Aviso aos petistas: contém altas doses de realidade. Poderá afetar seu neurônio

Pesquisas são o retrato do momento, reza o jargão popular. Ainda que precocemente, eis que surge mais uma para 2022

Eu perco até para o Moro, buááá!! (Foto: Google Images)

A Revista Veja publicou uma pesquisa eleitoral onde testou cenários hipotéticos para 2022. Pesquisa é um prato cheio para os volúveis. Quando lhes é favorável, é usada como referência. Quando não é, é logo desacreditada. Aliás, a Revista Veja — que de Veja só manteve o nome — sofre do mesmo critério. Quando batia no PT, era odiada pelos petistas. Hoje, porque bate em Bolsonaro, é amada pelos mesmos. Como o Reinaldo Azevedo, o novo guru das esquerdas, hehe.

As notícias não são muito boas para o meliante Lula e os mulambos que o idolatram. O corrupto e lavador de dinheiro perderia para todo mundo, se pudesse ser candidato. Um poste qualquer, idem. Mas o interessante, infelizmente, é o detalhamento da pesquisa, especificamente quando o embate se dá entre o criminoso serial e o atual presidente, Jair Bolsonaro, pois retrata a triste realidade em que o Brasil mantém-se preso há décadas.

Quando o corte é pela renda, Bolsonaro bate o gatuno por 62% a 23% na faixa de eleitores que ganham acima de 5 salários mínimos. Já na faixa dos que recebem até 1,5 salário mínimo, o ladrão inverte o placar e vence por 58% a 31%.

No quesito escolaridade, o drama se repete. Eleitores com curso superior dão a vitória ao Bolso por 51% a 28%. O punguista Luís Inácio é o preferido dentre os que cursaram apenas até a 4ª série do ensino fundamental: 54% a 37%.

Outro indicador que não muda — como não muda a triste realidade da região — é a distância que favorece o bilontra no nordeste do País. Por lá, o ratoneiro venceria o pai dos Bolsokids por 59% a 29%. Curiosamente, o placar inverso se repete no Sul, onde o argamandel levaria uma coça. Vale lembrar que essa é a região com o maior IDH do Brasil, em oposição ao nordeste, que ostenta o menor.

Qualquer bípede brasileiro, com mais de dois neurônios na cachola, compreende bem a razão destes números históricos e praticamente imutáveis. Igualmente consegue fazer a correlação entre essa triste realidade e a manutenção de um sistema político-eleitoral formado — e formatado — para impedir mudanças profundas neste quadro desolador.

Não por acaso, figurões nordestinos, como Sarney, Jucá, Lobão, Calheiros e o próprio presidiário de Curitiba, lutam desesperadamente contra reformas que ameacem seus currais eleitorais. São contra o fim do Fundo Eleitoral, a possibilidade de candidaturas avulsas, a criação de partidos locais etc, ao mesmo tempo em que tentam emplacar o “voto em lista” e a ampliação do financiamento público — leia-se: nossa grana — eleitoral.

A solução, por óbvio, seria a libertação do povo mais pobre e menos escolarizado, sobretudo o das regiões norte e nordeste, das garras destes coronéis abjetos e suas hostes sabujas. Como? Via educação, aumento de renda e desenvolvimento sócio-cultural. Ocorre que, como demonstra o passar dos anos, o mutro é muito alto e robusto, praticamente inquebrável. Daí o looping em que estamos todos metidos.

Demonizar os eleitores pobres, deseducados e norte-nordestinos é de uma estupidez e injustiça atrozes. Essas pessoas não votam nestes trastes por conivência, mas por conveniência e ignorância. E exigir o contrário, de quem não pode nem tem o que dar, é muito cruel.

Pulha, de fato, é um outro tipo de eleitor. É o escolarizado, relativamente capaz financeiramente e que possui acesso à informação, que, aí, sim, por conivência e má-fé, ou, na melhor das hipóteses, por ideologia e burrice, vota e elege os vagabundos que afundam a nação. No rol de leitores deste espaço há um monte deles, aliás. Capangas da desonestidade e do atraso. Vivandeiras de presidiários. Escravos em busca de esmola. Órfãos sedentos por figuras paternas que lhes ditem o rumo das miseráveis e medíocres vidinhas.

Repitam comigo, ó bovinos do meu Brasil: Lula livre, inhó, inhó, inhó!! Pocotó, pocotó, pocotó…

Leia mais.

