de 1 bilhão de reais em dívidas das igrejas:

Como é bom viver num país rico, não é verdade? Como é bom viver num país onde nada falta e tudo abunda. Onde hospitais, escolas e tudo aquilo que o Estado provém é de ótima qualidade. Como é bom viver num país onde os impostos são baixos e incrivelmente bem geridos. O Brasil ganhou sozinho na mega sena mundial, acumulada há dois séculos, e eu não sabia. Afinal, nossos zelosos deputados acabam de perdoar os bilionários padres, pastores e afins, de suas dívidas, igualmente bilionárias, com a União, leia-se povo brasileiro. Enquanto o Posto Ipiranga pede a volta da CPMF, o Congresso obriga os pobres a custear jatinhos, mansões, templos, catedrais, redes de rádio e TV. Em nome de Jesus, é claro.

  1. Michelle Bolsonaro é chamada de “mita” por apoiadores:

O dia em que Dilma Rousseff conclamou o País a exterminar as “mosquitas” da dengue, já que “elas que põem os ovos”, descobri que a língua portuguesa, outrora culta e bela, aceitava tudo. Saber que os bolsominions chamaram a primeira-dama, também conhecida por Micheque, de mita, não me causou surpresa alguma. Apenas a certeza que “nada está tão ruim que não possa piorar”. Por falar nisso: e o Queiroz, hein, Gilmar Mendes?

  1. Jair Bolsonaro causa aglomeração e desfila de carro, sem máscara, ao lado de crianças:

Não seria notícia, muito menos, manchete. Afinal, isso não é mais novidade alguma. Porém, dessa vez, até para os padrões genocidas bolsonarianos, a cena é chocante: o irresponsável, que ocupa a presidência da República, surgiu, ao lado de crianças, sem máscara. E as crianças também! Esqueçam que isso é crime; e é. Esqueçam que isso é um péssimo exemplo; e é. Esqueçam que é um desrespeito aos doentes e mortos; e é. A questão é muito mais séria e diz respeito a quem deveria, por óbvio e por lei, zelar pela segurança e saúde dos pequeninos: os pais destas crianças, que deveriam ser processados por colocá-las em risco. Que espécie de gente é essa, meu Deus do céu? Submeter os próprios filhos à tese idiota do presidente: “tem que enfrentar o vírus como homem”. Que o Ministério Público faça sua parte e apresente a estes irresponsáveis um negócio chamado ECA (estatuto da criança e do adolescente).

Falem a verdade: o que raios há para comemorar diante de um 7 de setembro assim? O Brasil realmente não é para amadores. Não é mesmo.

Leia mais textos meus em: IstoÉEstado de Minas e Facebook

16 thoughts to “Um 7 de setembro para ficar marcado na história; veja aqui o porquê e opine”

  1. Pois é RICARDO está difícil encontrar palavras para definir o comportamento do povo brasileiro. A única certeza que eu tenho é que se houvesse uma peste bulbônica no Brasil e o vírus ebola a população toda morreria …… a imprudência e o prazer de burlar a lei faz de nós brasileiro um povo alegre e conformado em viver na merda… o que vale aqui é tentar enganar e ser enganado. Estamos em um pais que todas querem levar vantagem e fingir que é mais esperto que o outro. Infelizmente quem não está no buraco está sendo puxado para dentro dele e se bobear vai mesmo…..eta povinho sem caráter

  2. Olá Inundado, se o blogueiro não se ocupasse tamsomente de tentar desmerecer o PT e seus ex presidentes da República saberia que o grande João Guimarães Rosa, além e incomparável escritor, era MÉDICO, e lutou contra a maleita, febre amarela, tendo pesquisado e ensinado ao povo, principalmente em Itaguara, cidade a cem kms de BH, que o transmissor é justamente a mosquita, razão de Dilma estar em boa companhia e conforme o fato.
    E mais, se o ocupante do Palácio do Planalto comporta da forma descrita no parágrafo não se pode deixar de concluir que esse fato deu-se em razão do golpe perpetrado contra Dilma e a sistemática estigmatização do PT, pois, todo observador atento percebia que essa perversidade conduziria ao poder pessoa do desnível do atual governante.
    Assim, o blogueiro deve, forçosamente, se incluir dentre aqueles que praticam as estupidezas e disparates desancados nesse texto.
    Sorte, Saúde e Sabedoria, inclusive em tempos de pandemia.

