Ao Kalil, já não basta não cuidar da cidade. Agora ele quer pautar o estado; veja

O Brasil continua entregue a uma horda de pretensos alquimistas, que se imagina capaz de transformar chumbo em ouro

Foto: Eugênio Sávio

Quem me acompanha sabe que não morro de amores por Alexandre Kalil, prefeito de Belo Horizonte. Nos conhecemos apenas socialmente e através de amigos em comum, nada mais. Nunca me fez nada de mal, e quando o leio / ouço sobre o Galo, é como se falasse por mim. Afinal, ninguém é perfeito, mas sempre possui alguma qualidade, hehe.

Kalil é a versão mineira do coroné Ciro Gomes. Populista, boquirroto e grosseiro na forma de agir e falar. Quem o conhece intimamente jura que é um doce de pessoa e um “coração enorme”. Não duvido! Nunca confundo a personagem pública com o ser humano. E nunca critico quem não conheço. Por isso, quando bato, bato no prefeito, nunca no Alexandre.

Pois o Coroné Kalil arreganhou os dentes outra vez. Ao se referir sobre a privatização da Copasa, que consta no plano de recuperação fiscal do estado, enviado pelo Governador Romeu Zema à Assembleia Legislativa, mandou ver: 

“Acho engraçado quando falam em privatizar a Copasa, porque estão querendo privatizar o que não é deles. É a coisa mais simples do mundo e está em contrato, já mandei olhar: no dia que (sic) privatizarem a Copasa eles perdem a concessão da água de BH. Estamos falando de uma concessão privada de coisa de 400 milhões por ano”.

Ulalá!! Botou o p… na mesa!!!

Igualzinho quando ameaçou proibir o tráfego de carretas no Anel Rodoviário; acabar com os “assassinatos” das enchentes em Venda Nova; retornar os voos interestaduais para a Pampulha; abrir a Caixa Preta da BH Trans; e tantas outras bravatas de ocasião. Gritar é fácil! Difícil é fazer valer o grito.

Quer dizer que se a Assembleia aprovar o plano do governo para não permitir a quebra em definitivo do estado, o qual prevê uma penca de privatizações mais que necessárias, o todo-poderoso prefeito irá secar as torneiras da cidade? Ao fazer uma ameaça assim, acaso não estaria Kalil comportando-se justamente como acusa? De forma clara: seria ele o dono de Belo Horizonte e ninguém nos avisou?

Ora, privatizar toda e qualquer estatal deveria seu uma obrigação nestes tempos em que restou mais que clara a incapacidade do Poder Público de geri-las em beneficio da sociedade.

Estatais são cabides de empregos, fontes inesgotáveis de corrupção, antros do corporativismo estatal, sacos sem fundo de favores e conchavos políticos, ralos por onde escorre o dinheiro de quem trabalha e produz. Contra as privatizações, apenas os que servem ao Estado; ou Dele se servem. Simples assim!

Kalil deveria apoiar a iniciativa do governador. Aliás, poderia repeti-la e exterminar o monte de porcarias municipais, que deveriam deixar a iniciativa privada fazer aquilo que ou não fazem ou fazem com extrema ineficiência.

Mas Kalil é parça de Ciro Gomes. Kalil é mais que parça de Gilberto Kassab. Kalil é, afinal… Kalil. E todos pertencem a uma espécie de políticos que precisa, o quanto antes, entrar em imediata extinção, sob pena de continuar a destruir o que sobrou deste miserável país.

É impressionante, mas Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru e Venezuela, apenas para ficarmos na nossa triste América Latina, não ensinam nada para essa gente.

Leia mais.

70 thoughts to “Ao Kalil, já não basta não cuidar da cidade. Agora ele quer pautar o estado; veja”

  1. EU SOU O NEOLIBERAL / DO DOLAR A CINCO REAL / MEU VOTO FOI UM TIRO NO ESCURO / E AGORA ESTOU TAO DURO / QUERIA VIAJAR / MIAMI NAO DA / SO DA SER DE BUZAO PRA PORTO SEGURO…..