20 comentários em “Aviso aos petistas: contém altas doses de realidade. Poderá afetar seu neurônio

  1. Olá Inundado, Lulinha Paz e Amor cercado de admiradores, sejam luminares, sejam os anônimos e mais a música tocada três vezes ao dia já da esse medo todo, avalie, então com ele solto por ai, caroara na certa. Num esquenta, isso passa.
    Tens a chance de vir para o lado da força. Não há abismo que caiba o Brasil. Os estragos são grandes, mas sob a a batuta de Lulinha os caminhos serão a ser abertos e voltaremos a trilhar pela prosperidade e pelo orgulho de ser brasileiros. O tempo do vexame via, logo logo, ser página virada.
    Sorte, Saúde e Cidadania.

    1. “Sob a batuta de Lulinha- Paz -e -Amor- pelas- Propinas os caminhos serão abertos e voltaremos a trilhar pela prosperidade” .
      É o que ansiamos ardorosamente,
      Assinado:
      Renan, Sarney, Maluf, Geddel, Temer, Cunha, Cabral, Collor, Pimentel e toda os demais membros do quadrilhão comandado pelo nosso saudoso e amado chefão.

  2. pois é. O governo deste país está tão anarquizado que até a justiça tem ficha suja… e das brabas.
    Não demora muito para a alma mais honesta esculachar de vez com o judiciário dizendo que tem 11 picaretas na Corte maior.

  3. Não tem jeito! Está na hora de se por a nossa Justiça na linha porque ela desandou e a “capivara” dela já está por demais.
    E como bom pé vermelho que sou e conheço os paranaenses, não demorará muito para alguém propor a entrega dos títulos de “Comendador de Xilindró” e de “Cidadão da República de Curitiba” ao Lula.

  4. Como já dizia o velho deitado: ou a aposentadoria acaba com a saúva ou a saúva acaba com a dignidade do aposentado.

    Paulo Guedes, meter a mão na grana dos aposentados com a ajuda dos vendedores de apoio do legislativo é fácil. Quero ver que garantia e até quando, vocês darão a eles de não voltarem a ser assaltados novamente com reajustes a menor.

    O cenário de terceiro mundismo vivido no Brasil se deve à questão cultural dos governantes espertalhões de se tirar tudo que puder daquilo que for obtido com o ganho de trabalho honesto.

    Enquanto a importância da lei dos direitos ao bilionário fundo eleitoral valer mais que a dos direitos legítimos dos aposentados trabalharam a vida inteira, são assaltados sem dó por governantes para ocultar quebradeira com desonestidade ou incompetência e o país não crescerá.

  5. Cheguei correndo pra ver os Esquerdistas começarem com o mesmo discursinho medíocre kkk
    Sempre querendo mamar na teta do governo com vários “benefícios”, bolsa família, auxilio gás ,e bla bla bla!

  6. O MAIOR VIGARISTA DA HISTÓRIA
    (OU O QUE SERIA DOS VIGARISTAS SENÃO EXISTISSEM OS OTÁRIOS)
    Ignaro Troglodita da Silva sempre foi isso: aquele que vem para desagregar, destruir, emperrar; nunca para promover, construir, criar, desenvolver.
    Desde seus tempos de sindicalista, Troglodita da Silva só soube fazer uma coisa: subir num palanque para, lá do fundo de sua profunda ignorância e exacerbado oportunismo arrivista, despejar o seu ódio contra os que fazem, os que trabalham, empreendem e produzem.
    Ele nunca construiu nada de concreto: sua deplorável história se passa quase toda em cima de um palanque, ludibriando os incautos e os pobres de espírito com sua arraigada vigarice populista. Como político oposicionista, foi contra absolutamente tudo o que se fez e se tentou fazer para modernizar o País: o Plano Real, o Bolsa-Escola, a Lei de Responsabilidade Fiscal, o Proer, reforma da previdência etc

    Como governante, não promoveu nenhuma ação/reforma concreta para modernizar o país: se limitou a, do alto de seu eterno palanque, promover uma gigantesca farra populista com o dinheiro público e a chefiar maior roubalheira já vista em toda história do Mundo.
    Como um verme parasita, Troglodita da Silva precisa ser extirpado do organismo social e político.
    E como o político mais corrupto da história do País, deve pagar por seus crimes cometidos contra, principalmente, os mais pobres, os mais necessitados.

  7. Povo atrasado gosta de populista, de demagogo, adora ser feito de otário.
    O brasileiro médio é assim, como, de modo geral, são os latinos americanos—e esta é uma das principais razões pelas quais esses povos insistem e persistem em patinar na lama do atraso. O povo de terceira classe gosta dos lulas, chavez da vida, que prometem maravilhas e paraísos e, invariavelmente, entregam infernos.
    Vejam o caso de caos e quase calamidade pública que o Brasil que lula e sua cria, a Presidenta “ignoranta” , nos deixaram, ou da Argentina dos kirchners, ou esse inferno dos infernos que é a Venezuela de Chávez e Maduro. Brasil, Argentina e Venezuela estão aí, em estado de putrefação econômica, social e politica. Estão aí, mais uma vez, lambendo suas feridas expostas do populismo.
    Fica a pergunta: o que vem primeiro, o ovo ou a galinha? Somos atrasados porque elegemos populistas, ou elegemos populistas porque somos atrasados?

