Ou Bolsonaro, Tiririca e Cloroquina estão certos, ou a Ciência e os fatos

“Cloroquina, Cloroquina… Cloroquina lá do SUS. Eu sei que tu me curas… em nome de Jesus” (Paródia da música do palhaço Tiririca, cantada por bolsonaristas)

Imagem: Google

Bem, entramos no período em que a verdade irá prevalecer: ou estarão corretos os cientistas, médicos e matemáticos de respeito, ou estarão corretos os negacionistas, charlatães e palpiteiros de WhatsApp.

Desde o início desta maldita pandemia, o primeiro grupo previu contágio, pico e mortes baseado em modelos estatísticos. Guardo comigo o cruzamento das análises de dois institutos que respeito muito: Imperial College London e BCG (Boston Consulting Group).

O segundo grupo, obviamente, nunca fez modelo algum. É a turma da Cloroquina e da imunidade de rebanho. Uma gente estranha que se pretende mais sábia que doutores. Por quê? Ora, porque são os especialistas do WhatsApp. São aqueles que se orientam por gurus e por mitos.

O grupo em que acredito previu o ápice do contágio do novo coronavírus, no Brasil, para o período compreendido entre a terceira semana de maio e a terceira semana de junho, com o pico de mortes ocorrendo entre o fim de maio e o início de julho. Aliás, diga-se, a mesmíssima previsão feita pelo ex-ministro Mandetta, em meados de março.

O grupo dos aventureiros, da gripezinha, do “se morrer, morreu” não prevê nada, apenas quer deixar rolar para ver o que acontece. O diabo é que, depois de acontecido, não dá para voltar atrás e começar do zero. Deixar rolar significa, seguramente, aquele milhão de mortos que só não ocorreu porque tem gente que… não deixou rolar.

Se nestas próximas semanas, tudo o mais constante, não assistirmos à uma explosão no número de casos e de mortalidade de Covid-19, realmente somos um povo abençoado e o isolamento “meia-boca” social que fizemos (nunca chegamos nem perto de um lockdown) foi suficiente.

Se isso ocorrer, poderemos dar razão aos lunáticos do libera geral e apontar exageros nas medidas de contenção de alguns prefeitos e governadores, já que, se dependesse apenas da vontade do Governo Federal, ou melhor do presidente da República, tudo jamais deveria ter sido fechado.

Do contrário, caso tenhamos um salto exponencial de doentes e vítimas, expandindo o colapso da saúde (hoje circunscrito a Amazonas, Pará, Ceará, Maranhão e Rio de Janeiro) para São Paulo e outros estados, poderemos responsabilizar, sim, todos aqueles que apostaram que o vírus não mataria mais que a dengue.

Quando digo responsabilizar, por óbvio, não infiro culpa pela doença ou mesmo pelas mortes. Mas não há como negar que essa gente contribuiu (se o caos ocorrer) para o aumento da velocidade do contágio e, consequentemente, pela menor chance de recuperação das vítimas fatais.

Adoraria vê-los corretos. Adoraria dar-lhes minha mão à palmatória. Adoraria dizer “vocês estavam certos”. Mas adoraria ter acertado na Mega-Sena acumulada, e não acertei. Tomara que melhor sorte nos assista quanto ao coronavírus.

Leia mais.

74 thoughts to “Ou Bolsonaro, Tiririca e Cloroquina estão certos, ou a Ciência e os fatos”

  1. Quem diria no que o Ricardo se transformou, de crítico ferrenho do PT a apoiador do sistema e do establishment. É Inegável a parcialidade da imprensa, e até desse blogueiro em relação a pandemia, aquela que realmente só mostra um lado, uma abordagem e omite a outra, ao falar de cientistas, matemáticos e médicos que previram números absurdos, como do Imperial College Londom, e não mencionar que esse números foram revistos pela Oxford, também não mencionar vários PHDs que que consideram o lockdown e quarenta horizontal como improcedentes na propagação do vírus e na famosa curva e seu achatamento, cito aqui por ex. Kurt Wittowski PHD, o prof. da faculdade de medicina de Jerusalém Yoram Lass. O prêmio Nobel de química Michael Levitt esta agora revendo esses números e não com simulações mas com dados e já apresenta resultados bem diferentes. Tem um vídeo estarrecedor da Dra Judy Mikovits PHD (Plandemic)que mostra o que estamos vivendo e o porquê. Há também o vídeo da entrevista do Dr Shiva Ayyadurai tem vários doutorados e é PHD pelo MIT, então Ricardo tem muita ciência do lado de cá, não subestime as pessoas e como o tempo é o senhor da razão, no futuro breve, veremos o tamanho do erro que foi cometido. Aí eu quero ver a cara de cada um desses que adoram usar o nome da ciência em vão. E o tamanho do dano causado, inclua-se aí milhões de morte por fome. Publique, vamos ver a sua coragem, quem é você de fato.

    1. A questão é saber se esses estudos feitos- com os números assustadores – foram feitos já supondo as reações governamentais ou se fosse no caso de se levar vida normal como se fosse uma gripe. Por exemplo. Como estaria BH em termos de leitos, contaminados e mortos se não tivessem sido tomadas medidas restritivas? ficaremos no se? Há um bendito estudo dizendo que BH e MInas possuiriam um número muito maior de infectados, por causa disso e daquilo, mas os números de mortos não ajudam. E recentemente na CNN mostrou como grupos divergem, e muito, sobre a ação da cloroquina, por exemplo. Na Carta Capital saiu reportagem ( traduzida) em que médicos australianos simplesmente relatam que os sintomas ainda exigem estudo, não sabe-se direito como atacar e que conviveremos com o mal até termos a vacina.
      E o “tamanho do erro que foi cometido” você não estaria agindo como quem previu a catástrofe?