      1. Viaja pra Curitiba: é lá que está o bandido que, além de comandar a maior roubalheira de dinheiro público, deixou, junto com a sua comparsa, o País nesta situação.
        Vai lá, se ajoelha, lambe os patas do grande ladrão. Quem sabe se assim ele paga sua passagem pro Japão; afinal, só de propina da Odebrecht ele recebeu 29 milhões!

    1. Kalil, grande Kalil….bom prefeito, durão, sério, honesto Responsável por Bhte sim. Torço que seja governador de Minas Gerais. Os contras, provavelmenbte, são as marias.

  2. Olá Inundado, saída pela tangente heim? Assunto local quase não parece nesse espaço, mas como o BOZZO, vai em seu projeto ribanceira levando pau em nível nacional e internacional vem, então, com a conversa no estilo cerca Lourenço. Tá manjado.
    O Chile tem população menor que a das Alterosas. Quase 2 milhões na rua (esse a Rede Esgoto esquiva de mostrar, quando o faz é de longe, mas na Bolívia que havia seis gatos pingados protestando e vênus mostrou) . Dezenas de mortos. Tudo em comemoração dos benefícios do neo liberalismo. Tem aposentadoria para quem ralou por décadas? Tem não; tem divisão das riquezas ou é super concentra? Hiper Concentrada. O nível de crueldade é tal que até Armínio Franga já impreca.
    Acorda pra vida, sujeito!

    1. Antes,alegavam que a privatização era necessária por que as estatais geravam prejuizo.Não é o caso da copasa e muito menos da Cemig.Zema quer mostrar ao Bozo,que está em sintonia com essa política desastrosa do Paulo Guedes:entregar nossas riquezas ao capital privado.

        1. É impressionante como protesto de direita e de seguidores do Mito é feito apenas com xingamento!
          Você diz:
          – O país está bem!
          O sujeito responde:
          – Claro! Você é petista idiota, corrupto e ladrão igual ao Lula!
          Cruz credo!

      1. Governo tem que cuidar de Saúde, Segurança e Educação. O resto terceiriza, tem gente que faz melhor, mais barato e não vira cabide de emprego. Governo cuidar de distribuição de água e energia elétrica é furada, não tem dinheiro para investir.

        1. Amigo, procure ler…varios países tais como Reino Unido, alemanha, etc…estão entrando em processo de reestatização…pq cairam na real que nao da pra colocar td na iniciativa privada….terceirizaram a vale e vc viu as merdas que estao acontecendo (melhor dizendo deram ela de presente ne, pois privatizaram por 5bi com uma reserva de mais de 150bi), ah privatiza que vaum fazer melhor e mais barato…aki faz um teste com os correios, eh estatal e tem empresas concorrentes, faz a simulação no site dos correios, fedex, jadlog de envio de alguma remessa, poe uma de 20kg, de porto alegre para minas por exemplo…vc vai ver qual é mais barato, antes de vomitar merda,sai do youtube, etc, e vai ler, se informar de verdade amigo…da tempo ainda

  3. Bom texto…não gosto do Kalil também, ele fala muito. Tem gente que defende ele de forma cega (tem jornalista esportivo que faz isso). Sempre falam do hospital do barreiro, mas a única coisa que ele fez foi abrir o hospital, não foi ele que construiu. Concordo com tudo que você escreveu Ricardo.
    PS.: No outro texto tivemos um conversa esquisita, mas nesse eu acho que não..rsrsrs

    1. Danilo pesquise antes de falar, o Kalil se elegeu com a plataforma de não construir nada antes de acabar o que estava parado, obras que os ladrões que ele sucedeu iniciaram roubaram e depois deixou parada, ele está terminando estas obras antes de começar a fazer outras.