    1. Robes, você tem razão.
      Quem tem coragem de investir no Brasil para mudar tudo isso que o Lula deixou aí?
      Há 4 meses, em Sorocaba, 100 petistas da gema foram demitidos por uma grande empresa, após apresentarem 4.000 atestados médicos fornecidos por um Dotô de clínica de acupuntura da região. Um só petista chegou ao cúmulo de apresentar 60 atestados médicos para descansar 128 dias.
      Se isso fosse verdade, o MT já deveria ter fechado a fábrica para todo mundo ir descansar em casa ou tirar um CNPJ e trabalhar por conta própria para ver o que é bom para as costas.
      Ai foi o cover de Exército do Stédile da ATL – Associação dos Trabalhadores Lesionados de Sorocaba (olha só que nome é chique dessa ongue de mamateiros) na porta da fábrica protestar contra as “demissões arbitrárias”.
      Interessante é que essa gente não está nem aí para a dor que dá nas costas de um empresário que carrega um fardo desses.

  8. . . . sem dúvida!. . .
    O mal está sempre à espreita, não descansam, acostumados com as benesses durante 15 anos de iludir e apropriar…
    Verdadeiros ” manos” , formam a odisseia do petêta, e estávamos vendo a prosopopeia, desistindo de roubar do próprio clã do partido torpe.
    Se idiotice fosse tão independente não fazia um coração se sentir tão vazio e rude.
    Exaustão por trovões alheios!

  9. Os pobres e menos escolarizados votam em Lula e pronto! Por que? Porque foi no governo dele que os pobres foram lembrados pelos políticos, independentemente de qualquer coisa de ilegal, de ilícito, de corrupto, pouco importa. Afinal, corruptos todos são, então, porque apoiaria (ou votaria) naqueles que nunca os enxergam? Dória vestido de gari não engana nem o mais burro e analfabeto dependente de bolsa família!

    Mas, o cúmulo da hipocrisia está por vir: uns acreditam que falta educação ao povo. Se o povo tivesse a educação libertadora, a que promove o desenvolvimento do senso crítico, um governo como o que se apresenta aí jamais existiria! Escutar isso vindo da classe média para cima é a maior hipocrisia do planeta! Os inocentes acreditam que escolarizando as massas elas votarão como os irmãos do Sul. Em outras palavras, tornar-se-ão bolsominions!

    Burros é o que são! Esquecem que nasceram e pertenceram ao mundo letrado desde sempre. Não foi o povo que inventou patrimonialismo, meritocracia (essa é ótima!) e nepotismo! A bem da verdade nem foi o povo que inventou a corrupção! Tudo isso partiu das classes dominantes, as mesmas que vomitam que o povo não sabe votar (quando não vota nela, claro!). Se as massas fossem educadas a vida das classes dominantes estaria com os dias contados! Essa é a razão que educação vindo da boca da classe média é maior aberração dos tempos. E como elas sobreviveriam sem os empregados, não é mesmo?

    1. “foi no governo dele que os pobres foram lembrados pelos políticos”
      Foram lembrados e por muitos. De acordo com o IBGE o número aumentou!
      O nome da matéria em 12/17 com os dados do ibge é:
      ‘IBGE mostra que lula e dilma são dois farsantes’ (procure que vai achar)

      ” independentemente de qualquer coisa de ilegal, de ilícito, de corrupto, pouco importa.”
      É o lema petista, se não for assim a ‘honra’ do partido será ferida:
      pouco importam as ilegalidades, ilicitudes, corrupção….é confirmado e comprovado!

      “Mas, o cúmulo da hipocrisia está por vir:”
      Já veio e ficou por uns 13 anos.

      “uns acreditam que falta educação ao povo.”
      ‘acreditam?!?’ Muitos têm certeza, basta observar o número de eleitores petistas

      Reflita sobre suas afirmativas Evaldo, concordar com erros é compactuar com eles!
      conselho sábio que comprova os motivos do pt estar onde está:
      “Quem insiste no erro depois de muita repreensão,será destruído, sem aviso e irremediavelmente.” PV 29:1