      1. Eu acho que o melhor a fazer quem nao acredita na ciencia é ir pra rua, abraçar os amigos do gado e cuspir pra cima. Ja nos poupa de muita coisa em um futuro breve.

    2. Alfredo, A Dra Judy é uma fraude completa. Nem presa ela foi, como alega. Vc acha diversos materiais na internet desmentindo ponto por ponto das declarações dela. Ela é bandida, pesquise pra ver.

      Não vou comentar os outros “””especiastas””” que vc cita por ter mais o que fazer.

      1. Ah Claro, então mostre a fraude, a Dra Judy Mikovits não é PHD, suas revelações são falsas? o Dr. Antony Fauci que faz parte da equipe de Trump não faz parte do establisment farmacêutico? Yoram lass, não é professor de medicina da faculdade de jerusalém? E o que falar de Kurt Wittowski? Michael Levitt não é Nobel de química especialista, em escalas de sistemas complexos e esta revelando seus estudos sobre os isolamentos? Pesquisa aí me fala!

  2. A humanidade sobreviveu a Peste Negra, sobreviveu as duas Grandes Guerras, sobreviveu à Gripe Espanhola, as epidemias que marcaram a chegada dos europeus à América (varíola e gripe). No caso brasileiro também iremos sobreviver, a pandemia, no meu ponto de vista, está desmascarando uma face muito perversa da nossa sociedade. Uma face que não se importa com o próximo, que não tem empatia e respeito, porque desigualdade e fome são crônicos em nossa sociedade e hoje uma parcela de pessoas que nunca se importou com esses problemas crônicos utilizam deles como justificativa para contestar o principal meio conhecido para frear essa pandemia. Acho que o negacionismo também está alimentando esta face perversa por que passaremos dos 20 mil mortos e ainda ouviremos e leremos que não existe pandemia. Estamos perdendo a luta e a oportunidade de aprendermos com nossos erros.
    Um abraço.

  3. Bolsonaro é a pessoa mais baixa, mediocre e desprezivel a nascer em solo brasileiro. Um excremento desse chegar à PRESIDENCIA DA REPUBLICA é a pagina mais suja da historia desse pais. A ditadura foi imposta por um golpe. Bolsonaro nao, ele chegou onde esta pelo voto popular. E eleito falando a verdade, sem mentir e em alto e bom som: “Eu sou uma merda”.

    Esse país fede.

  4. Inundado, antes tarde do que nunca. É que milhões de pessoas vão se dando conta que houve GOLPE contra a corajosa, trabalhadora, destemida, idealista, valorosa e legítima Presidente Dilma. Foi destroçamento do pouco de instituições que temos e conduziu o tipo de gente que hoje nos governa ao poder.

    1. A estocadora de ventos disse que o seu impeachment foi um golpe e que gostaria de ser julgada pelo povo através das urnas.
      Então se candidatou a senadora por Minas Gerais e o povo mineiro
      deu de imediato resposta prá esta pilantra comunista.
      Vai negociar usina de Pasadena em outro lugar, vagabunda !!!

      1. Olá Silva, observe que o julgamento através das urnas é contínuo (é, inclusive, manifestação da soberania popular inscrito na Constituição brasileira; voto secreto, direto, periódico, com valor universal) . Acontece a cada dois anos. Num deles o povo dá sinal verde, noutro também, ou sinal vermelho. É um mecanismo adotado pelo sistema democrático. Nós o respeitamos e queremos que ele seja efetivado, mas o golpe é justamente a negação desse sistema. Com algum esforço, no seu caso hercúleo, você pode atingir essa compreensão. Vá, tente, mas, antes deixe o sarcófago da ignorância, do preconceito e da má vontade.

      2. Transcrevo, abaixo, duas frases de William Chakespeare. Reflita sobre elas, se for capaz. Elas descrevem bem seu perfil e conduta:
        “Uns venceram por seus crimes, outros fracassaram por suas virtudes”.
        “Sempre é tempo de peste, quando são os loucos que guiam os cegos”.
        Alguém, em algum lugar, também dizia:
        “No começo de todo filme de desastre tem cientistas sendo ignorados”.

  5. De repente, o centenário cloroquina passou a fazer mal para a saúde. Muito estranho isso.
    Duvido que não tenha nenhum elemento químico da composição da cloroquina na maioria dos remédios e vacinas genéricas em estudo.
    Para quê vender remédio a R$ 10,00 se os laboratórios podem cobrar R$ 80,00 com “acessórios”?
    Rola muita grana nisso aí e tudo começa com a famosa “amostra grátis”. Quem foi Ministro da Saúde sabe bem como é.

  6. HIDROXICLOROQUINA, uso.
    Até que surge a vacina mundial, sem a interferência da ___oms__ com um sujeito sinistro ali, como presidente.

    SAI daí, tedros adhanom! FORA!

    1. A OMS é um cabidão internacional de empregos que agora deu de organizar shows musicais, em vez de cobrar e divulgar soluções para a pandemia. A Cruz Vermelha tem meu respeito.

    2. E como se não bastasse, o show do Tedros tem a presença do sugestivo The Killers. Além de incompetente, o chefão da OMS se mostra insensível.

  7. Para combater a pandemia, Veneza ANTECIPOU o fim do carnaval para o dia 23 de fevereiro, enquanto aqui, INICIOU no dia 26 de fevereiro, que coincidiu com o primeiro caso em SP.
    O Rei Pelé diria para o Doria: Você entende?

    1. Olá Ernesto, por gentileza, ajude-me a entender. A antecipação do carnaval em Veneza influiu, contribuiu com o quê relacionado a covid-19? Grato.