  4. Político —principalmente os populistas e corruptos—adora estatal. Cada estatal privatizada é uma teta a menos para ser mamada, um cabide de emprego, um cofre público recheado fora de suas garras.
    Já pensou como a vida dos “coitados” dos políticos ficaria mais dura? Como as oportunidades de encher malas, cuecas e contas em paraísos fiscais com dinheiro público ficariam mais reduzidas?

    1. A população tá mesmo fo****! Se é estatal, o político rouba para ele; se é privatizada, o empresário rouba para ele. Nem precisa dizer quem é o roubado em ambos casos, né?

      1. A estatal é usada em benefício próprio e roubada pelos políticos. Todas são. E vc, eu e todos os brasileiros pagamos duplamente: 1) pelos prejuízos decorrentes da corrupção, do inchaço, da má administração; e 2) pelos serviços ruins e caros etc.
        Já a estatal privatizada, se for roubada, isso passa a ser um problema para os donos e os acionistas, não para o contribuinte. Veja o caso das Teles: as telefônicas estatais cobravam uma fortuna por uma linha telefônica ( era tão caro que era um bem que se declara no imposto renda) e pelas contas mensais. Eram empresas inchadas e deficitárias, sem recursos nem para a expansão das linhas (o interessado tinha que bancar a extensão da rede e aguardar uns 2 anos para instalação da linha; ou comprar de particular por um preço
        exorbitante: pois a demanda era muito maior do que a oferta ( as estatais não tinham recursos para expandir redes) . TELEFONE ERA UM BEM INACESSÍVEL AOS POBRES E À CLASSE MÉDIA BAIXA!
        Hoje uma linha é gratuita e o valor das contas mensais, tanto do fixo como do móvel, são muito inferiores aos da época. HOJE O TELEFONE FIXO E MÓVEL É ACESSÍVEL A QUALQUER UM.

        1. Por outro lado, temos a privatização da Vale que dispensa comentários. Temos a concessão de rodovias pelas quais pagamos e não vemos o retorno, embora a cobrança continua incessantemente (e olha que a Via040 depois de ter auferido lucros sem fazer as obrigações contratuais ainda quer devolver!). Os aeroportos, idem. Viracopos, o exemplo de modernidade e dinamismo privado, assim como a Via 040, agora quer devolver! A Telemar (agora OI) tem uma dívida absurda e está em recuperação judicial.
          As privatizações são feitas, no Brasil, a ferro e fogo. Do tipo, tudo ou nada! E ainda de modo a serem compradas pelos políticos ou amigos destes com financiamento do BNDES! Vende por ninharia (olha casos da Vale e Usiminas, pra onde foi o dinheiro?), num sucateamento para justificar a privatização e o preço de banana. E os serviços não necessariamente melhoram. Mesmo setores onde não há monopólio estatal não vão lá muito bem. Ou estamos satisfeitos com as universidades picaretas e os planos de saúde? E diante disso, a previdência privada será melhor? Taí o Chile com o resultado!
          Não pode ser assim!

          1. Já pensou se a Vale fosse estatal nas garras e patas de um político como o Lula Propina? Teríamos aí um Valezão de proporções tão gigantescas que o Petrolão seria fichinha.
            A Vale escapou de ser instrumento de mais um grande assalto aos cofres públicos. Mas, sim, faltou em sua privatização que o Estado cumprisse sua obrigação de fiscalizar, pelos seus órgãos, agências, de punir , multar e interromper atividades que não estivessem obedecendo normas técnicas para operar, por incompetência, inchaço e corrupção. Sem nenhuma fiscalização, Vale deitou e rolou.
            Qto ao Chile, comparado com Venezuela, Argentina, Cuba, Nicarágua, Paraguai,Uruguai, e o Brasil que Lula/Dilma nos deixou está muito bem.

            1. Em momento algum mencionei Lula, Dilma ou o PT. Veja como a ideologia que tanto criticam está presente na sua fala. Falo de privatização, da participação e tamanho do Estado, em outras palavras, do papel do Estado, um assunto geral que deveria interessar a população e nossos dirigentes, independentemente da corrente política, mas o único retorno que temos é o relinche “lula, esquerdopatas, petralhas, corruptos, lulaladrão” e coisas do tipo. Há diálogo dessa forma?