      1. Eis aí o chavão-símbolo do populismo, o grande clichezão repetido pelos ignorantes e militantes : ” o governo que LEMBROU dos pobres, que OLHOU para os pobres”.
        Mas vejam que é aqui que está um dos mitos principais que sustentam o discurso populista, que revela o messianismo e o culto à personalidade que caracterizam o populismo: por dele está toda a submissão ao político como um ser messiânico religioso de lá do alto lança um um olhar piedoso (celestial?) para os pobres aqui embaixo.
        Mesmo concedendo esse caráter messiânico ao santo Lula das Propinas, cabe perguntar aos fiéis que o repetem como papagaios: o que, concretamente consistiu esse “lembrar dos pobres”? Seria o Bolsa-Família que nada mais é do que o nome dado ao programa que juntou os programas sociais do governo FHC (Bolsa-Escola, Vale Gás, Vale alim.) num só, aos quais o Santo Propineiro fizera radical oposição quando foram criados? Ou seria a ampliação forçada da oferta de crédito que criou um enorme bolha de consumo cujo espetacular estouro deixou ao deus-dará 64 milhões de pobres brasileiros endividados e os banqueiros de bolsos cheios? Ou seria a farra com as contas públicas que enriqueceu toda a família e o próprio Santo Propineiro, deixando milhões de desempregados e o País na maior de recessão de sua história?
        Não há resposta, simplesmente porque o povo não precisa de um messias, e muito menos de um seu olhar milagroso. O povo precisa é de reformas concretas, efetivas que racionalizem e modernizem administrativa e financeiramente o Estado, de modo que ele possa se transformar não só cumprir as sua funções sociais, educacionais e de infra-estrutura precípuas como de propiciar um ambiente econômico atrativo aos empreendimentos e ao desenvolvimento econômico sustentado.
        Os desempregados não precisam de olhares, precisam de postos de trabalho, porque inclusão social não se faz com esmolas mas com inserção no mercado de trabalho. Os filhos dos pobres precisam de escolas que lhe dêem condições de competir em igualdade com os filhos dos ricos. Os empresários/ investidores precisam de um ambiente de negócios saudável, estável, com regras claras e modernas, num País com uma infraestrutura atrativa ao empreendimento.

        1. “Não há resposta, simplesmente porque o povo não precisa de um messias, e muito menos de um seu olhar milagroso.” Esta aí algo que concordamos!

          O único “messias” que conheço é Jair Messias Bolsonaro, o Mito! Você está se referindo à pessoa correta?

          “[…] Estado, de modo que ele possa se transformar não só cumprir as sua funções sociais, educacionais e de infra-estrutura precípuas como de propiciar um ambiente econômico atrativo aos empreendimentos e ao desenvolvimento econômico sustentado.”

          Deixa ver se entendi direito: os defensores do Messias, do Mito, o propagador-mor das teorias neoliberais de economia, defensor do Estado mínimo, quer que o esse mesmo Estado não apenas cumpra suas funções sociais (o que foi mais feito no governo Lula), mas seja motor do desenvolvimento econômico? Tudo ao mesmo tempo. É isso mesmo? Pergunta para o Paulo Guedes se ele também pensa assim.

          Afinal, em sua opinião, qual dever ser o “tamanho” do Estado? Duvido que no Estado mínimo caiba tudo que você propôs como “funções do Estado”!

          1. O messias a que obviamente me referi é o que está claramente no clichezão idiota que vc como um papagaio repete, denunciando a sua submissão religiosa ao populismo: o do político que OLHA, LEMBRA dos pobres.
            Preciso então desenhar para que vc entenda:
            1) O messianismo na política não está no nome de batismo de algum político mas na crença dos pobres de espírito de que o povo precisa de um “pai dos pobres”, de um “salvador”, de uma entidade messiânica (como disse Marilena Chaui, a filósofa do botequim petista, em explícita e delirante idolatria : “quando o lula fala o céu se ilumina”.;
            2) Vc julga os outros pela sua régua: como vc é idólatra do Lula, então eu só posso ser devoto do Bolsonaro ou de algum outro político, porque o seu é um mundo de devoção, submissão, idolatria, não é mesmo?;
            3) O investimento social no gov Lula foi tão bom que o resultado estamos vendo aí. Eu não vi nenhum. A não ser que a esmola do Bolsa-família (que nada mais é do que o B. Escola e outros programas assistenciais criados no gov FHC com outro nome);
            4) Estado mínimo é aquele que se limita às suas funções precípuas; entre as quais estão: social, educacional, saúde pública, saneamento e infra estrutura. estado mínimo não é este nosso que funciona como um vetor de concentração de renda na medida em que, ao mesmo tempo em que sufoca os setores produtivos da sociedade (empreendedores e trabalhadores) com um excesso de ingerência nas questões privadas, concentra grande parte de seus recursos para a nomenklatura estatal e para os setores improdutivos que se organizam nas franjas da corrupção e orbitam a esfera estatal para obter privilégios (cujo ápice foi atingido nos governos Lula e Dilma, e de cujas desastrosas consequências estamos hoje sofrendo).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.