      1. Eu te ajudo Cidrac, já que está difícil mesmo para você entender. Primeira ajuda: preste mais atenção e leia direito o comentário do distinto colega Ernesto. Ele escreveu que Veneza antecipou o FIM, entendeu, o FIM, do carnaval de lá. Não se pode comprovar o efeito desta medida, mas tem alguma lógica racional como um dos milhares atos preventivos. Segunda ajuda: Tire a venda ideológica para ler, pensar e refletir sobre tudo.

      2. O fim antecipado da festa em Veneza no dia 23 de fevereiro foi um alerta ao governador que por coincidência, descende de italianos e se chama João Agripino Doria.
        No dia 26 de fevereiro, exame positivo no brasileiro vindo da Itália paralisou aulas na escola de elite do Morumbi frequentada por seu filho e início do carnaval em SP.

        1. Olá Ernesto, (samba no Brás, braciolla rs) reitero o agradecimento, extensivo ao Gilney. Vamos deixar de lado essa mistura de italiano, Veneza, covid, Dória, Morumbi, carnaval; é de pirar o cabeção, se não for a “focotópia do procotolo”.

    2. A maioria dos governadores que hoje mostram-se desesperados com o avanço da epidemia, na época só estavam preocupados com os dólares que os gringos iriam trazer para seus cofres.
      O problema é que junto com os dólares vieram também o vírus.
      Com a palavra estes governadores demagogos, que sem dúvida, são os principais responsáveis pelo avanço desta terrível pandemia.

  8. Ricardo, segue um texto, que eu espero que os adorafores do Jair leiam, para pensarem um pouco, se não for fazer mal, antes de apregoarem o uso da CLOROQUINA sem um minimo de embasamento ( particularmente, nada contra o medicamento)
    Hidroxicloroquina ou cloroquina para COVID-19: Comunicação sobre segurança de medicamentos – A FDA adverte contra o uso fora do ambiente hospitalar ou em um ensaio clínico devido ao risco de problemas no ritmo cardíaco
    PROBLEMA: A FDA está preocupada com o fato de a hidroxicloroquina e a cloroquina estarem sendo usadas de forma inadequada para tratar pacientes não hospitalizados por doença por coronavírus (COVID-19) ou para prevenir essa doença. Autorizamos seu uso temporário apenas em pacientes hospitalizados com COVID-19 quando os ensaios clínicos não estão disponíveis ou a participação não é viável por meio de uma Autorização de Uso de Emergência (EUA) . Estes medicamentos têm vários efeitos colaterais, incluindo problemas sérios de ritmo cardíaco que podem ser fatais.

    Revisamos relatos de casos no banco de dados do Sistema de Notificação de Eventos Adversos da FDA , na literatura médica publicada e no Sistema Nacional de Dados de Envenenamento da Associação Americana de Centros de Controle de Envenenamentos sobre eventos adversos cardíacos graves e morte em pacientes com COVID-19 recebendo hidroxicloroquina e cloroquina , sozinho ou combinado com azitromicina ou outros medicamentos que prolongam o intervalo QT. Esses eventos adversos incluíram prolongamento do intervalo QT, taquicardia ventricular e fibrilação ventricular e, em alguns casos, morte. Continuamos a investigar esses riscos de segurança em pacientes com COVID-19 e nos comunicaremos publicamente quando houver mais informações disponíveis.

    FUNDAMENTO: A hidroxicloroquina e a cloroquina são aprovadas pela FDA para tratar ou prevenir a malária. A hidroxicloroquina também é aprovada pela FDA para tratar condições auto-imunes, como lúpus eritematoso discóide crônico, lúpus eritematoso sistêmico em adultos e artrite reumatóide.

    Hidroxicloroquina e cloroquina:

    deve ser usado para o COVID-19 somente quando os pacientes puderem ser monitorados adequadamente no hospital, conforme exigido pelos EUA ou se estiverem inscritos em um ensaio clínico com triagem e monitoramento adequados. A FDA está revisando a segurança de seu uso quando usado fora do ambiente de pacientes hospitalizados para os quais o uso foi autorizado.
    não demonstrou ser seguro e eficaz no tratamento ou prevenção de COVID-19.
    estão sendo estudados em ensaios clínicos para o COVID-19, e o FDA autorizou seu uso temporário durante a pandemia do COVID-19 em circunstâncias limitadas nos EUA, e não mediante aprovação regular do FDA.
    sendo usado nos EUA quando fornecido pelo Strategic National Stockpile, o repositório nacional de suprimentos médicos críticos para uso em emergências de saúde pública.
    pode causar ritmos cardíacos anormais, como prolongamento do intervalo QT
    pode causar batimentos cardíacos perigosamente rápidos, chamados taquicardia ventricular.
    apresentam riscos que podem aumentar quando esses medicamentos são combinados com outros medicamentos conhecidos por prolongar o intervalo QT, incluindo o antibiótico azitromicina, que também está sendo usado em alguns pacientes com COVID-19 sem a aprovação do FDA para essa condição.
    deve ser usado com cautela em pacientes que também têm outros problemas de saúde, como doenças cardíacas e renais, que provavelmente correm maior risco de problemas cardíacos ao receber esses medicamentos.
    RECOMENDAÇÃO:

    Pacientes:

    Pacientes que tomam hidroxicloroquina ou cloroquina para indicações aprovadas pela FDA para tratar malária ou condições auto-imunes devem continuar tomando seus medicamentos conforme prescrito.
    Os benefícios desses medicamentos superam os riscos nas doses recomendadas para essas condições.
    Não pare de tomar seu medicamento sem antes falar com seu profissional de saúde e conversar com ele se tiver alguma dúvida ou preocupação.
    Esteja ciente de que não há tratamentos comprovados para COVID-19 e nenhuma vacina. Se você estiver recebendo hidroxicloroquina ou cloroquina para COVID-19 e tiver batimentos cardíacos irregulares, tonturas ou desmaios, procure atendimento médico imediatamente ligando para o 911.