              1. Como estamos debatendo estatismo x privatização, a menção à Lula/Dilma foi feita só pra mostrar um dos exemplos mais graves das empresas nas garras de políticos.
                Em relação aos crimes ambientais, é preciso lembrar que muitas dessas barragens irregulares foram construídas muito antes da privatização em 1997. Ocorre que, com a privatização e com o boom das commodities, as escalas de produção e extração da mineração da empresa aumentaram com o maior emprego de aparelhagem tecnológica nos métodos de exploração e extração minerais — que também aumentou o risco dos projetos. A escala da geração de rejeitos também é ampliada. E se há uma ampliação da escala de produção, como subproduto da produção mineral tem o rejeito.
                Assim, as barragens já construídas pela Vale ESTATAL de um modo potencialmente danoso ao meio ambiente, passaram a receber uma carga de rejeitos muito maior do que antes. Se não tivesse sido privatizada, provavelmente o crescimento de sua produção não teria sido tão elevado (devido às mazelas do estatismo: má administração, baixa capacidade de investimento em expansão, de produtividade e de lucratividade)
                A privatização não somente foi muito boa para os cofres públicos (com enorme aumento de impostos) como o número de empregados cresceu de 17.000 para mais de 70.000 !!!)
                Os danos ao meio ambiente poderiam, REPITO!, ter sido evitados se o Estado tivesse cumprido a exclusiva e intransferível obrigação de fiscalizar, punir e até interromper aquelas barragens construídas daquele jeito pela Vale ESTATAL.

              2. Ps. : Lembrar que as privatizações do gov FHC foram acompanhadas devidamente da criação de agências reguladoras administradas por pessoal técnico. A partir do gov Lula, as agências foram loteadas e aparelhadas por políticos (colocou-se raposas para fiscalizar o galinheiro)

              3. Mais quem é contra privatização são os esquerdopatas atrasados que não gostam de trabalhar, gosta do salariozinho no sindicato e pão com mortadela.

  5. os liberais do ai fone onze adoram uma privatização, curé, curé e tudo porco, como dizem aqui em são joão del rei, mg. obs: aqui não é terra de aécio, ele nasceu em bh, podem pesquisar, há muito tempo não ganha nada por aqui, aqui nós comemos tucanos no café da manhã.

    1. Afonso, é por ai. Em verdade nem necessita de mais lei. O que tem de ser feito é aplicação da Constituição, ela já trás as orientações. E água não é mercadoria. Mas entre nós o que essa elitizinha rapinosa, extrativsta e predadora quer é cortar a perna logo abaixo da virilha como pretexto de tratar uma unha irritada no dedinho mindinho.
      Não se busca solução racional e em favor da coletividade. Muita coisa é engendrada para canalizar o patrimônio e os recursos públicos para os banqueiros de goela larga.

      1. Só faltou você dizer que é a CIA quem está orquestrando privatizações para entregarmos nossas riquezas aos EUA..kkkkk… tenha dó!

        1. Não precisa. Americanos não compram companhias de água. Em Nova Iorque, por exemplo, todas as instalações e tubulações de água da cidade foram trocadas (pelo governo, diga-se de passagem!), sendo a água de ótima qualidade nas torneiras de espaços públicos. O projeto envolve benefícios fiscais (olha só, eles fazem isso!) para que fazendeiros de Nova Jersey preservem fontes de água natural (impedindo, por exemplo, que o gado se aproxime dos mananciais) cujas águas são canalizadas para a cidade. O Globo Rural, inclusive, fez uma matéria especial sobre o assunto.
          Nós, somos mais “inteligentes” e preferimos comprar água mineral. É mais chique!