  3. Olá Inundado, até um dia desses o blogueiro e amestrados entoavam loas aos dois excelentes ministros do atual governo, a saber o marreco de Maringa e o posto ypiranga. O primeiro jaz no Irajá, o segundo é desaprovado no texto atual. Então, pelo visto, nada se salva no ministério do governo que esses conduziram ao poder.

  4. Olá Inundado, o blogueiro não se imprecou com os 42 adiamentos do CNMP em julgar a reclamação contra DD. Assim até que prescrevesse, pois sendo ele um ferrenho combatente da prescrição se valeu justamente dela para não ser punido. Nada como um dia depois do outro. Mas, que fique registrado, esses justiceiros quer aplicar aos demais normas que não admitem sejam aplicas a si próprios.

  5. “O líder do maior esquema de corrupção já descoberto no mundo, corrupto e lavador de dinheiro condenado a quase 30 anos de prisão, presidiário provisoriamente em liberdade graças aos afilhados políticos aboletados no STF”
    Já estava com saudades da ladainha.

    1. Guilherme, acha isso, acha aquilo, mas participar da discussão nada. Argumento com fatos e memória, nem pensar! Mais um espécime da mediocridade reinante.

  6. Quanta militância Ricardo. Você perdeu completamente algum senso de racionalidade que você possuía. Depois que começou a fazer parte da grande mídia acabou a sua lucidez. Não tenho mínima paciência para ler seus textos. Para mim já deu. Depois que começou a fazer parte do comuna de Minas perdeu a capacidade de analisar os fatos.

  7. Aqui se pleiteia até Prêmio Nobel para Ladrão que comanda quadrilhão.
    Aqui se dá Liberdade incondicional para condenado em qualquer instância.
    Aqui se negocia com delator por faltar estrutura e seriedade no apoio às ações investigativas.
    Aqui se ataca qualquer um que queira combater ladrões e quadrilheiros.
    Aqui se afasta do comando quem alerta sobre os riscos da pandemia e recomenda adiar carnaval.
    Aqui se culpa pelas mortes quem não comandou campanha de combate a pandemia.
    Aqui se faz discursos e se esparrama medo de cima dos caixões de defuntos.
    Aqui se faz espetaculização com mortos para manter audiência de Portais e TVs Funerárias.
    Aqui se cria mídia terrorista, comunista e reacionária para atacar “ditadura imaginária”.
    Aqui se dá habeas corpus a granel e se ressocializa baciadas de bandidos da elite política.
    Aqui se acusa governo de esconder vítimas fatais, enquanto a mídia cria e divulga sua “estatística com número móvel dos mortos”.
    Aqui se veste com manta preta, quem nunca passou num concurso para juiz.
    Aqui se entrega tecnologia do Butantã em troca de vacina com qualidade de cavalo pangaré chinês.
    Aqui se faz oposição inescrupulosa e antipatriótica como meio de enriquecimento ilícito.
    Aqui se faz justiça mandando a Têmis abrir as pernas abertas e vender confortos como se ela fosse prostituta da Vila Mimosa.

  8. Na última eleição, tinha a opção de votar na Sandra Rosa Madalena, vulgo poste, ou no mito, que seria o único capaz de tirar do poder, a quadrilha que se especializou na arte de desviar dinheiro dos cofres públicos. Prova disto é que todos os tesoureiros do partido foram enjaulados.
    “Ainda bem que a natureza criou este monstro, chamado coronavírus”. Este é o maior argumento que o carniça possui para tentar desestabilizar o Presidente eleito Bolsonaro.
    O maior ladrão do mundo continua solto, graças aos seus afilhados do STF, mas o povo brasileiro já descartou a possibilidade de colocar um bêbado de novo no poder !!!

  9. Como diria minha bisavó, os atuais Sem Boquinha e os Sem Votos dos partidos de esquerda que compunham o famigerado quadrilhão flagrados nas investigações da Lava Jato andam muito “oferecidos” para o PSDB e MDB.
    Martaxa, a rica-pobre figurona do PT aliada com Bruno Covas? Nem Deus acredita!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.