    Consumidores:

    Não compre esses medicamentos em farmácias on-line sem receita médica do seu profissional de saúde.
    Não tome nenhuma forma de hidroxicloroquina ou cloroquina que não tenha sido prescrita para você por um médico. Envenenamentos graves e morte foram relatados após o uso incorreto de um produto de cloroquina que não se destina a ser tomado por seres humanos .
    Se você tiver esses medicamentos em sua casa, mantenha-os em recipientes para crianças, fora do alcance de crianças para evitar intoxicação acidentalIsenção de responsabilidade de link externo.
    Profissionais de saúde:

    A FDA recomenda avaliação e monitoramento iniciais ao usar hidroxicloroquina ou cloroquina nos EUA ou em ensaios clínicos para tratar ou prevenir o COVID-19. O monitoramento pode incluir ECG basal, eletrólitos, função renal e testes hepáticos.
    Esteja ciente de que a hidroxicloroquina ou a cloroquina podem:
    causar prolongamento do intervalo QT
    aumentar o risco de prolongamento do intervalo QT em pacientes com insuficiência ou insuficiência renal
    aumentar os níveis de insulina e ação da insulina, causando maior risco de hipoglicemia grave
    causar hemólise em pacientes com deficiência de glicose-6-fosfato desidrogenase (G6PD)
    interagir com outros medicamentos que causam prolongamento do intervalo QT, mesmo após a interrupção dos medicamentos devido à meia-vida longa de aproximadamente 30 a 60 dias
    Se um profissional de saúde estiver considerando o uso de hidroxicloroquina ou cloroquina para tratar ou prevenir o COVID-19, a FDA recomenda a consulta em http://www.clinicaltrials.gov para um ensaio clínico adequado e a possibilidade de incluir o paciente. Considere usar recursosIsenção de responsabilidade de link externo disponível para avaliar o risco de um paciente prolongar o QT e mortalidade.

  9. Quem está criticando a politização da Hidroxicloroquina também está nesta nefasta e ridicula politização, ao negar, criticar ou condenar. Critico Bolsonaro por suas atitudes pessoais, mas falar que ele está contra a ciência é ter má fé ou desconhecimento. Ele está embasado em opiniões de especialistas, médicos e infectologistas de opiniões diferentes, só isto. Este virus vai nos ensinar muita coisa ainda e derrubar muita gente do cavalo. Até a ciencia, não conhece o suficiente ainda este virus e seu comportamento na população a nivel mundial. Existem muitos achismos até por parte de muitos cientistas de todas as vertentes de opiniões. Portanto, não se pode falar ainda em quem está contra ou a favor da ciência ou quem esta certo ou errado.

    1. Bem, ele fez um twitter em que reconhece que não há base. cientifica para se recomendar CLOROQUINA. Enquanto isso, um jornalista afirmava que a ciencia havia vencido (por ocasião do “protocolo de uso da cloroquina).
      Se chutar o **** do Jair, o cara perde um dente.

      1. Saudades do PT, Evandro

        Blog do Neimar, aqui mesmo no UAI
        Para não cair no esquecimento do brasileiro…
        26 de maio de 2020 Neimar Fernandes
        Para não cair no esquecimento do brasileiro…

        2001 – Assassinato de Toninho do PT

        2002 – Assassinato de Celso Daniel

        2002 – Assassinato de 2 envolvidos no caso Celso Daniel

        2003 – Assassinato de 4 envolvidos no caso Celso Daniel

        2003 – ONG Rede 13 é extinta após receber R$ 7,5 milhões

        2004 – Caso GTech (Carlinhos Cachoeira)

        2004 – Escândalo dos Bingos (Waldomiro Diniz)

        2004 – Editadas 300 Medidas Provisórias pelo presidente de Lula

        2004 – Morrem 3 da diretoria do Bancoop (OAS e o Triplex)

        2005 – Assassinato do legista do caso Celso Daniel

        2005 – Escândalo dos Correios

        2005 – República de Ribeirão (Antonio Palocci)

        2005 – Escândalo do Mensalão – R$ 200 milhões em desvios

        2005 – Escândalo dos Dólares na Cueca

        2005 – Cassação de Zé Dirceu

        2005 – Escândalo da Gamecorp-Telemar R$ 111 MI para Lulinha

        2006 – Caso Francenildo dos Santos Costa (Antonio Palocci)

        2006 – Escândalo da Refinaria de Pasadena (prejuízo de R$ 3 bilhões)

        2006 – Escândalo dos Sanguessugas

        2006 – Escândalo dos Aloprados

        2006 – Escândalo do Corinthians – MSI

        2006 – Mesadas de Antônio Palocci

        2007 – Operação Navalha

        2007 – BNDES e o etanol em Moçambique

        2007 – R$ 111,4 bilhões da CPMF desviados da saúde

        2008 – Dossiê contra FHC e Ruth Cardoso (Dilma e Erenice Guerra)

        2008 – Caso Cartôes Corporativos

        2008 – Usina Hidrelétrica Jirau – Fraude no Leilão

        2008 – Usina Hidrelétrica de Santo Antônio – Caixa dois

        2009 – Caso Lina Vieira (Dilma e Gabrielli)