        2. Claudinei, então você esta com dó de quem assambarca as riquezas do Brasil e nos deixam a ver navios? Ops, navio não, lama. Olhe para Mariana, olhe para Brumadinho. Verás muitas pessoas maltrapilhas e sem meios de subsistência digna. Há cinco séculos as riquezas vão para longe e nós aqui na indigência. Ah, para seu governo, durante décadas, enquanto era ESTATAL – num foram acidentes. foram desastres programados para obter-se mais lucros , as barragens não arrebentavam. Deixe o sarcófago da ignorância e do preconceito.

    1. Isso é atitude de quem deve ter cargo comissionado ou aguardando uma boquinha. Kalil não passa de bravatas e incompetência, basta andar pela cidade, para ver a sujeira, os parques abandonados, centros de saúde e UPAS lotadas, trânsito caótico, e ônibus caro.

      1. Evaldo, como se diz lá em Sergipe, estás virado na seiscentas. Haja fôlego e brincadeiras espirituosas. Só não se esqueça que o rústico jumento entrou com Jesus no lombo na cidade de Jerusalém e serviu muito por este mundo afora até que chegassem a motoquinhas e, vrummmmmmmmmm!

        1. Verdade. Para ser justo, reconheço que tem jumento mais educado e inteligente que muitos comentaristas do blog. E com papéis de destaque como o que você mencionou. Peço desculpas. Ao jumento!

  6. “Ora, privatizar toda e qualquer estatal deveria seu uma obrigação nestes tempos em que restou mais que clara a incapacidade do Poder Público de geri-las em beneficio da sociedade.”

    O Baby, viu aí o que é erro de digitação ??? Veja se descobre. Acentuação também não é o seu forte (benefício). Você também comete esses erros seu bobinho !!! Me criticou 2 artigos atrás e tropeçou na digitação do mesmo jeito né ???? Mas, o “Brogueiro” é o perfeito, não erra nunca kkkk

    Vamos ver se vai pedir desculpa ou desandar a xingar agora, com sempre faz quando está sem a razão (ou seja, quase sempre).

    Até mais.

    1. Nooooossa!!!!! O labregão ficou perturbado mesmo, hein!! Tá aí, até hoje, todo cheio de mimimi, kkkk.

      Quer dizer que eu escrevo um texto com 3153 toques, 526 palavras e 26 linhas, você encontra um acento (você seguramente escreveria ‘assento’, hehe) faltando e quer me comparar ao seu ultrajante analfabetismo???

      Você não é capaz de diferenciar ‘mas’ de ‘mais’ nem ‘conserto’ de ‘concerto’, em um comentário patético de duas míseras linhas, e culpa a digitação por sua extrema ignorância. Mas eu entendo, ‘digitação’ é como a tal galega véia do ladrão que você idolatra; basta colocar a culpa nela, pois não pode se defender e provar para todos que você, além de mau (você escreveria mal, com absoluta certeza!!) caráter, é um burro mesmo, do tipo que escoiceia o ar, zurra “Lula livre, inhó, inhó, inhó”, e sai cagando e andando, pocotó, pocotó, pocotó…

      1. Mete o ferro Ricardo , ainda bem que voce manda bem , fosse outro acho que escreveria um textao politicamente correto so pra agradar os leitores
        Forte abraco

      2. Sensacional caro Ricardo! Fico imaginado a petralhada espumando pelas ventas hahaha a cada resposta bem humorada e demolidora que vc dá. Gostaria de fzer uma sugestão se vc me permite. Poderia abrir espaço para postagens de links de outras boas matérias para ajudar a demolir as mentiras que eles contam, porque inventam numeros furados e podemos provar com números oficias, mas o blogue é seu claro, é só uma sugestão. Forte abraço e pau nos petralhas, hahaha……

        1. Quanto mais eu bato, mais apaixonam, hehe!! Sobre os links, há um filtro do próprio portal que impede certos links externos. Desculpe. Abrs

      3. É muito burro mesmo em “brogueiro”. Xingou, xingou, xingou e não viu o erro de digitação até agora.
        A carapuça serviu direitinho.
        Procura mais um pouco aí Baby !!! Leia com atenção, se conseguir, é claro !!!
        E aproveita pra xingar mais um pouco e perder a razão mais ainda !!! Kkkkkkk