        2009 – Refinaria Abreu e Lima – R$ 90 milhões em propinas

        2009 – Propina na compra de submarinos e helicópteros franceses

        2009 – Escândalo das montadoras – Medida Provisória 471

        2010 – Caso Bancoop

        2010 – Escândalo Novos Aloprados

        2010 – R$ 1 MI de Alberto Youssef na campanha de Gleisi Hoffmann

        2010 – BTG Pactual e as sondas do pré-sal

        2010 – Erenice Guerra – Tráfico de influência

        2010 – Governo Lula gasta R$ 88,2 milhões nos cartões corporativos

        2011 – Caso Palocci Consultor

        2011 – Escândalo nos Ministérios da Agricultura, Transportes e Cidades

        2011 – Escândalo nos Ministérios do Turismo, Esporte e do Trabalho

        2011 – Faxina Ética no Governo Dilma

        2012 – Caso Cachoeira

        2012 – Escândalo no Ministério da Pesca (Ideli Salvatti)

        2012 – Rosemary Noronha e Lula e os 25 € milhões em Portugal

        2012 – BNDES – Usina Metalúrgica na Venezuela

        2012 – Operação Porto Seguro (Rosemary Noronha)

        2012 – Prisão da cúpula do PT

        2013 – Início das Pedaladas Fiscais

        2013 – BNDES – Rodovia em Gana

        2013 – Aeroporto em Guiné Equatorial

        2013 – Arlindo Chinaglia – R$ 1 bilhão em fraudes de licitações

        2013 – Dilma perdoa US$ 900 milhões em dívidas de ditaduras africanas

        2014 – Assassinato de Paulo Malhães – Comissão da Verdade

        2014 – BNDES – Porto Mariel em Cuba

        2014 – Lava Jato – expectativa de recuperar R$ 40 bilhões

        2014 – Superfaturamento de US$ 900 milhões caças Gripen

        2015 – Prisão do ex-tesoureiro do PT

        2015 – Ex-diretor da ANP cai do 11º andar

        2015 – Caso LFT Marketing e Touchdown – R$ 12 MI para Luleco

        2016 – R$ 131 bilhões de cortes na Saúde

        2016 – Caso Exergia – R$ 20 MI para Taiguara dos Santos

        2016 – Crime de responsabilidade fiscal de Dilma

        2016 – Assassinato de Arthur Sendas (Compra de Pasadena)

        2016 – Marqueteiro do PT é preso

        2016 – Delcídio Amaral preso em flagrante

        2016 – Governo Dilma gasta R$ 44,4 milhões nos cartões corporativos

        2016 – Denúncias comprovadas já chegam a R$ 47 bilhões em desvios do PT

        2016 – BNDES – US$ 788 milhões em propinas em 12 países

        2018 – Assassinato de Roberto do PT (Queima de Arquivo)

        2018 – Lula Preso – Primeiro de 8 Processos

        2018 – Corrupção na usina de Belo Monte

        2018 – Escândalo das agências de pesquisa na Campanha de Dilma

        2018 – BNDES – Calote de Venezuela, Cuba e Moçambique (lavagem internacional)

        2018 – Comperj – R$ 15 milhões de propina para o PT

        2018 – Vice-presidente da Guiné Equatorial chega ao Brasil com US$ 16,4 milhões

        2018 – Desvios de R$ 140 milhões nas obras da Torre Pituba

        2018 – Caso Lulazord

        2018 – Desvios de R$ 126 milhões nas obras a transposição do rio São Francisco

        2019 – Fernando Pimentel e CEMIG

        2019 – André Esteves, Lula e Graça Foster na PetroAfrica

        2019 – Operação Vegatomia – R$ 500 milhoes em fraudes no FIES

        2019 – Delação de Palocci – R$ 270,5 milhões para o PT

        2019 – R$ 1,1 milhão de mesada para Frei chico (irmão de Lula)

        Mesmo que nada tivesse feito, só por não haver nenhuma manchete deste tipo nos últimos 500 dias, já é mais que suficiente para a aprovação do governo Bolsonaro.

        2020 – Vídeo mostra Bolsonaro falando palavrões, mas ninguém contou quantas vezes a palavra LIBERDADE foi dita durante a reunião.

        Vida que segue!

        1. Parabéns pelos catalogamentos das ocorrências absurdas que definiram o PT. Vou copiar. Nesta reunião ministerial, também quantas vezes se ouviu “quanto você vai levar”, “Quanto eu vou receber” ou outras expressões criminosas tão usadas nas reuniões do PT.

  10. O fato de provocar arritmia cardíaca já serve de alerta para o uso da Cloroquina. Mas o “dog whistle” funciona perfeitamente com os seguidores do Bolsonaro toda vez que ele fala alguma besteira. É a mesma frequência dos apitos dos cachorros que somente os seguidores do presidente ouvem e saem pelas ruas mandando o Kalil ir pra Cuba. Eles se superam a cada dia.

  11. Que cientistas com overdose de burrice são esses que recomendam o cloroquina como remédio a ser dado só quando há falência múltipla dos órgãos?
    Quantos doentes de malária morreram de problemas cardíacos após tomarem cloroquina para justificar as orientações dos cientistas em não ministra-los aos Sem Remédios na luta pela vida contra o coronavírus?

  12. O governador João Agripino viu a gripe do coronavírus chegar da Itália na escola vizinha de onde mora, não cancelou o carnaval e com o auxílio do Mandetta tenta jogar a culpa pelas mortes no colo do Bolsonaro?
    Bonner, faça um jornalismo isento, use a liberdade de imprensa e explique plim, plim por plim, plim da Globolixo ter ajudado a manter essa folia irresponsável para os brasileiros… Ah! conta, vai.

  13. Ricardo, parabéns pelo texto. Li umas 4 vezes pra aceitar que foi você quem escreveu pois já li muitos absurdos escritos por aqui.