  7. Ricardo, tive o infortúnio de topar com sua coluna no meu painel de notícias.
    O prefeito de BH disputou eleições com a máxima antistabilishment “chega de político, é hora de Kalil”. Eis que para a surpresa de todos ele se despontou como importante liderança político para 2020, muito além do travestido gestor emburguesado do Dória (SP) ou do désposta fundamentalista Witzel (RJ).
    Kalil lhe espanta porque é progressista. Acende o eleitorado de BH porque fala de pão e circo, alavancou políticas públicas importantes na cultura, na habitação, na assistência social, mesmo diante da crise.
    Seria um erro se Kalil coadunasse com a dobradinha estadual e federal, Zema-Bozo, que usurpa as instituições para enriquecer particulares. Aqui vemos a diferença entre os empresários. Zema surfou na onda conservadora de 2018 e permanece lacaio da mesma. Kalil joga no meio de campo.

    No mais, um abraço e viva Latinoamérica!
    Privatizar concessionárias de água e saneamento diante de uma iminente crise hídrica revela total desconhecimento da luta ambiental no Brasil.

    1. Cumé que é? O Zema, cujo partido se recusa a receber um centavo de recursos públicos do bilionário fundão partidário, usurpa instituições para enriquecer particulares? Você veio de que planeta???? Não é à toa que estamos nessa lama toda, Minas ainda mais. Quando alguém começa a arrumar a casa arrombada pelos esquerdistas em tempo recorde vem um infeliz desse com essa pérola… Ajuda aí né

    1. O Zema já está providenciando isso! Acho que ele não deveria incluir a Cemig. Sabe como é… dona de barragens e esse negócio de barragens não tem dado muito certo por aqui! As da Vale tem lama, da Cemig alguma água e da Copasa água nenhuma! Parece bosta: quanto mais mexe, mais fede!

  8. O Kalil, falou a verdade. Está em contrato. Cabe a Prefeitura renovar ou não. Ele não falou em fechar a torneira. Ele pode assumir a produção de água de Belo Horizonte, como muitas cidades já fazem. A produção e distribuição de água e coleta de esgoto estão firmado em contrato de concessão. Privatizar a COPASA não é tão simples como você pensa. Existem várias cidades que dão prejuízo. Quem vai querer ficar com elas? Quem vai querer fazer investimentos neste locais deficitários? Os empresários só querem o filé. O fumo vai ficar com o Governo. Hoje a COPASA trabalha com subsidio cruzado, cidade que gera lucro paga o prejuízo das deficitárias. A COPASA não usa um centavo do dinheiro do Governo para investir. Todo o dinheiro é de receita de tarifas ou investimentos de Bancos Nacionais e Internacionais. Abraço.

  9. Creio que privatização da Copasa é um retrocesso, basta olharmos para os países de primeiro mundo que privatizaram suas empresas de água, hoje estão fazendo o inverso. Não moro de amor pelo Kalil mais em parte ele esta correto. Não podemos permitir que se privatize a nossa saúde, e água é saúde. Dê uma olha na qualidade da água de Pará de Minas que era copasa e hoje pertence a iniciativa privada, a qualidade piorou e o preço do serviço aumentou, é isso que você quer??
    Creio que não, então é necessário que tenhamos mais cuidado com que pedimos ou desejamos.

    1. “… basta olharmos para os países de primeiro mundo que privatizaram …”
      Ou privatiza ou corta o cabide de empregos, simples assim… o que não pode é ficar essa mamata eterna… O Kalil deveria voltar pro Galo, mataria 2 coelhos com 1 cajadada só…
      Nos livraria da sua presença na PBH e da presença do 7C no Galo…
      #AcordaKalil

  10. Kalil, grande Kalil….bom prefeito, durão, sério, honesto Responsável por Bhte sim. Torço que seja governador de Minas Gerais. Os contras, provavelmenbte, são as marias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.