    Os meus sinceros parabéns.

    Abraço.

  14. Transcrevo, a seguir, parte de publicação do Conversa Afiada de hoje:
    “O deputado estadual Gil Vianna (PSL-RJ) fez uso da cloroquina em seu tratamento contra a Covid-19. O bolsonarista tinha 54 anos e morreu na noite de terça-feira 19/V após ficar cerca de uma semana internado. A informação é da coluna de Lauro Jardim no Globo”.
    O interessante, nesse caso, é :
    “O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) lamentou a morte do deputado, mas não citou que a causa foi o coronavírus”.

  15. Frase histórica proferida, ontem, pelo maior filósofo e sábio da atualidade, que deve enriquecer os compêndios mais notáveis da humanidade:
    “Quem é de direita toma cloroquina; quem é de esquerda, tubaína”.
    Como podem observar, estamos “fotografados” com mentes tão iluminadas.

  16. Aos esquerdopatas: deixem de ouvir a Globo-Lixo… vocês se tornarão pessoas melhores, com capacidade de discernir bem e mal, certo e errado, alto e baixo, mais e menos. Assim, serão capazes de multiplicar a todos e não apenas dividir para o seu próprio grupo.

  17. É necessário apurar para onde têm ido as verbas destinadas aos fundos partidários dos opositores.
    A disparada de críticas (média de 70 diárias) feitas pela mídia opositora combinada com o misterioso silêncio dos derrotados nas urnas é mais que visível.
    A atual paralisação seletiva e proposital dos afazeres parlamentares e processuais no STF é inexplicável. Até o Lula anda radiante com isso, a ponto de comemorar a vinda da pandemia.
    Essa revolução branca em andamento está à espera de usar a fome, o desemprego e a falência econômica que se avizinha para forçar a tomada do poder.

  18. Ai blogueiro abestado. Vê se pensa um pouco mais quando for votar em 2022. Você também é culpado sim, pelo que estamos vivendo hoje.

  19. Alguém precisa avisar o presidente do STF que atente para os perigos da prescrição nos processos em andamento movidos contra os membros do quadrilhão.
    Bom lembrar que faz 33 anos que as vítimas da criminalidade e dos assaltantes dos cofres públicos aguardam a interpretação definitiva do STF, a respeito de um simples artigo da CF.
    Enquanto o cidadão comum aguarda isso, o STF segue ocupadíssimo com veracidade de atestado médico, conteúdo das reuniões no executivo, eficácia de remédio para enfrentar pandemia que já matou 18 mil brasileiros e outras merdas que favorecem apenas os executores da revolução branca que vem por aí.

  20. Todos estão deitando falação sobre a frase de Lula em relação ao coronavirus. As emissoras de tv aproveitam para demonstrar seu partidarismo. Só mostram o Lula em situação desfavorável (inclusive o comandante deste blog). Tudo para denegrir a imagem do ex-presidente e assanhar o discurso de radicalismo e raiva. O problema é que divulgam apenas a frase e excluem o contexto, onde Lula enaltece a importância do Estado na solução dos problemas, condena a sanha privativista que, em situações de guerra e pandemia, o Estado é o único a bancar os custos e acudir a sociedade. No vídeo, Lula chama o coronavírus de “monstro” e, em nenhum momento enaltece o vírus. Quem tem discernimento e capacidade cognitiva/interpretativa verá claramente que houve apenas uso de termo inadequado pois, o “AINDA BEM”, no contexto, expressa situação de pesar já que, substituindo-o por “INFELIZMENTE” (ou termo de mesmo significado), a abordagem estaria perfeitamente compatível com o discurso e anseio do ex-presidente. Certamente pretendeu usar esse termo (ou equivalente). Vejam o vídeo inteiro, com cerca 1 minuto e cinquenta e seis segundos, e verão que o “ainda bem” NÃO SE ENQUADRA NO CONTEÚDO DO DISCURSO. Ocorre que a massa ignara não tem capacidade de raciocínio. Se tem, não usa. Baseiam-se apenas e tão somente no fragmento do vídeo, separado de forma (mal)intencionada, com cerca de trinta segundos que, analisado isoladamente, faz crer que Lula agradece o surgimento do coronavirus. E isso o vídeo, indubitavelmente, não demonstra. Trata-se apenas do culto ao ódio. Pena que pessoas tidas como inteligentes e bem informadas embarcam nessa canoa furada.
    Diferentemente do “sociopata” que ao dizer uma asneira, justificando-a com outra agressão maior, o ex-presidente pediu desculpas pela colocação infeliz. Mas isso não tem importância para os alienados.

    1. Ô Silva, admitamos, por hipótese acerca da farinha, (aliás, o cavalheiro sabia que a palavra fartura deriva de farinha?), é uma hipótese, mas o que é fato é que nos dezessete primeiros meses de mandato o Presidente não ultrapassou os 30% de aprovação (Lulinha passou a faixa com 87%, desculpa, viu) e agora começa a cair. A insuspeita XP Investimento informa que numa só tacada ele caiu cinco pontos. Ribanceiraaaaaaa.

    2. Como já disse em várias oportunidades, pessoas do seu naipe uivam, uivam, uivam e… quando estão calados, azurram, orneiam, ornejam, rebusnam, zornam, zurram…. Fazer o quê? Mesmo a pós a morte, não deixarás de ser cretino, nem de de ruminar o capim que o alimenta cotidianamente. Quem nasce jumento nunca, por mais que tente, chegará a burro. Parafraseando Reinaldo Azevedo: “é da coisa”… Não seria do coiso?

      1. Silva, quanta falta de bons modos! Brabo que nem um siri na lata, você é assim mesmo ou apenas na blogsfera? Tome tenência, sujeito!

  21. Será que tem mesmo patrocínio de fundo partidário ou alguma promessa oculta para a Globo manter essa implacável guerra de noticiários contra o governo atual?

  22. A rede Globo é um verdadeiro lixo, ou melhor, pior que lixo, pq o lixo vc consegue reciclar.
    O Presidente Bolsonaro vem sendo atacado 24 hrs/dia, pq já avisou para a emissora que sòmente irá renovar a sua concessão em 2022, caso ela quite a sua dívida milionária.
    Enfrentar a esquerda e a imprensa não é nada fácil, mas o mito continua resistindo, pois em toda sua vida pública não tem nada que comprove corrupção ou lavagem de dinheiro !!!

  23. Para ira e inveja dos ignóbeis, hoje Lula recebe seu 36º título de Doutor Honoris Causa, da Universidade Nacional de Rosário, na Argentina. Isso demonstra cabalmente que o mundo não leva a sério a farsa montada para condenação política do ex-presidente. Fica no ar uma pergunta: quantos títulos da mesma espécie o sociopata recebeu ou receberá? Fora do Brasil, é claro. Pois aqui, provavelmente, será agraciado pelos terraplanistas colocados por ele em universidade públicas com o fito de conceder-lhe, de forma injusta, tão elevada comenda ou honraria.

  24. Transcrevo, a seguir, parte de noticia publicada, hoje, no sitio GGN:
    Defesa de Lula apresenta documentos que apontam que Odebrecht pagou delatores.
    A defesa do ex-presidente Lula apresentou nesta quarta-feira (20/5) ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região embargos de declaração relativos a acórdão proferido no último dia 22 de abril, referente ao caso do sítio de Atibaia (SP).
    Sustenta que documentos e planilhas apresentados no último dia 17 pela própria Odebecht à Justiça de São Paulo provam definitivamente que delações usadas para condenar Lula foram pagas.
    Esses documentos foram apresentados pela construtora em processos contra Marcelo Odebrecht. Entre eles, está uma planilha segundo a qual ex-executivos e colaboradores da Odebrecht receberiam por até nove anos valores da empresa sem qualquer tipo de prestação de serviço após a celebração dos acordos de delação premiada”.
    A notícia, como sempre, não será objeto de divulgação pela imprensa partidária. É a velha estratégia: “só divulga o que prejudica o ex-presidente”.

  25. Transcrição parcial de notícia publicada hoje:
    “Jornal GGN – O juiz Marcelo Bretas supostamente “encobria as coisas” corruptas que ocorrem na administração de Wilson Witzel. Mas, cooptado por Jair Bolsonaro – ou melhor, seduzido por uma vaga na Suprema Corte – agora quer desmontar o esquema em torno do governador que virou adversário dos Bolsonaro. É isso o que registra um grampo da operação Favorito, da Lava Jato do Rio de Janeiro”.
    As irregularidades da Lava Jato são tantas que, apesar do malabarismo de seus condutores, está ficando muito difícil manter escondido o imenso estoque de atos ilegais praticados.
    Carecterístico de governo ditatorial, os atuais adversários(tratados como inimigos), mesmo que “ex-amigos” e “ex-comparsas” de longas datas, são eliminados com os mesmos atos ilegais que ajudou a praticar.

  26. Este cara pariu dois desastres pelo menos, Bozo e Aécio, e quer porque quer enxergar e convencer alguém que este idiota de plantão tem alguma razão no que faz e diz.

  27. Segundo publicação de hoje, no DCM:
    “A tortura d´agua é uma pratica que foi utilizada pela Inquisição durante a Idade Média e consistia em colocar um funil na garganta de um indivíduo e despejar a água sem parar. Tal técnica recebeu nos centros de tortura da ditadura militar o apelido de TUBAINA”.
    Tubaina é, na verdade, “entuba aí, né”.
    O nome dado a tal prática é gíria de quartéis para tortura por afogamento.
    Esse seria o real sentido dado por Bolsonaro na piada de mau gosto sobre cloroquina e tubaína.

  28. Enquanto 4,8 milhões de vítimas do coronavírus no mundo são mantidos em desesperador Estado de Necessidade, os pesquisadores científicos aparentemente de rabo preso com laboratórios há cinco meses estudam os efeitos da cloroquina com a mesma preguiça que o STF julga chefe e membros do quadrilhão.

  29. Última pesquisa afirma termos mais de 300 mil casos de coronavírus sem receber remédios.
    Mesmo contra-indicado para coronavírus (riscos cardíacos), aqui se consome 35 milhões de comprimidos de cloroquina por semestre, no tratamento de lúpus, artrite reumatoide e malária, equivalente a um para cada brasileiro, a cada três anos.
    Diria o Fiori Gigliotti: “Haja coração”.

  30. Que bom que aqui pelo menos neste seu espaço Ricardo, se pode expor as opiniões dos leitores, como numa verdadeira democracia. Lamentavelmente o portal UAI simplesmente aboliu os espaços para comentários em suas reportagens, com raríssimas exceções e mesmo assim exclusiva para assinantes. Achei uma atitude muito pouca democrática.
    Mas voltando ao assunto da Cloroquina, infelizmente todos politizaram este medicamento e de ambos os lados da nossa polarização política. Concordo que Bolsonaro deu o chute inicial se fazendo de garoto propaganda mas em sequencia, as esquerdas e os anti Bolsonaro levantaram uma bandeira politica e ideológica anti Cloroquina. Ridículo das duas partes e beira uma infantilidade extrema. Inventaram mentiras de ambos os lados, exageraram, mostraram dados estatisticos falsos de ambos os lados e surgiram fake news. A Hidroxicloroquiina não é veneno e nem tão pouco a solução mágica para a cura da doença. Já é usada há décadas no mundo todo e com sucesso. Lógico que a medicina tem ciencia dos possiveis efeitos colaterais se não são raros também não são frequentes. Administrados na dose certa, no tempo certo da doença, por um periodo certo e com acompanhamento clinico em Hospital este medicamento tem se mostrado sim eficaz. Ao contrario de que muitos anti bolsonaristas dizem, existem sim muitos estudos mundo afora, como na França, Reino Unido, Alemanha, EUA, China, India e com bons prognósticos. Só não houve tempo ainda para uma conclusão unica a nível mundial sobre o custo-beneficio de seu uso.

    1. acho que tem a ver com o nível dos palavrões e xingamentos. Não é possível manter funcionários mediando comentários ou aprimorando filtros. No blog, com tecnologia by RK (hehe), consegui evitar isso. Uma grande parte dos comentários acaba indo direto para a lixeira. Além disso, recebo apenas dezenas de comentários diários. O Portal recebe milhares. ABrs

  31. Nossa, o mundo dá muitas voltas mesmo, hein?

    Não é de hoje que a turma anti-científica e do obscurantismo está do lado do presidente da república e todas as pessoas com neurônios, inteligência e sensibilidade estão do lado oposto.

    Mas vocês resolveram dar voz e poder ao primeiro grupo, levando o lunático-mor à posição de timoneiro da Nação. Deram de cara com um iceberg imenso e não conseguiram desviar, porque são burros e arrogantes demais para escutar quem sabe mais. O pior é que estamos todos no mesmo barco.

    No momento atual, só há uma coisa a se fazer: remover esse imbecil, esse chimpanzé reumático, ignorante, estúpido e toda a escória de fascistas aloprados que o rodeiam do poder, inclusive o tal Paulo Guedes, tão amado pelos capitalistas e seus pobres de direita que se acham “traders” só porque aplicaram uns caraminguás em ações na bolsa.

    Qualquer caminho fora disso significa ampliar o genocídio e as consequências da ignorância cometida pelo eleitorado brasileiro em 2018.

    Aos que apertaram 17: vocês têm, SIM, responsabilidade por estas mortes, e para o bem da Nação, o melhor que fazem é pegar seus títulos de eleitores e queimarem, e nunca mais chegar perto de uma urna novamente.

    1. Se os irresponsáveis que apertaram o 13 em busca de mamatas tivessem jogado o deles fora após a descoberta do quadrilhão, petrolão e mensalão, o Brasil teria só metade dos mortos na dura tarefa de combater a pandemia.
      Aliás, o que fizeram os 10 ministros que não entendiam de nada de saúde para enfrentar dengue, zika, sarampo, varíola e outras epidemias ressuscitadas nos tempos do Lula, Dilma e Temer?
      Falar em genocídio, o Doria e o Mandetta também já foram pedir desculpas pelas mortes por não terem cancelado o carnaval e demorarem 15 dias para suspenderem as aulas e 22 dias para iniciar a quarentena?

      1. Pelo visto, sua matemática é perfeita. Levando-se em conta que a mais de três anos o PT já não apita nada na Administração Federal, a pandemia não teria início, em seu berçário, na China, no final de 2019. Por essa lógica, teríamos de convocar, urgentemente, o PT pois, tendo ele a capacidade de deixar coronavirus hibernado por quase três anos, fora do Brasil, na China, poderá elimina-lo definitivamente. Aí resolveremos o problema definitivamente. Tô certo ou tô errado?

      2. Pelo visto, sua matemática é perfeita. Levando-se em conta que a mais de três anos o PT já não apita nada na Administração Federal, a pandemia não teria início, em seu berçário, na China, no final de 2019. Por essa lógica, teríamos de convocar, urgentemente, o PT pois, tendo ele a capacidade de deixar coronavirus hibernado por quase três anos, fora do Brasil, na China, poderá elimina-lo definitivamente. Aí resolveremos o problema definitivamente. Tô certo ou tô errado?

    2. Cara, pelo visto não é apenas no seu nome fake que tem “pequeno”. Seu cérebro também está precisando de um fermento. Há uns 18 anos atrás vocês elegeram um pinguço que enganou muitos por uns tempinhos mas que arruinou nosso país não só financeiramente, mas socialmente e moralmente também. Pagamos até o hoje o preço. Este “iceberg” vermelho verdadeiro que nos esborrachamos, foi o responsável pela maior cisão que nosso povo já sofreu. Por um lado teve um lado positivo, fez renascer de forma forte e vigorosa um movimento nacional de direita (Adormecido por décadas) que elegeu Bolsonaro. Sim, Bolsonaro foi resultado de Lula, engraçado, né? . Antes tínhamos uma só voz, antes tínhamos apenas uma ideia. A imprensa, de forma geral, refletia com gosto ideológico esta posição unica. Era a zona de conforto. As coisas mudaram agora e para sempre. A direita perdeu a vergonha de sair as ruas, perdeu a vergonha de gritar pelos direitos dos brasileiros sob uma outra ótica. Se tenho algo a agradecer ao Lula, seria isto. Ele despertou um gigante.

  32. Nesse pandemia imprestáveis no país, o STF extrapola suas atribuições judiciais e assume funções policiais, investigando reuniões ordinárias do executivo e legislativo para se inteirar dos conteúdos sem a regular ação judicial e com isso, viola a CF e atenta contra a harmonia dos poderes, a Pátria e a democracia.
    O Muttley, o cão do Kid Vigarista já ensaia a risadinha marota para a merda que isso vai dar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.